SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.80 suppl.2Departamento de doenças infecciosas e parasitáriasDepartamento de fotobiologia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Anais Brasileiros de Dermatologia

On-line version ISSN 1806-4841

An. Bras. Dermatol. vol.80  suppl.2 Rio de Janeiro June/Aug. 2005

http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962005000900017 

INVESTIGAÇÃO CLÍNICA, EPIDEMIOLÓGICA, LABORATORIAL E TERAPÊUTICA

 

Departamento de DST & AIDS

 

 

PO35 - DST: dados epidemiológicos de ambulatório específico em hospital universitário

 

Miot HA; Miot LDB; Cavalcante PCD; Polettini J; Ribeiro STC

Departamento de Dermatologia - FMB-UNESP - Botucatu, SP

 

FUNDAMENTOS/OBJETIVOS: As doenças sexualmente transmissíveis (DST) encontram-se entre as dermatoses infecciosas mais prevalentes no nosso meio, sem contar a repercussão social e de saúde comunitária que elas representam. O ambulatório referenciado para investigação e tratamento das DST com repercussão cutânea, divide a cobertura com a ginecologia, infectologia e urologia do mesmo hospital universitário.
MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo descritivo dos pacientes do ambulatório de DST. Por meio de um protocolo padrão, avaliaram-se aspectos quantitativos relacionados aos pacientes, diagnósticos e terapêuticas. Considerou-se significativo p<0,05.
RESULTADOS/DISCUSSÃO: Foram analisados 175 pacientes no período de dez-02 a abr-05. A mediana da idade foi 26 anos (+/– 11,5). O sexo masculino prevaleceu com 89,1% dos casos. Quanto à orientação sexual, 82,8% eram heterossexuais. Quanto ao diagnóstico das DST, a infecção pelo HPV representou 77,1%. Entre todos os pacientes 10,8% apresentavam sorologia positiva para HIV, havendo associação entre a positividade do HIV e comportamento não-heterossexual (Yates p<0,05). Os genotipos de HPV mais freqüentes foram 6 e 11, havendo mais de 5% de associação com outros tipos. A modalidade terapêutica mais empregada para o HPV foi a crioterapia.
CONCLUSÃO: Demonstraram-se as principais características dos pacientes do ambulatório de DST, bem como seus aspectos diagnósticos, associações e terapêutica.