SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.84 issue3Professor Sebastiao de Almeida Prado SampaioErrata author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Anais Brasileiros de Dermatologia

Print version ISSN 0365-0596On-line version ISSN 1806-4841

An. Bras. Dermatol. vol.84 no.3 Rio de Janeiro July 2009

http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962009000300020 

INFORMES

 

Doação

 

 

Dissertação

Dra. Mirela Bernardina Borges. Dissertação de Mestrado defendida em 2008.

Determinação de ICAM-1 em pacientes com hanseníase. Dissertação de Mestrado defendida em 2008. Área de concentração: Clínica Médica. Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP (SP), São Paulo - SP, Brasil.

 

Autor: Dra. Mirela Bernardina Borges
Orientador: Dr. Alexandre Gabriel Júnior
Co-orientador: Dr. Raul Negrão Fleury

Introdução: A hanseníase é uma doença infecciosa sistêmica de evolução crônica, de caráter endêmico no Brasil, apresentando em 2005 coeficiente de prevalência de 1,48 casos por 10.000 habitantes e, de 30 a 50.000 casos novos diagnosticados por ano, constituindo um problema de saúde pública por causar incapacidade física permanente. A doença caracteriza-se por processo inflamatório de resposta complexa e dano tissular envolvendo várias células do sistema imune e mediadores inflamatórios diretamente relacionados ao endotélio vascular.

Objetivos: Este estudo se propõe a determinar os níveis séricos do marcardor de ativação endotelial ICAM-1 solúvel nas formas clínicas polares da hanseníase, comparando-a com grupo controle.

Casuística e Métodos: Foi realizado estudo prospectivo e transversal no ambulatório de dermatologia do Hospital Escola Dr. José Carneiro - UNCISAL no período de agosto de 2005 a agosto de 2006. Foram incluídos 28 pacientes e classificados em tuberculóides (MHT) 12 pacientes e, lepromatosos (MHL) 16 pacientes de acordo com os critérios da Organização Mundial de Saúde e exame histopatológico conforme os critérios de Ridley-Jopling. O grupo controle foi constituído por doadores voluntários saudáveis. Na avaliação laboratorial foi utilizado kit slCAM-1 R&D Systems, Inc.utilizando a técnica de ELISA. Na análise estatística foram utilizados os testes de Análise de Variância (ANOVA), Qui-quadrado, teste de Kolmogorov-Smirnov, teste de homogeneidade de variâncias e comparações múltiplas de Tukey.

Resultados: A idade dos pacientes foi de 45,9 + 17,3 anos e dos indivíduos do grupo controle foi de 48,3 + 9,3 anos. O gênero foi de 16 (57,15%) feminino e 12 (12,5%) masculino e nos indivíduos do grupo controle foi de 21 (87,5%) feminino e 03 (12,5%) masculino. A concentração ICAM-1, segundo o modelo ANOVA, foi diferente nos três grupos de pacientes (p<0,001). Através do procedimento de comparações múltiplas de Tukey, concluiu-se que a média no grupo MHL é maior que nos outros dois grupos (p<0,05), entretanto, não foi detectada diferença entre as médias dos grupos controle e MHT (p>0,05).

Conclusões: Os níveis de ICAM-1 foram comparativamente mais elevados no grupo MHL que no grupo MHT ou controle. Não houve diferença significativa entre o grupo controle e o grupo MHT.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License