SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.80 issue21925 - 2005 Evolution and current status of leprosy chemotherapy author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Anais Brasileiros de Dermatologia

Print version ISSN 0365-0596On-line version ISSN 1806-4841

An. Bras. Dermatol. vol.80 no.2 Rio de Janeiro Mar./Apr. 2005

http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962005000200015 

CORRESPONDÊNCIA

 

Validação ou tradução? Questionários de avaliação de qualidade de vida em psoríase

 

 

Fabiane Mulinari-BrennerI; Hermênio Cavalcante LimaII

IMédica Dermatologista; Mestre em Medicina Interna; Professora Assistente em Dermatologia; Universidade Federal do Paraná (PR)
IIMédico Dermatologista e Alergista; Doutor em Imunologia; Professor Adjunto de Patologia Médica; Universidade Federal do Paraná (PR)

Endereço para correspondência

 

 

O artigo "Validação de questionários de avaliação de qualidade de vida em pacientes de psoríase" detalha a tradução daqueles questionários. A definição do termo validação para estudos epidemiológicos e clínicos correlaciona-se com a significância do dado avaliado.1-5 A validação requer a comparação do dado com uma medida objetiva, idealmente um teste padrão ouro; o que se torna difícil para qualidade de vida. Nesse caso, é possível avaliar a validação preditiva correlacionando-a com a terapêutica. A tradução do questionário do Professor Finlay está disponível desde sua idealização na página da internet da Universidade de Walles (www.ukdermatology.co.uk/quality/pdiquest.asp).

Tendo aplicado esse questionário inúmeras vezes em pacientes envolvidos em pesquisas clínicas do Serviço de Dermatologia da Universidade Federal do Paraná, salientamos dois aspectos importantes. O primeiro, é a dificuldade dos pacientes em quantificar "muitíssimo" (very much) e "muito" (a lot), talvez pela pouca utilização do termo muitíssimo em nossa linguagem diária. Sugerimos a seguinte graduação (em discussão com o autor do questionário): muito (em vez de muitíssimo), médio (em vez de muito), pouco e nada. Um segundo aspecto é a dúvida gerada na primeira pergunta do questionário, quanto a atividades dentro e fora de casa, incluindo dois comportamentos numa mesma questão, não só dentro de casa e no jardim como na questão original (around the house or garden).

O processo de validação de um questionário para uma determinada língua é demorado e caro. Sem dúvida existe a necessidade de validação desses questionários para o português; entretanto é preciso envolver pacientes de diversas regiões, classes sociais e graus de instrução nessa avaliação. Pequenas alterações podem ser realizadas e discutidas com os autores para melhor reprodutibilidade dos dados em populações variadas. q

 

REFERÊNCIAS

1. Kilpeläimen M, Terho EO, Helenius H, Koskenvuo M. Validation of a new questionnaire on asthma, allergic rhinitis and conjunctivitis in young adults. Allergy. 2001; 56:377-84.

2. Kruizenga HM, Seidell JC, de Vet HC, Wierdsma NJ, van Bokhorst-de van der Schueren MA. Development and validation of a hospital screening tool for malnutrition: the short nutritional assessment questionnaire (SNAQ((c))). Clin Nutr. 2005; 24:75-82.

3. Yusuf SA, Jorge JM, Habr-Gama A, Kiss DR, Rodrigues JG. Evaluation of quality of life in anal incontinence: validation of the questionnaire FIQL (Fecal Incontinence Quality of Life). Arq Gastroenterol. 2004; 41:202-8.

4. Cummings SR, Stewart AL, Hulley SB. Designing Questionaires and Data Collection Instruments. In: Hulley SB, Cummings SR, Browner WS, Grady D, Hearst N, Newmen TB. Designing Clinical Research: an epidemiological aproach. Philadelphia: Lipincott; 2001. p.231-46.

5. Browner WS. Methods. In: Browner WS. Publishing and presenting clinical research. Baltimore: Lipincott; 1999. p.25-40.

 

 

Endereço para correspondência
Fabiane Mulinari-Brenner
Rua Chichorro Jr, 144 - 131 - Cabral
Curitiba - PR - 80035-040
Tel./Fax: 41-2643755
E-mail: fmbrenner@uol.com.br

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License