SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.84 issue4Tzanck smears: an old but useful diagnostic toolDoação author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Anais Brasileiros de Dermatologia

On-line version ISSN 1806-4841

An. Bras. Dermatol. vol.84 no.4 Rio de Janeiro July/Aug. 2009

http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962009000400020 

INFORMES

 

Doação

 

 

Dissertação

Drª Maria Carolina Widholzer Rey.
Dissertação de mestrado defendida em 2009.

Estudo da expressão imuno-histoquímica da metaloproteinase-2 da matriz e do seu inibidor tecidual no melanoma cutâneo e as relações com os fatores prognósticos histopatológicos. Dissertação de mestrado defendida em 2009. Área de concentração: Patologia. Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre – Porto Alegre – RS, Brasil.

 

Autora: Maria Carolina Widholzer Rey
Orientador:
Prof. Dr. Renan Rangel Bonamigo

Resumo - Introdução: metaloproteinase-2 da matriz (MMP-2) está expressa nos melanomas cutâneos espessos, mas há escassez de informações sobre as relações entre esta gelatinase com aspectos clínicos e o conjunto dos demais fatores prognósticos histopatológicos. São escassos os relatos sobre sua expressão nas metástases cutâneas de melanoma. Métodos: foram avaliados, transversalmente, casos de melanomas cutâneos primários e metástases cutâneas de melanoma, quanto às expressões imuno-histoquímicas da MMP-2 e do seu inibidor tecidual (TIMP-2). Associações com aspectos clínicos e com os fatores prognósticos histopatológicos foram verificadas. Consideraram-se estatisticamente significantes as associações com P<0,05. Resultados: estudados 73 casos de melanomas cutâneos primários e 13 de metástases cutâneas. Houve associação entre a expressão da MMP-2 e idades menores, localização em membros inferiores, subtipo espalhamento superficial, índice de Breslow e nível de Clark elevados. A expressão do TIMP-2 foi semelhante. Não houve associação exclusiva da MMP-2 e TIMP-2 com uma das fases de crescimento do melanoma cutâneo primário. Todos os casos de metástases expressaram MMP-2 e TIMP-2.Conclusões: MMP-2 pode participar de fases iniciais do crescimento do melanoma, mas está particularmente presente nos melanomas invasivos. Sua maior expressão é principalmente verificada no subtipo espalhamento superficial e em pacientes mais jovens. As metástases cutâneas sempre expressam a enzima. O TIMP-2 possui uma expressão imuno-histoquímica semelhante a da MMP-2.