SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.87 número1  suppl.1Evolução histórica dos Anais Brasileiros de Dermatologia em paralelo aos 100 anos da Sociedade Brasileira de Dermatologia índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Anais Brasileiros de Dermatologia

versão impressa ISSN 0365-0596

An. Bras. Dermatol. vol.87 no.1 supl.1 Rio de Janeiro jan./fev. 2012

http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962012000700002 

SUPLEMENTO
EVOLUÇÃO HISTÓRICA DOS ANAIS BRASILEIROS DE DERMATOLOGIA

 

Evolução histórica dos Anais Brasileiros de Dermatologia*

 

 

Izelda Maria Carvalho CostaI; Andrelou Fralete Ayres VallarelliII; Renan Rangel BonamigoIII; Vitor Manoel da Silva ReisIV

IDoutora em Dermatologia pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) - Professora adjunta de Dermatologia da Universidade de Brasília (UnB) - Brasília (DF), Brasil
IIMestre e Doutor em Clínica Médica pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Colaborador e voluntário na área de dermatologia do Departamento de Clínica Médica da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) - Campinas (SP), Brasil
IIIDoutor em Ciências Médicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Professor Adjunto-4 de Dermatologia e Chefe do Serviço de Dermatologia da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA). Professor Orientador de Mestrado e Doutorado do Programa de Pós- Graduação de Patologia da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) - Porto Alegre (RS), Brasil
IVProfessor Livre Docente da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) - São Paulo (SP), Brasil

Endereço para correspondência

 

 


RESUMO

Nesta edição especial para o centenário da Sociedade Brasileira de Dermatologia, os autores fazem uma retrospectiva da dermatologia brasileira impressa, desde os primórdios, evidenciando a dermatologia descritiva com ricas discussões, ilustrações e propagandas de medicações muito utilizadas na época, como o bismuto no tratamento da sífilis, antes da descoberta da penicilina. Esta revisão chega até os dias atuais, quando as publicações nos Anais Brasileiros de Dermatologia entraram na era da modernidade eletrônica, científica e também de layout.

Palavras-chave: Dermatologia; História; Publicações periódicas


 

 


Figura 1 - Clique para ampliar

 

 


Figuras 2,3 e 4 - Clique para ampliar

 

 


Figura 5 - Clique para ampliar

 

 


Figura 6 - Clique para ampliar

 

 


Figuras 7 e 8 - Clique para ampliar

 

 


Figura 9 - Clique para ampliar

 

 


FIGURAS 10 - A, B, C e D - Clique para ampliar

 

 


Figuras 11 e 12 - Clique para ampliar

 

 


FIGURAS 13 - A e B - Clique para ampliar

 

 


Figura 14 - Clique para ampliar

 

 


Figura 15 - Clique para ampliar

 

 


FIGURAS - 16 A e B - Clique para ampliar

 

 


Figura 17 - Clique para ampliar

 

 


Figuras 18 e 19 - Clique para ampliar

 

 


Figura 20 - Clique para ampliar

 

 


Figura 21 - Clique para ampliar

 

 


Figura 22 - Clique para ampliar

 

 


Figura 23 - Clique para ampliar

 

 


Figura 24 - Clique para ampliar

 

 


Figura 25 - Clique para ampliar

 

 


FIGURAS 26 - A e B - Clique para ampliar

 

 


FIGURAS 27 - A e B - Clique para ampliar

 

 


Figura 28 - Clique para ampliar

 

 


FIGURAS 29 - A e B - Clique para ampliar

 

 


FIGURAS 30 A, B e 31 - Clique para ampliar

 

 


Figura 32 - Clique para ampliar

 

 


Figura 33 - Clique para ampliar

 

 


Figura 34 - Clique para ampliar

 

 


FIGURAS 35 - A, B, C, D, E, F e G - Clique para ampliar

 

 


FIGURAS 36 A e B - Clique para ampliar

 

 


Figura 37 - Clique para ampliar

 

 


Figura 38 - Clique para ampliar

 

 


Figura 39 - Clique para ampliar

 

 


Figura 40 - Clique para ampliar

 

 


Figura 41 - Clique para ampliar

 

 


FIGURAS 42 A e B - Clique para ampliar

 

 


Figura 43 - Clique para ampliar

 

 


Figura 44 - Clique para ampliar

 

 


Figura 45 - Clique para ampliar

 

 


FIGURAS 46 A e B - Clique para ampliar

 

 


Figura 47 - Clique para ampliar

 

 


Figura 48 - Clique para ampliar

 

 


Figura 49 - Clique para ampliar

 

 


FIGURAS 50 A e B - Clique para ampliar

 

 


Figura 51 - Clique para ampliar

 

 


Figura 52 - Clique para ampliar

 

 


Figura 53 - Clique para ampliar

 

 


Figura 54 - Clique para ampliar

 

 


Figura 55 - Clique para ampliar

 

 


Figura 56 - Clique para ampliar

 

 


Figura 57 - Clique para ampliar

 

 


Figura 58 - Clique para ampliar

 

 


Figura 59 - Clique para ampliar

 

 


FIGURAS 60 A e B - Clique para ampliar

 

 


FIGURAS 61 A, B e C - Clique para ampliar

 

 


FIGURAS 62 A e B - Clique para ampliar

 

 


Figura 63 - Clique para ampliar

 

 


FIGURAS 64 A e B - Clique para ampliar

 

 


FIGURAS 65 A e B - Clique para ampliar

 

 


FIGURAS 66 A e B - Clique para ampliar

 

 


FIGURAS 67 A e B - Clique para ampliar

 

Passaram-se muitos anos e hoje constatamos que os Anais Brasileiros de Dermatologia sofreram várias mudanças tanto no conteúdo quanto na diagramação (Figura 67B: imagem da capa atual dos ABD ). É a era da modernização. O esforço e a dedicação dos editores que nos antecederam serviram de espelho e estímulo. Hoje, em 2012, temos nos Anais Brasileiros de Dermatologia 14 seções, algumas inseridas recentemente. Destacamos a consolidação dos trabalhos de investigação, que aumentaram de maneira significativa após a reindexação dos Anais Brasileiros de Dermatologia no Medline em 2009, em contrapartida ao passado, onde os artigos de revisão eram o que havia de mais relevante. Desde 2009, a submissão dos artigos é eletrônica e bilíngüe, com benefícios inequívocos como, por exemplo, a maior entrada de publicações internacionais, além de ter facilitado o intercâmbio entre autores, situação de grande valia no mundo científico.

 

REFERÊNCIAS

1. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Boletim da Sociedade Brasileira de Dermatologia. 1912;1(1-3). [Capa.         [ Links ]].

2. [O.P.]. Disposições gerais. Boletim da Sociedade Brasileira de Dermatologia. 1912;1(1-3):3.         [ Links ]

3. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Boletim da Sociedade Brasileira de Dermatologia. 1912;1(1-3). [Sumário.         [ Links ]].

4. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Disposições Gerais. Sessão de instalação em 4 de Fevereiro de 1912. Boletim da Sociedade Brasileira de Dermatologia. 1912;1(1-3):3.         [ Links ]

5. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Disposições gerais. Boletim da Sociedade Brasileira de Dermatologia. 1912;1(1-3):3.         [ Links ]

6. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Disposições gerais. Estatutos da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Boletim da Sociedade Brasileira de Dermatologia. 1912;1(1-3):3.         [ Links ]

7. Viana G, Aragão H. Tratamento do granuloma tropical pelo tártaro Emético. Boletim da Sociedade Brasileira de Dermatologia. 1912;1(1-3):56.         [ Links ]

8. Ramos e Silva J. Gaspar Vianna. An Bras Dermatol. 1962;37(1 a 4):55.         [ Links ]

9. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Instalações de consultórios médicos e salas operatórias. Boletim da Sociedade Brasileira de Dermatologia. 1912;1(1): s.n.         [ Links ]

10. Rabello E. Phagedenismo syphilitico. Boletim da Sociedade Brasileira de Dermatologia. 1913;II(1):36-7.         [ Links ]

11. Rabello E. Contribuições ao estudo da leishmaniose tegumentar no Brasil. Parte I - História e Synonimia. An Bras Dermatol Sifilogr. 1925;1(1):3.         [ Links ]

12. Rabello E. Contribuições ao estudo da leishmaniose tegumentar no Brasil. Parte II - Formas Clínicas. An Bras Dermatol Sifilogr. 1925;1(2):1.         [ Links ]

13. Fraga A. Ensaios experimentais sobre a bouba. An Bras Dermatol Sifilogr. 1925;1(1):32.         [ Links ]

14. Motta J. O bimutho na therapeutica anti-luetica. An Bras Dermatol Sifilogr. 1925;1(1):55.         [ Links ]

15. Fraga A, Portugal H. Erythema nodoso. (Contribuição ao seu estudo etio-pathogenico). An Bras Dermatol Sifilogr. 1925;1(3):6.         [ Links ]

16. Portugal H. Cancro syphilitico do indicador esquerdo. An Bras Dermatol Sifilogr. 1925;1(3):17-18.         [ Links ]

17. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Como se pode dar MERCURIO às crianças sem acidente. An Bras Dermatol Sifilogr. 1925;1(3):IX. [Propaganda]         [ Links ].

18. Ribeiro J. Acerca de um termo da medicina. An Bras Dermatol Sifilogr. 1925;1(1):V.         [ Links ]

19. Terra F. Esboço histórico da lepra no Brasil. An Bras Dermatol Sifilogr. 1925;1(6):III; VII.         [ Links ]

20. Aleixo A. Diagnostico precoce da syphilis primária. An Bras Dermatol Sifilogr. 1925;1(6):1.         [ Links ]

21. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Vinho Biogênico. Depuraze: remédio para o tratamento interno da sífilis. An Bras Dermatol Sifilogr. 1926;2(1): s.n.[Propaganda]         [ Links ].

22. Ramos e Silva J. A Chimioterapia da lepra: seu estudo actual. An Bras Dermatol Sifilogr. 1926;2(1):17.         [ Links ]

23. Aguiar Pupo J. O óleo de chaulmoogra e as flacouria ceas do Brasil. An Bras Dermatol Sifilogr. 1926;2(3):1.         [ Links ]

24. Machado W. A propósito da electrotherapia na lepra. An Bras Dermatol Sifilogr. 1926;2(3):10.         [ Links ]

25. de Teive V. Contribuição ao estudo do Ainhum. An Bras Dermatol Sifilogr. 1926;2(4):7.         [ Links ]

26. Ramos e Silva J. Sobre a pityriasis versicolor tropical. A questão das achromias parasitatias; a achromia residual. An Bras Dermatol Sifilogr. 1927;3(1-4):1-3.         [ Links ]

27. Ramos e Silva J. Syphiloma inicial no lábio inferior. An Bras Dermatol Sifilogr. 1928;4(1):26-27.         [ Links ]

28. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Inauguração da Biblioteca da Clinica Dermatológica e Sifilografica da Faculdade de Medicina da Universidade do Rio de Janeiro. An Bras Dermatol Sifilogr. 1934;9(1):3.         [ Links ]

29. Barros P. Uma epidemia de varicéla com casos discretos e confluentes supurados. Considerações clinicas, epidemiológicas e de imunologia em torno das epitelióses infetuósas. Grupo variólico. An Bras Dermatol Sifilogr. 1937;12(1):3e14.         [ Links ]

30. da Fonseca O. Raymond Sabouraud - Necrológico. An Bras Dermatol Sifilogr. 1938;13(1):2-5.         [ Links ]

31. Portugal H. J. Darier - Necrológico. An Bras Dermatol Sifilogr. 1938;13(1):6-8.         [ Links ]

32. Fialho A. Sobre um caso de radiodermite. An Bras Dermatol Sifilogr. 1938;13(3):87-98.         [ Links ]

33. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Fuadina / Neostibosan. Bayer Produtos Farmacêuticos. (Preparado de antimonia trivalente. Específico contra a linfo-granulomatose inguinal, leishmaniose da pele e mucosas, bilharziose. 50 anos.) An Bras Dermatol Sifilogr. 1938;13(3):123. [Propaganda]         [ Links ].

34. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Laboratório Bayer. (Rhodarsan o 914.). An Bras Dermatol Sifilogr. 1939;14(2):86. [Propaganda]         [ Links ].

35. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Professor Eduardo Rabello. An Bras Dermatol Sifilogr. 1940;15(3):157-86.         [ Links ]

36. Ramos e Silva J. Um caso de amiloidose primitiva da pele. An Bras Dermatol Sifilogr. 1940;15(3):201-13.         [ Links ]

37. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Pomada de insulina. Bula 5.U.I por grama. An Bras Dermatol Sifilogr. 1941;16(2):161. [Propaganda]         [ Links ].

38. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Noticiário: Penicilina no tratamento da sífilis. An Bras Dermatol Sifilogr. 1944;19(4):108.         [ Links ]

39. Peryassú D. Sífilis. Sua evolução imuno-biológica. Mutação e adaptação do treponema. Histórico da sífilis. An Bras Dermatol Sifilogr. 1946;21(1):45.         [ Links ]

40. Peixoto PG. As ergodermatoses no Distrito Federal. An Bras Dermatol Sifilogr. 1946;21(1):61.         [ Links ]

41. Gonçalves AP, Fialho F. Contribuição ao estudo da blastomicose brasileira experimental do cobaio. An Bras Dermatol Sifilogr. 1946;21(3):260.         [ Links ]

42. de Souza AR, Proença N. Um caso de sarna norueguesa. An Bras Dermatol. 1959;34(3):63.         [ Links ]

43. Gonçalves AP, Lamy N. Tinha tonsurante microspórica do couro cabeludo em adulto. An Bras Dermatol. 1959;34(2):23.         [ Links ]

44. Rutowitsch M, Posse Filho AM. Hipnose em dermatologia. An Bras Dermatol. 1964;39(2):27.         [ Links ]

45. Rotberg A, Pereira CA. Dermatite de contato tipo líquen plano por reveladores fotográficos primeiras observações no Brasil. An Bras Dermatol. 1965;40(1):1-6.         [ Links ]

46. Peryassú D. Iconografia dermatológica. An Bras Dermatol. 1966;41(2): s.n.         [ Links ]

47. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Título de Especialista. An Bras Dermatol. 1967;42(4):29-30.         [ Links ]

48. Rotberg A. "Hanseniasis", the new official name of "leprosy" in S. Paulo, Brazil, and its prophylactical results. An Bras Dermatol. 1969;44(3):31.         [ Links ]

49. Lopes CF. Retinóides em dermatologia e oncologia. An Bras Dermatol. 1982;57(3):155-9.         [ Links ]

50. Sampaio SAP, Pimentel ERA. Isotretinoína no tratamento da acne vulgar. An Bras Dermatol. 1985;60(5):349-52.         [ Links ]

51. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Sociedade Brasileira de Dermatologia Iconografia Histórica. An Bras Dermatol. 1986;61(4):s.p.         [ Links ]

52. Katz DR, Manini MIP, Takahashi MDF. Manifestações cutaneomucosas em doentes de AIDS. An Bras Dermatol. 1986;61(1):19-21.         [ Links ]

53. Ramos e Silva J. Cirurgia dermatológica. An Bras Dermatol. 1965;40(1):31-2.         [ Links ]

54. Dillon NL, Marques SA. Vantagens e desvantagens da anfotericina B no tratamento da paracoccidioidomicose. An Bras Dermatol. 1990;65(5):226-7.         [ Links ]

55. Patrús OA, Santos SNMB. Fatores psicogênicos em psioríase, estudo caso-controle seccional cruzado de 41 psoriáticos e 88 controles. An Bras Dermatol. 1993;68(6):333-9.         [ Links ]

56. Opromolla DVA. O estado atual da terapêutica da hanseníase. An Bras Dermatol. 1993;68(6):366.         [ Links ]

57. Proença NG. Raymundo Martins Castro e o fogo selvagem. An Bras Dermatol. 1994;69(3):231-3.         [ Links ]

58. Vale ECS, Furtado T. Leishmaniose tegumentar no Brasil: revisão histórica da origem, expansão e etiologia. An Bras Dermatol. 2005;80(4):421-8.         [ Links ]

59. Rivitti A. Obituário do Professor Sebastião de Almeida Prado Sampaio. An Bras Dermatol. 2008;83(6):583-4.         [ Links ]

60. Piazza CD, Sampaio SAP. Remissão de lentigo maligno extenso após tratamento com imiquimod. An Bras Dermatol. 2008;84(1):82-4.         [ Links ]

61. Rodrigues JG, Leite R, Costa IMC, Soares R. Acervo raro da Sociedade Brasileira de Dermatologia: considerações sobre sua preservação histórica. An Bras Dermatol. 2008;84(1):93-5.         [ Links ]

62. Dani CMC, Mota KF, Sanchotene PV, Pineiro-Maceira J, Maia CPA. Gnatostomiase no Brasil - Relato de caso. An Bras Dermatol. 2009;84(4):400-4.         [ Links ]

63. Criado PR, Criado RFJ, Maruta CW, Machado Filho CA. Histamina, receptores de histamina e anti-histaminicos: novos conceitos. An Bras Dermatol. 2010;85(2):195-210.         [ Links ]

64. Souza EM, Vallarelli AFA. Dermatologia nas artes. An Bras Dermatol. 2009;84(5):556-8.         [ Links ]

65. Santos M, Haddad Jr V, Ribeiro-Rodrigues R, Talhari S. Borreliose de Lyme. An Bras Dermatol. 2010;85(6):930-8.         [ Links ]

66. Giraldi S, Diettrich F, Abbage KT, Carvalho VO, Marinoni LP. Eritema Ab Igne em adolescente induzido por computador laptop. An Bras Dermatol. 2011;86(1):128-30.         [ Links ]

 

 

Endereço para correspondência:
SHIS QI 17 Conjunto 08 Casa 02 Lago Sul
Brasília 71645-080 DF. Brasil
e-mail: izelda.unb@gmail.com, izelda@unb.br

Conflito de interesse: Nenhum.
Suporte financeiro: Nenhum.

 

 

* Trabalho realizado na Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) - Rio de Janeiro (RJ), Brasil.