SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número3Elasticidade preço e elasticidade renda da madeira serrada brasileira índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

  • Inglês (pdf)
  • Artigo em XML
  • Como citar este artigo
  • SciELO Analytics
  • Curriculum ScienTI
  • Tradução automática

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


CERNE

versão impressa ISSN 0104-7760

CERNE vol.16 no.3 Lavras jul./set. 2010

http://dx.doi.org/10.1590/S0104-77602010000300001 

Influence of leaf area reduction on clonal production of eucalyptus seedlings

 

Influência da redução da área foliar na produção de mudas clonais de eucalipto

 

 

Reynaldo Campos SantanaI; Tiago Reis DutraII; José Pereira Carvalho NetoII; Gilciano Saraiva NogueiraIII; Paulo Henrique GrazziottiIV; Nairam Félix de Barros FilhoV

IForest Engineer, Dr. Professor of Soils and Plant Nutrition – Departamento de Engenharia Florestal – Universidade Federal dos Vales do Jequinhonha e Mucuri – Rua da Glória, 187, Centro – 39.100-000 – Diamantina, MG, Brasil – silviculturaufvjm@yahoo.com.br
IIForest Engineer, M.Sc. candidate in Plant Production – Programa de Pós-Graduação em Produção Vegetal – Universidade Federal dos Vales do Jequinhonha e Mucuri – Rua da Glória, 187, Centro – 39.100-000 – Diamantina, MG, Brasil – tiagoreisdutra@gmail.com, joseeflorestal@yahoo.com.br
IIIForest Engineer, Dr. Professor of Dendrometry and Forest Inventory – Departamento de Engenharia Florestal – Universidade Federal dos Vales do Jequinhonha e Mucuri – Rua da Glória, 187, Centro – 39.100-000 – Diamantina, MG, Brasil – nogueirags@yahoo.com.br
IVAgronomist, Dr. Professor of Soil Microbiology and Biochemistry – Departamento de Engenharia Florestal – Universidade Federal dos Vales do Jequinhonha e Mucuri – Rua da Glória, 187, Centro – 39.100-000 – Diamantina, MG, Brasil – grazziot@yahoo.com.br
VForest Engineer, M.Sc. in Forest Engineering – Plantar Reflorestamento S/A – nairamf@yahoo.com.br

 

 


ABSTRACT

Clonal production of eucalyptus seedlings has made considerable progress in recent years. Significant developments have taken place in irrigation and fertilization systems as well as in management of clonal miniorchards. However, the proportion of leaf area in stem minicuttings remains almost the same as that used in macrocutting systems. This work aimed to evaluate the effect of leaf area reduction on seedling production of eight eucalyptus clones. The experiment was conducted over a period of 105 days using a randomized block design and three replicates in an 8 x 4 factorial arrangement, with eight clones and four leaf reduction levels (0%, 25%, 50% and 75%). Variables evaluated included height, root collar diameter, shoot and root dry matter and relationships between these variables. Experimental results demonstrated that clones behaved differently as to leaf reduction and that the 0% reduction level can be adopted in most clones being evaluated.

Key words: Minicutting, leaf area, clonal silviculture.


RESUMO

A produção clonal de mudas de eucalipto evoluiu muito nos últimos anos. Grandes avanços foram obtidos nos sistemas de irrigação, de fertilização e no manejo do minijardim clonal. Entretanto, a proporção de área foliar das miniestacas continua praticamente a mesma que se utilizava no sistema de macroestaquia. Objetivou-se, no presente estudo, avaliar o efeito da redução da área foliar na produção de mudas de oito clones de eucalipto. O experimento foi conduzido por 105 dias no esquema fatorial 8 x 4, com oito clones, quatro níveis de redução foliar (0, 25, 50 e 75 %) em delineamento em blocos casualizados e três repetições. Avaliou-se a altura, o diâmetro do coleto, a massa da parte aérea e de raiz e relações entre estas variáveis. Os resultados desse experimento demonstram que os clones comportaram-se de forma distinta em relação à redução foliar e que o nível de 0 % de redução foliar pode ser adotado para a maioria dos clones avaliados.

Palavras-chave: Miniestaquia, área foliar, silvicultura clonal.


 

Full text available only in PDF format.

Texto completo disponível apenas em PDF.

 

5 ACKNOWLEDGMENTS

We wish to thank Plantar Reflorestamentos S.A. for providing the genetic material (clones), financial support, staff and infrastructure.

We also wish to thank FAPEMIG for granting the Scientific Initiation scholarship.

 

6 BIBLIOGRAPHICAL REFERENCES

ALFENAS, A. C.; ZAUZA, E. A. V.; MAFIA, R. G.; ASSIS, T. F. Clonagem e doenças do eucalipto. Viçosa, MG: UFV, 2004. 442 p.         [ Links ]

ÁLVARES, V. V. H.; ÁLVARES, G. A. M. Apresentação de equações de regressão e suas interpretações. Boletim Informativo da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, Campinas, v. 28, n. 3, set./dez. 2003.         [ Links ]

BELLAMINE, J.; PENEL, C.; GREPPIN, H.; GASPAR, T. Confirmation of the role of auxin and calcium in the late phases of adventitious root formation. Plant Growth Regulation, v. 26, p. 191-194, 1998.         [ Links ]

CARNEIRO, J. G. A. Produção e controle de qualidade de mudas florestais. Curitiba: UFPR, 1995. 451 p.         [ Links ]

FOGAÇA, C.M.; FETT-NETO, A. G. Role of auxin and its modulators in the adventitious rooting of Euclyptus species differing in recalcitrance. Plant Growth Regulation, v. 45, p. 1-10, 2005.         [ Links ]

GOMES, J. M.; COUTO, L.; LEITE, H. G.; XAVIER, A.; GARCIA, S. L. R. Parâmetros morfológicos na avaliação da qualidade de mudas de Eucalyptus grandis. Revista Árvore, Viçosa, v. 26, n. 6, p. 655-664, 2002.         [ Links ]

HARTMANN, H. T.; KESTER, D. E.; DAVIS JÚNIOR, F. T.; GENEVE, R. L. Plant propagation: principles and practices. 7. ed. New York: Englewood Clipps, 2002. 880 p.         [ Links ]

HIGASHI, E. N.; SILVEIRA, R. L. A.; GONÇALVES, A. N. Evolução do jardim clonal de eucalipto para produção de mudas. IPEF, Piracicaba, v. 24, p. 148, 2000.         [ Links ]

MAFIA, R. G.; ALFENAS, A. C.; SIQUEIRA, L.; FERREIRA, E. M.; LEITE, H. G.; CAVALLAZZI, J. R. P. Critério técnico para determinação da idade ótima de mudas de eucalipto para plantio. Revista Árvore, Viçosa, v. 29, p. 947-953, 2005.         [ Links ]

NOBERTO, P. M.; CHALFUN, N. N. J.; PASQUAL, M.; VEIGA, R. D.; PEREIRA, G. E.; MOTA, J. H. Efeito da época de estaquia e do AIB no enraizamento de estacas de figueira (Fícuscarica L.). Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 25, n. 3, p. 533-541, 2001.         [ Links ]

SANTANA, R. C.; DIAS, B. A. S.; DUTRA, T. R.; NOGUEIRA, G. S.; OLIVEIRA, M. N. S.; SOUZA, C. M. P.; SILVA, M. P.; GRAZZIOTTI, P. H. Influência da área foliar na produção de matéria seca de miniestacas de eucalipto. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 31., 2007, Gramado. Anais... Gramado: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2007. CD-ROM.         [ Links ]

SCHAWAMBACH, J.; FADANELLI, C.; FETT-NETO, A. G. Mineral nutrition and adventitious rooting in microcuttings of Eucalyptus globulus. Tree Physiology, Victoria, v. 25, p. 484494, 2005.         [ Links ]

TITON, M.; XAVIER, A.; OTONI, W. C. Clonal propagation of Eucalyptus grandis using the mini-cutting and micro-cutting techinics. Scientia Forestalis, Piracicaba, n. 71, p. 109-117, 2006.         [ Links ]

TITON, M.; XAVIER, A.; REIS, G. G.; OTONI, W. C. Eficiência das minicepas e microcepas na produção de propágulos de clones de Eucalyptus grandis. Revista Árvore, Viçosa, v. 27, n. 5, p. 619-625, 2003.         [ Links ]

VALLE, C. F.; CALDEIRA, C. J. Fatores que afetam o enraizamento de estacas de Eucalyptus sp. IPEF, Piracicaba, v. 6, n. 18, p. 107-117, 1978.         [ Links ]

XAVIER, A.; WENDLING, I.; SILVA, R. L. Silvicultura clonal: princípios e técnicas. Viçosa, MG: UFV, 2009. 272 p.         [ Links ]

WENDLING, I.; XAVIER, A. Influência do ácido indolbutírico e ds miniestaquia seriada no enraizamento e vigor de miniestacas de clones de Eucalyptus grandis. Revista Árvore, Viçosa, v. 29, n. 6, p. 921-930, 2005.         [ Links ]

 

 

Received: September 10, 2008
Accepted: April 30, 2010

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons