SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.56 issue1Hirsutismo: diagnósticoFístula gastro-gástrica pós-cirurgia de Fobi-Capella para tratamento de obesidade mórbida author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Associação Médica Brasileira

Print version ISSN 0104-4230

Rev. Assoc. Med. Bras. vol.56 no.1 São Paulo  2010

http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302010000100006 

ACREDITAÇÃO

 

Atualização em fratura transtrocanteriana

 

 

Autoria:

Roberto Sérgio de Tavares Canto, Marcos Sakaki, Itiro Susuki, Pedro Tucci, Willian Belangero, Mauricio Kfuri Jr, Abdalla Y. Skaf, Wanderley Marques Bernardo

1) Qual a utilidade da tração cutânea ou esquelética no pré-operatório das fraturas transtrocantéricas?

a) Está indicada, pois reduz o consumo de analgésico

b) Está indicada, pois facilita o ato cirúrgico

c) Não é recomendada, pois aumenta a dor

d) Não é recomendada, pois não reduz o consumo de analgésico

e) Está indicada, pois reduz as escaras

2) qual o melhor procedimento anestésico para o paciente com fratura transtrocanteriana do fêmur?

a) Na anestesia espinal há menor tendência ao infarto do miocárdio

b) Não é recomendada a infusão epidural contínua de anestésico local

c) A recuperação funcional é maior no bloqueio do que na anestesia geral

d) A anestesia geral tem menor mortalidadea)

e) Na anestesia espinal há mais hipóxia

3) Existem vantagens no uso da placa medoff em relação ao dhs e às hastes cefalomedulares?

a) A placa Medoff não permite a dinamização biaxial

b) Não há igualdade em falha entre os diversos métodos

c) Nas fraturas subtrocantéricas há maior índice de falhas mecânicas

d) A dinamização biaxial não protege a osteossíntese

e) A haste Gamma produz maior índice de capacidade de deambulação

4) em fraturas transtrocanterianas instáveis, é melhor a fixação com redução anatômica ou com osteotomia e medialização?

a) A redução anatômica tem maior consolidação

b) A osteotomia demanda maior tempo de cirurgia

c) A osteotomia tem maior recuperação funcional

d) A redução anatômica tem maior tempo de hospitalização

e) As osteotomias estão indicadas

5) Quando e em quais condições o tratamento conservador ainda poderá ser adotado?

a) O repouso no leito não deve ser associado à mobilização precoce

b) Deve ser sempre adotado

c) As taxas de mortalidade são 2,5 vezes menores

d) O tratamento com tração apresenta maior mortalidade

e) O tratamento com tração esquelética reduz a consolidação viciosa

 

RESPOSTAS AO CENÁRIO CLÍNICO: ENTORSE DE TORNOZELO

[Publicado na RAMB 2009; 55(5)]

1) Como classificar a entorse de tornozelo? Em estiramento ligamentar, lesão ligamentar parcial e total (Alternativa D)

2) Em relação a radiografar pacientes com entorse é falso: A radiografia está sempre indicada (Alternativa A)

3) Está entre as medidas de tratamento inicial da entorse de tornozelo, exceto: Aplicação de calor local (Alternativa C)

4) É verdade sobre as possíveis complicações da entorse de tornozelo: A instabilidade crônica é a lesão associada mais frequente (Alternativa B)

5) Qual a conduta a ser adotada nas instabilidades crônicas? Os pacientes com frouxidão ligamentar devem ser submetidos à reabilitação (Alternativa D)

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License