SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.85 issue6Heparin-induced thrombocytopenia and warfarin-induced skin necrosis: case reportBorderline lepromatous leprosy author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

Share


Anais Brasileiros de Dermatologia

Print version ISSN 0365-0596

An. Bras. Dermatol. vol.85 no.6 Rio de Janeiro Nov./Dec. 2010

http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962010000600025 

IMAGENS EM DERMATOLOGIA

 

Blefarite e tricomegalia induzidas pelo cetuximabe*

 

 

Paulo Ricardo CriadoI; Aline Angélica Porto Rocha LimaII

IDoutor em ciências (dermatologia) pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP); médico da Divisão de Dermatologia do Hospital das Clínicas da FMUSP - São Paulo (SP), Brasil
IIMestre em ciências pelo Departamento de Oncologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo; oncologista da Faculdade de Medicina do ABC - São Paulo (SP), Brasil

Endereço para correspondência

 

 


RESUMO

Nós descrevemos uma mulher de 41 anos em tratamento de câncer colorretal avançado que, após a segunda dose de cetuximabe, desenvolveu intensa blefarite e tricomegalia bilateral. A toxicidade ocular decorrente do cetuximabe tem sido relatada, porém ainda tem mecanismos fisiopatogênicos incertos.

Palavras-chave: Blefarite; Neoplasias colorretais; Receptor do fator de crescimento epidérmico


 

 

Descrevemos o caso clínico de uma doente de 41 anos de idade, feminina, portadora de adenocarcinoma colorretal avançado, a qual desenvolveu, após a segunda infusão do cetuximabe, erupção intensamente pruriginosa nas pálpebras com marcado edema, eritema e descamação (Figura 1). O exame com o dermatoscópio DermLite DL100 visualizou detalhes da descamação e da presença de verdadeiras concreções escamo-crostosas perifoliculares, sugerindo que o processo tinha origem em reação folicular dos cílios das pálpebras, além de demonstrar o início do desenvolvimento de tricomegalia nas pálpebras (Figuras 2 e 3). A microscopia de epiluminescência sem contato permitiu ao dermatologista compreender melhor detalhes de difícil visualização ao olho nu.

 

 

 

 

 

 

Reações adversas cutâneas ao uso do cetuximabe ocorrem em 80% dos doentes, dentre as quais 15% são graves.1 Elas geralmente surgem já na primeira semana do tratamento.1 Suas principais expressões são manifestações como erupções acneiformes, dermatite seborreica, paroníquia, tricomegalia e exantemas maculopapulares.2,3

 

REFERÊNCIAS

1. Ramírez-Soria MP, España-Gregori E, Aviñó-Martínez J, Pastor-Pascual F. Blepharitis related to cetuximab treatment in an advanced colorectal cancer patient. Arch Soc Esp Oftalmol. 2008;83:665-68.         [ Links ]

2. Bambury R, McCaffrey JA. Trichomegaly of the Eyelashes After Colorectal Cancer Treatment With the Epidermal Growth Factor Receptor Inhibitor Cetuximab. Clin Colorectal Cancer. 2009;8:235.         [ Links ]

3. Bouché O, Brixi-Benmansour H, Bertin A, Perceau G, Lagarde S. Trichomegaly of the eyelashes following treatment with cetuximab. Ann Oncol. 2005;16:1711-2.         [ Links ]

 

 

Endereço para correspondência:
Paulo Ricardo Criado
Rua Carneiro Leão 33 Vila Scarpelli
09050430 Santo André - São Paulo
Tel.: 55 11 4426 8803
E-mail: prcriado@uol.com.br

Recebido em 29.01.2010.
Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 03.02.10.
Conflito de interesse: Nenhum
Suporte financeiro: Nenhum

 

 

* Trabalho realizado na clínica privada Alergoskin Alergia e Dermatologia - Clínica Especializada em Alergia e Dermatologia - São Paulo (SP), Brasil.