SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.82 issue2Treatment of american cutaneous leishmaniasis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Anais Brasileiros de Dermatologia

On-line version ISSN 1806-4841

An. Bras. Dermatol. vol.82 no.2 Rio de Janeiro Mar./Apr. 2007

http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962007000200001 

EDITORIAL

 

Refletindo sobre frustrações e potencialidades dos Anais

 

Reflecting about frustrations and potentialities of the Anais

 

 

A Editoria Científica dos Anais Brasileiros de Dermatologia volta a chamar a atenção para os acréscimos e detalhamentos efetuados nas "Instruções aos Colaboradores", divulgadas em encarte no fascículo número 1 do volume 82 da revista e tambémdisponíveis no endereço www.anaisdedermatologia.org.br. Recomenda-se sempre a leitura atenta das informações ali contidas antes de se iniciar a redação do texto científico. Inúmeros atrasos e eventuais desencontros observados entre a Editoria Técnica e o corpo de colaboradores poderiam ser evitados pelo devido conhecimento e rigoroso respeito às instruções. Vale destacar que as normas são elaboradas com a finalidade não apenas de ressaltar a qualidade intrínseca do texto e de suas ilustrações, mas igualmente de definir a personalidade da revista e atender a normas editoriais internacionais.

Como divulgado, os Anais não atingiram o principal objetivo do ano de 2006, ou seja, a indexação na base de dados MEDLINE, da National Library of Medicine. Os avanços, melhorias e cuidados técnicos não foram considerados suficientes pelo comitê de avaliação. Na sistemática de pontuação utilizada, com valores variando entre 0 e 5, e média mínima necessária de 4 para ter recomendada a indexação, os Anais Brasileiros de Dermatologia obtiveram média 3,5. Quanto ao quesito "qualidade", os itens mais bem avaliados, considerados excelentes e correspondendo à nota 4, foram os artigos de revisão, os relatos de caso e a qualidade gráfica da revista. A média final no quesito "qualidade", levando-se em conta o mérito científico, foi de 3,5. No quesito "importância" da revista, as melhores notas (nível muito alto, equivalendo à nota 4) foram obtidas nos itens relevância para clínicos da própria área e importância para a política local de saúde com ênfase na nosologia regional. A média final no quesito "importância" da revista foi de 3,5 portanto, inferior ao mínimo necessário. A não indexação na MEDLINE nos obriga, todos, a várias reflexões. A primeira delas é no sentido de que os esforços voltados para a melhoria da qualidade científica da dermatologia brasileira sejam redobrados e que os investimentos na capacitação e qualificação dos serviços tenham mais ênfase. E, ainda, que as exigências, com vistas a credenciamento, ocupem patamares mais altos do que os vigentes. A todos, mas particularmente à Editoria Técnica e Cientifica, ao Conselho Editorial e ao Conselho Consultivo dos Anais Brasileiros de Dermatologia, cabe assumir o compromisso de máxima exigência com a qualidade técnicocientífica dos artigos submetidos e reafirmar a confiança nos destinos do periódico que representa a dermatologia brasileira.

Ainda que sujeito a críticas e a alguns vieses de análise, o "fator de impacto" de um periódico tem sido considerado parâmetro de sua importância ou relevância no universo científico. Também nesse aspecto os Anais têm obtido pontuações abaixo de suas possibilidades e méritos. Recentemente chamamos a atenção, no Editorial do número 81(5), para artigo publicado no Braz J Med Biol Res. 2006;39:997-1002, que discute a tendência do autor brasileiro a citar artigos publicados em revistas internacionais, preterindo aqueles publicados em revistas editadas no país. Os Anais Brasileiros de Dermatologia, assim como outros periódicos nacionais, se ressentem dessa prática, que se reflete em "fator de impacto", calculado pela SciELO, incompatível com nossas potencialidades e aspirações. Essas considerações remetem a profundas reflexões e discussões, que deverão ter lugar, particularmente, no âmbito dos 62 Serviços Credenciados pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.

 

Sílvio Alencar Marques
Editor Científico Associado

Bernardo Gontijo
Editor Científico dos Anais Brasileiros de Dermatologia

Everton Siviero do Vale
Editor Científico Associado