SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.85 issue4Spitz nevus: a case report and the use of dermoscopyCase for diagnosis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

Share


Anais Brasileiros de Dermatologia

On-line version ISSN 1806-4841

An. Bras. Dermatol. vol.85 no.4 Rio de Janeiro July/Aug. 2010

http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962010000400022 

IMAGENS EM DERMATOLOGIA TROPICAL

 

Tinea pseudoimbricata por M. gypseum associada à escabiose crostosa*

 

 

Claudia Schermann PoziomczykI; Bruna KöcheII; Fabio Luis BeckerIII; Sérgio Ivan Torres DornellesIV; Renan Rangel BonamigoV

IMédica dermatologista - Porto Alegre (RS), Brasil
IIMédica dermatologista - Porto Alegre (RS), Brasil
IIIMédica dermatologista - Porto Alegre (RS), Brasil
IVMestre em Clínica Médica pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) - Preceptor de Residência Médica em Dermatologia do Ambulatório de Dermatologia Sanitária - Porto Alegre (RS), Brasil
VMestre e Doutor em Clínica Médica pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) - Preceptor de Residência Médica em Dermatologia do Ambulatório de Dermatologia Sanitária - Porto Alegre (RS), Brasil

 

 


RESUMO

Tinea pseudoimbricata é relacionada ao T. tonsurans e ao T. rubrum e a escabiose crostosa é uma dermatose altamente contagiosa, ocasionada pela proliferação excessiva do S. scabiei var. hominis. Descrevemos uma paciente com 21 anos, soronegativa para HIV, apresentando ambas doenças dermatológicas. O encontro simultâneo destas dermatoses em pacientes imunocompetentes é muito raro.

Palavras-chave: Escabiose; Microsporum; Tinha


 

 

A tinea pseudoimbricata apresenta-se como placas anulares que formam anéis concêntricos paralelos e imbricados, semelhantes à tinea imbricata,1 sendo ocasionada por T. tonsurans e T. rubrum.2,3 A escabiose crostosa é uma variante da parasitose, causada pelo S. scabiei var. hominis, com lesões crostosas atípicas e proliferação excessiva do ácaro. O caso de uma paciente com 21 anos e lesões pruriginosas, iniciadas há dois meses, é descrito. Apresentava extensa área com lesões pápulo-eritematosas, escamosas, em disposições anulares (Figura 1) e nódulos ceratósicos sobrepostos, no tronco e extremidades inferiores (Figura 2). O exame micológico direto demonstrou filamentos micelianos longos e ramificados, e a pesquisa de Sarcoptes scabiei, vários parasitos por campo (Figura 3). A cultura mostrou crescimento de Microsporum gypseum. Os exames laboratoriais eram normais e as sorologias virais eram não reagentes. Trata-se de um caso clínico ímpar de associação entre raro tipo de dermatofitose e a escabiose crostosa.

 

 

 

 

 

 

REFERÊNCIAS

1. Batta K, Ramlogan D, Smith AG, Garrido MC, Moss C. 'Tinea indecisiva' may mimic the concentric rings of tinea imbricata. Br J Dermatol. 2002;147:384.         [ Links ]

2. Lim SP, Smith AG. "Tinea pseudoimbricata": tinea corporis in a renal transplant recipient mimicking the concentric rings of tinea imbricate. Clin Exp Dermatol. 2003;28:332-3.         [ Links ]

3. Ouchi T, Nagao K, Hata Y, Otuka T, Inazumi T. Tricophyton tonsurans infection manifesting as multiple concentric annular erythemas. J Dermatol. 2005;32:565-8.         [ Links ]

 

 

Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 08.02.2010
Conflito de interesse: Nenhum
Suporte financeiro: Nenhum

 

 

* Trabalho realizado no Ambulatório de Dermatologia Sanitária - Porto Alegre (RS), Brasil.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License