SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.86 issue4Rhinosporidiosis: cutaneous manifestationInitial cutaneous manifestation of lymphomas in children author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • Have no similar articlesSimilars in SciELO

Share


Anais Brasileiros de Dermatologia

Print version ISSN 0365-0596

An. Bras. Dermatol. vol.86 no.4 Rio de Janeiro July/Aug. 2011

http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962011000400030 

IMAGENS EM DERMATOLOGIA TROPICAL

 

Tinea granulomatosa de Majocchi*

 

 

Aline Lopes BressanI; Roberto Souto da SilvaII; João Carlos Macedo FonsecaIII; Maria de Fátima G. Scotelaro AlvesIV

IPós-graduada em dermatologia no Hospital Universitário Pedro Ernesto; médica auxiliar da enfermaria de dermatologia do Hospital Universitário Pedro Ernesto - Rio de Janeiro (RJ), Brasil
IIEspecialista em dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia; médico auxiliar do ambulatório de dermatologia geral do Hospital Universitário Pedro Ernesto - Rio de Janeiro (RJ), Brasil
IIIMestre e doutor em dermatologia; professor adjunto de dermatologia do Hospital Universitário Pedro Ernesto - Rio de Janeiro (RJ), Brasil
IVDoutora em dermatologia; professora adjunta de dermatologia; responsável pelo setor de dermatopatologia do Hospital Universitário Pedro Ernesto - Rio de Janeiro (RJ), Brasil

Endereço para correspondência

 

 


RESUMO

Relata-se o caso de um homem de 45 anos com dermatofitose superficial de longa data, tratado, inadvertidamente, com corticoide e antibiótico, com progressão subsequente para a forma profunda, conhecida como granuloma de Majocchi. O tratamento com terbinafina VO foi curativo.

Palavras-chave: Corticosteroides; Granuloma; Micoses


 

 

A tinea corporis é uma infecção dermatofítica que ocorre mais comumente na pele do tronco e das extremidades e se restringe, em geral, à camada córnea.1 Seu patógeno mais prevalente, em nível mundial, é o Trichophyton rubrum.2

Infecções profundas raramente formam abscessos e ulceração e, usualmente, são restritas aos imunocomprometidos. Essa condição é conhecida como granuloma de Majocchi (Figuras 1 e 2). A progressão pode ser facilitada pelo uso de corticoide tópico ou sistêmico. Entretanto, é possível não se encontrar imunossupressão em alguns casos de dermatofitose profunda, como no paciente em questão. A evolução, no seu caso, decorreu do uso de corticoides e antibióticos de forma intermitente e incorreta, após um diagnóstico de psoríase, eczema e impetigo.

 

 

 

 

O exame direto e a cultura das escamas ou da secreção identificam o fungo e a patologia3 (Figura 3), bem como permitem a visualização do granuloma com hifas no estrato córneo e hifas ou artroconídeos no folículo piloso.

 

 

O paciente foi tratado com terbinafina4 250mg/dia por um mês, com resolução do quadro.

 

REFERÊNCIAS

1. Sobera JO, Elewski BE. Fungal diseases. In: Bolognia JL, Jorizzo JL, Rapini RP. Dermatology. Spain: Mosby Elsevier; 2008. p. 76:1135-63.         [ Links ]

2. Gong JQ, Liu XQ, Xu B, Zeng XS, Li XF, Li C. Deep dermatophytosis caused by Tricophyton rubrum: report of two cases. Mycoses. 2007;50:102-8.         [ Links ]

3. Voisard JJ, Weill FX, Beylot-Barry M, Vergier B, Dromer C, Beylot C. Dermatophytic granuloma caused by Microsporum canis in a heart-lung recipient. Dermatology. 1999;198:317-9.         [ Links ]

4. Gupta AK, Cooper EA. Update in antifungal therapy of dermatophytosis. Mycopathologia. 2008;166: 353-67.         [ Links ]

 

 

Endereço para correspondência:
Aline Lopes Bressan
Rua Cachambi, 34/402 - Méier
20775-182 Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2201-3590
E-mail: alinebressan@ig.com.br

Recebido em 06.05.2010.
Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 24.05.2010.
Conflito de interesse: Nenhum
Suporte financeiro: Nenhum

 

 

* Trabalho realizado no serviço de dermatologia do Hospital Universitário Pedro Ernesto - Rio de Janeiro (RJ), Brasil.