SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número20Apresentação índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Sociologia e Política

versão impressa ISSN 0104-4478versão On-line ISSN 1678-9873

Rev. Sociol. Polit.  n.20 Curitiba jun. 2003

http://dx.doi.org/10.1590/S0104-44782003000100001 

Adriano Nervo Codato

Editor–chefe

 

 

A Revista de Sociologia e Política é publicada continuamente, duas vezes ao ano, desde novembro de 1993.

Nesses quase dez anos e vinte números foram editados cento e quarenta e nove artigos e oitenta resenhas, um trabalho que mobilizou cento e setenta autores. Excetuando–se as traduções esporádicas de artigos de referência internacional, todos os artigos publicados na Revista são inéditos (i.e., não divulgados em outros periódicos) e resultantes de pesquisas originais. O periódico alcançou também uma abrangência nacional: 78,52% dos autores são de outras instituições que não a Universidade Federal do Paraná.

O trabalho dos Editores buscou situar a Revista numa área de conhecimento bem determinada. Priorizamos manuscritos que tivessem como tema principal a Política, a partir das contribuições das diversas disciplinas das Ciências Humanas (mas principalmente da Ciência Política e da Sociologia).

Os dossiês temáticos deram à Revista de Sociologia e Política seu perfil específico dentre as publicações da área. Desde o segundo número, foram editados os seguintes assuntos: n. 2 (jun. 1994): "1964"; n. 3 (nov. 1994): "Ideologias políticas"; n. 4/5 (jun./nov. 1995): "Estado e Burguesia"; n. 6/7 (1996 jun./nov.): "Constituinte de 1946"; n. 8 (jun. 1997): "Esquerda"; n. 9 (nov. 1997): "Estado Novo "; n. 10/11 (jun./nov. 1998): "Sindicalismo e Corporativismo"; n. 12 (jun. 1999): "Política Internacional"; n. 13 (nov. 1999): "Cidadania e Violência"; n. 14 (jun. 2000): "Estado e política econômica na América Latina"; n. 15 (nov. 2000): "Democracia, políticos e partidos"; n. 16 (jun. 2001): "Cidade e Poder"; n. 17 (nov. 2001): "Transição Política"; n. 18 (jun. 2002): "Brasil: anos 90"; n. 19 (nov. 2002): "Globalização"; e n. 20 (jun. 2003): "Relações Internacionais". Os temas programados para os próximos números são: n. 21 (nov. 2003): "Cultura política, democracia e capital social"; n. 22 (jun. 2004): "Mídia e Política"; n. 23 (nov. 2004): "Teoria Política Contemporânea"; n. 24 (jun. 2005): "Relações Raciais".

No futuro, pretendemos atingir algumas metas:

1) manter a pontualidade do periódico alcançada graças aos recursos do CNPq, já que um plano de publicação pontual e regular pode permitir uma provisão constante de manuscritos submetidos à avaliação, confiança da comunidade científica e viabilidade editorial;

2) elevar o número de artigos submetidos à publicação na Revista de Sociologia e Política: ainda que o periódico receba em média sessenta submissões ao ano (para a publicação de aproximadamente quinze trabalhos), um incremento importante de papers ampliaria a margem de escolha dos editores;

3) aumentar a velocidade de divulgação dos resultados de pesquisa na área abrangida pelo periódico (Ciência Política e Sociologia): em função das dificuldades em garantir um patrocínio financeiro constante, a demora na publicação de um artigo pode vir a ser de mais de um ano desde o recebimento dos originais pelos editores;

4) garantir e incrementar a qualidade e quantidade dos artigos publicados, enfatizando sua atualidade, abrangência e acuidade; de acordo com dados da SciELO, o periódico possui a média de 7,67 artigos por fascículo; nossa avaliação é que seria possível subir esse número;

5) ampliar a quantidade de colaborações internacionais originais e a tradução de artigos de referência na área;

6) indexar o periódico nas principais bases de dados internacionais, especialmente nas duas bases mantidas pelo ISI (Institute for Scientific Information): Current Contents – Social & Behavioral Sciences e Social Sciences Citation Index;

7) aumentar o fator de impacto dos artigos publicados, ampliando assim o prestígio e influência da Revista de Sociologia e Política na área de referência.

Tudo somado, pretende–se consolidar o periódico na comunidade científica de Ciências Sociais como um meio reconhecido para a comunicação formal dos resultados de pesquisa original em Ciência Política e Sociologia.

* * *

O Conselho Editorial da Revista de Sociologia e Política foi significativamente aumentado em maio–junho de 2003 e dele passaram a fazer parte vários pesquisadores de diferentes instituições: Aníbal Pablo Jáuregui, Universidad de Buenos Aires; Bruno P. W. Reis, Universidade Federal de Minas Gerais; Celso Castro, Fundação Getúlio Vargas/Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro; Fernando Limongi, Universidade de São Paulo; Fernando Luiz Abrucio, Fundação Getúlio Vargas/Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; Gláucio Ary Dillon Soares, Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro; Luis Felipe Miguel, Universidade de Brasília; Luiz Antonio Machado da Silva, Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro; Marcelo Ridenti, Universidade Estadual de Campinas; Marco Cepik, Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Marta Arretche, Universidade de São Paulo; Marcello Baquero, Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Michel Misse, Universidade Federal do Rio de Janeiro; Renato Boschi, Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro.

* * *

Este número contou com o patrocínio do Programa de Apoio às Publicações Científicas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A Livraria do Eleoterio cedeu alguns livros para resenhas, neste e no número anterior. Fica registrado nosso agradecimento.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons