SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.83 issue2Do you know this syndrome?Comparative dermatology: acquired digital fibrokeratoma author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Anais Brasileiros de Dermatologia

On-line version ISSN 1806-4841

An. Bras. Dermatol. vol.83 no.2 Rio de Janeiro Mar./Apr. 2008

http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962008000200013 

QUAL É SEU DIAGNÓSTICO ?

 

Caso para diagnóstico*

 

Case for diagnosis

 

 

Vanessa Martins Ferreira de AlbuquerqueI; Alberto Eduardo Cox CardosoII; Maria José de Medeiros Barros MeloIII; Paulo Fernando de SouzaIV

IMédica residente de Dermatologia do Hospital Universitário Prof. Alberto Antunes – Universidade Federal de Alagoas (UFAL) – Maceió (AL), Brasil
IIProfessor adjunto IV e preceptor de Dermatologia do Hospital Universitário Prof. Alberto Antunes – Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e professor titular de Dermatologia da Escola de Ciências Médicas – Maceió (AL), Brasil
IIIMédica dermatologista do Serviço de Dermatologia do Hospital Universitário Prof. Alberto Antunes – Universidade Federal de Alagoas (UFAL) – Maceió (AL), Brasil
IVMédico residente de Clínica Médica do Universitário Prof. Alberto Antunes – Universidade Federal de Alagoas (UFAL) – Maceió (AL), Brasil

Endereço para correspondência/Mailing Address

 

 


RESUMO

Relata-se caso de erythema gyratum repens em paciente do sexo masculino, de 40 anos, com eritema disseminado, pruriginoso, bizarro, figurado, com fina descamação nas bordas. Na primeira consulta, os exames laboratoriais e a radiografia do tórax foram normais. Durante acompanhamento clínico foi diagnosticado câncer de pulmão por tomografia computadorizada de tórax, tendo a imuno-histoquímica da biópsia da linfonodomegalia inguinal confirmado o pulmão como sítio primário.

Palavras-chave: Eritema; Neoplasias pulmonares; Síndromes paraneoplásicas


ABSTRACT

A case of erythema gyratum repens is described in a 40-year-old man with a generalized, bizarre, figurated and pruritic erythema with fine scaling borders. Laboratorial exams and radiography of the thorax were normal in the first visit. A tomographic study of the thorax showed a lobulated pulmonary nodule and the immunohistochemistry on the biopsy of an inguinal lymph node confirmed the lung cancer as the primary site of the neoplasia.

Keywords: Erythema; Lung neoplasms; Paraneoplastic syndromes


 

 

HISTÓRIA DA DOENÇA

Paciente do sexo masculino, com 40 anos de idade, apresentava eritema disseminado, pruriginoso, bizarro, figurado, com fina descamação nas bordas, localizado no tronco e nos membros superiores e inferiores (Figura 1).

 

 

Na primeira consulta relatou perda de 12kg em dois meses.

Exames laboratoriais, radiografia de tórax e ultra-sonografia de abdômen foram normais.

A biópsia inicial da pele sugeriu farmacodermia, com presença de dermatite vascular superficial.

O paciente foi medicado com anti-histamínicos e corticóides, por via oral, sem melhora.

Nova biópsia de pele foi realizada após cinco meses, com resultado de dermatite psoriasiforme, com acantose regular, paraceratose, espongiose, necrose de queratinócitos e infiltrado inflamatório mononuclear na derme.

Sete meses após a primeira consulta, todos os exames foram repetidos devido à piora clínica, perda de peso de 25kg no período, anemia normocítica normocrômica e aparecimento de linfonodomegalia na região inguinal direita. A tomografia computadorizada do tórax mostrou nódulo pulmonar lobulado de 2,8cm no pulmão direito e linfonodomegalias (Figura 2).

 

 

A biópsia da linfonodomegalia inguinal demonstrou carcinoma de grandes células não diferenciado (Figura 3) e a imuno-histoquímica, para definir o sítio primário da neoplasia, revelou carcinoma metastático pouco diferenciado, de grandes células. A expressão de citoqueratinas AE1 e AE3 confirmou a origem epitelial das células neoplásicas.

 

 

Foi proposta quimioterapia com cloridrato de gencitabina, com melhora clínica e das lesões dermatológicas. Posteriormente, houve piora do quadro clínico com aparecimento de metástases pulmonares e cerebrais, levando o paciente ao óbito.

 

COMENTÁRIOS

Erythema gyratum repens

Manifestações cutâneas de neoplasias malignas internas incluem as metástases para a pele, genodermatoses associadas a malignidades, dermatoses induzidas por carcinógenos e dermatoses paraneoplásicas.1, 2

O erythema gyratum repens (EGR) é dermatose rara, descrita em 1952 por Gammel, sendo considerado quadro típico de síndrome cutânea paraneoplásica. A manifestação dermatológica é de eritema disseminado, bizarro, pruriginoso e descamativo, que se move rapidamente, cerca de 1cm/dia, produzindo figuras concêntricas, lembrando superfície de madeira. Originalmente, esse quadro cutâneo foi observado nove meses antes do aparecimento de adenocarcinoma de mama, tendo dasaparecido 15 dias após a remoção do câncer.3-5

Os autores descrevem caso de EGR, tendo sido diagnosticado câncer de pulmão durante o seguimento clínico do paciente.

Aproximadamente 50 casos de EGR foram publicados, estando 80% deles associados a tumores internos, mais comumente do pulmão, descritos em 40% dos casos, e usualmente o quadro dermatológico precede o câncer em prazo que varia de quatro a nove meses. Outros sítios tumorais incluem os intestinos, o trato urogenital, o pâncreas e as neoplasias hematológicas.1

A terapêutica do EGR consiste em tratar apropriadamente a neoplasia associada. Se houver metástases que não possam ser tratadas com quimioterapia, a erupção pode não desaparecer até pouco antes da morte do paciente, quando a imunossupressão instalada resulta na resolução do eritema nesses pacientes.1

No caso aqui relatado, nove meses após o surgimento do eritema figurado e com sete meses de acompanhamento médico do paciente, diagnosticouse câncer de pulmão, pelo aparecimento de nódulo pulmonar na tomografia computadorizada do tórax e pela confirmação do sítio primário do tumor por biópsia e imuno-histoquímica de linfonodomegalia inguinal.

A quimioterapia com cloridrato de gencitabina melhorou inicialmente seu quadro clínico e dermatológico. Posteriormente, porém, houve aparecimento de metástases, levando o paciente ao óbito.

Manifestações paraneoplásicas cutâneas são indícios do aparecimento de câncer, sendo importante seu reconhecimento imediato, devido à oportunidade de diagnóstico e tratamento precoces da neoplasia maligna associada. q

 

REFERÊNCIAS

1. Chung VQ, Moschella SL, Zembowicz A, Liu V. Clinical and pathologic findings of paraneoplastic dermatoses. J Am Acad Dermatol. 2006;55:745-62.         [ Links ]

2. Eubanks LE, McBurney E, Reed R. Erythema gyratum repens. Am J Med Sci. 2001;321:302- 5.         [ Links ]

3. Gammel JA. Erythema gyratum repens; skin manifestations in patient with carcinoma of breast. AMA Arch Derm Syphilol. 1952;66:494-505.         [ Links ]

4. Lomholt H, Thestrup-Pedersen K. Paraneoplastic skin manifestations of lung cancer. Acta Derm Venereol. 2000;80:200-2.         [ Links ]

5. Machean D, Haynes HA. Cutaneous manifestations of internal malignant disease: cutaneous paraneoplastic syndromes. In: Freedberg IM, Eisen AZ, Wolff K. Fitzpatrick's dermatology in general medicine. New York: McGraw Hill; 2003. p.1783-90.         [ Links ]

 

 

Endereço para correspondência/Mailing Address:
Vanessa Martins Ferreira de Albuquerque
Hospital Universitário Prof. Alberto Antunes
Avenida Lourival de Melo Mota, s/número,
Tabuleiro dos Martins
57000 - Maceió - AL
Tel.: (82) 33222344
E-mail: avanessamartins@hotmail.com

Recebido em 16.11.2007.
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 17.12.2007.

 

 

* Trabalho realizado no Hospital Universitário Prof. Alberto Antunes – Universidade Federal de Alagoas (UFAL) – Maceió (AL), Brasil.
Conflito de interesse: Nenhum / Conflict of interest: None
Suporte financeiro: Nenhum / Financial funding: None