SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 número1Studies on chaetognaths off Ubatuba region, Brazil. II. Feeding habitsDistribuição do caranguejo Hepatus pudibundus (Herbst, 1785) (Crustacea, Decapoda, Brachyura) na Enseada da Fortaleza, Ubatuba (SP), Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Boletim do Instituto Oceanográfico

versão impressa ISSN 0373-5524

Bol. Inst. Oceanogr. vol.43 no.1 São Paulo  1995

http://dx.doi.org/10.1590/S0373-55241995000100004 

ARTIGOS

 

Occurrence, population dynamics and habitat characterization of Mytella guyanensis (Lamarck, 1819) (Mollusca, Bivalvia) in the Paraíba do Norte river estuary

 

 

Alberto Kioharu NishidaI; Rosa Maria Veiga LeonelII

IUniversidade Federal da Paraíba, Departamento de Sistemática e Ecologia, CCEN (Caixa Postal 120, 58109-970 João Pessoa, PB, Brasil)
IIInstituto de Biociências da Universidade de São Paulo, Departamento de Fisiologia (Caixa Postal 11461, 05422-970 São Paulo, SP, Brasil)

 

 


ABSTRACT

A survey of Mytellaguyanensis occurrence and population dynamics were performed in the Paraíba do Norte river estuary. The characterization and the influence of temperature, salinity and substrate, as well as the associated fauna and flora on the population were also examined. Mytella guyanensis lives buried in the substrate of the mangrove intertidal zone of the Paraíba do Norte river estuary, from the mouth to 24 km upriver. Average annual density of this bivalve species was 5.2 individuals per m2, with a predominantly aggregated distribution. The most frequent size was between 4.5 and 5.5 cm in length. Analysis of the substrate demonstrated the presence of two types of substrates in relation to the percentage of silt and clay and the water content. Besides interfering in the population density, the substrate heterogeneity may be a decisive factor in aggregation. Eight species of crustacean decapods and one bivalve species were identified as associated fauna.

Descriptors: Mytella guyanensis, Occurrence, Population dynamics, Density, Spacial distribution, Environmental factors, Estuary, Associated fauna.


RESUMO

A ocorrência de M, guyanensis no estuário do Rio Paraíba do Norte foi mapeada, determinando-se sua presença ao longo dos afluentes e ilhas aí existentes. O estudo da dinâmica da população foi realizado em área protegida da Ilha da Restinga, coletando-se os animais ao longo de 37 transecções. A cada mês foram feitos 60 lançamentos com um delimitador de 0,1 m2, sobre uma ou mais transecções. Todo o substrato foi retirado juntamente com os exemplares de M. guyanensis e a fauna associada, até a profundidade de 10 cm. A triagem dos exemplares menores foi feita por peneiramento do substrato. O tipo de substrato foi anotado a cada lançamento. Dois tipos de substrato estão presentes na área: um substrato de tipo consistente, constituido por 89.7% de silte e argila e 10.3% de areia fina e outro de tipo não consistente contendo 74.5% de silte e argila e 25.5% de areia fina. O substrato de tipo não consistente apresenta quantidade de água significativamente maior que o de tipo consistente. Mytella guyanensis vive enterrada no solo numa profundidade máxima de 1,0 cm, sempre envolvida pelos filamentos do bisso. A densidade média anual observada para a espécie foi de 5,2 indivíduos por m2; a distribuição espacial predominante foi do tipo agregado, sofrendo interferência do tipo de substrato presente. Houve preferência de fixação da espécie pelo substrato do tipo consistente. Animais entre 4,5 e 5,5 cm de comprimento ocorrem o ano todo, sendo mais numerosos aqueles com comprimento entre 4,5 e 5,0 cm. A presença de formas jovens foi assinalada em baixa frequência em alguns meses do ano. A salinidade da água estuarina variou de acordo com o regime pluviométrico da região, permanecendo dentro dos níveis de tolerância da espécie. A fauna associada está representada por oito espécies de crustáceos e por uma de molusco bivalve.

Descritores: Mytella guyanensis, Ocorrência, Dinâmica da População, Densidade, Distribuição espacial, Fatores do ambiente, Estuário, Fauna associada.


 

 

Full text available only in PDF format.

Texto completo disponível apenas em PDF.

 

 

Aknowledgements

To Dr M. L. Christoffersen and M.Sc. M. P. Dijck from Universidade Federal da Paraíba, Dr N. Hebling from Universidade Estadual de São Paulo and Dr. G. A. S. Mello from the Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo for the identification of the specimens collected.

To Comissão Interministerial dos Recursos do Mar and Financiadora de Estudos e Projetos for the financial support and to Dr E. G. Mendes and Dr Kaoru Hiroki for their helpful advice.

 

References

BACON, P. R. 1975. Shell form, byssal development and habitat of Mytella guyanensis (Lamarck) and M. falcata (Orbigny) (Pelecypoda: Mytilidae) in Trinidad, West Indies. Proc. malac. Soc. Lond., 41:511-520.         [ Links ]

DIJCK, M. P. M. 1980. Sub-projeto levantamento de espécies de interesse comercial: Moluscos. In: Projeto Estuário. Nepremar. João Pessoa Universidade Federal da Paraíba, NEPREMAR, 1980. Relatório Técnico Final, p.117-125.         [ Links ]

GROTTA, M. & NISHIDA, A. K. 1983. Ciclo sexual de Mytella guyanensis (Lamarck, 1819) (Bivalvia, Mytilidae) do estuário do Rio Paraíba do Norte, Paraíba, Brasil. In: VIII ENCONTRO BRASILEIRO DE MALACOLOGIA, São Paulo, 1983. Anais. São Paulo, p.62.         [ Links ]

JACKSON, J. B. C. 1968. Bivalves: spatial and size frequency distributions of intertidal species. Science, 161:479-480.         [ Links ]

KLAPPENBACH, M. A. 1965. Lista preliminar de los mytilidae brasileños con claves y notas sobre su distribución. An. Acad, brasil. Ciênc, 37(supl.): 327-352.         [ Links ]

LEONEL, R. M. V. & SILVA, I. N. 1988. Estudo da sobrevivencia e da capacidade de isolamento de Mytella guyanensis (Mollusca-Bivalvia), em diferentes salinidades. Rev. Nordest. Biol., 6(1):35-41.         [ Links ]

LEONEL, R. M.V.; SILVA, I. N. & SALOMÃO, L. C. 1988. Effect of salinity variation on the osmotic concentration and the cation content of the hemolymph of Mytella guyanensis and Mytella charruana (Mollusca, Bivalvia, Mytilidae). Bolm Fisiol. Anim., Univ. S Paulo, 12:89-97.         [ Links ]

NARCHI, W. & GALVÃO-BUENO, M. S. 1983. Anatomia funcional de Mytella charruana (D'Orbigny, 1846) (Bivalvia: Mytilidae). Bolm Zool., Univ. S Paulo, 6:113-145.         [ Links ]

NISHIDA, A. K. & LEONEL, R. M. V. 1985. Dados preliminares sobre a ecologia de Mytella guyanensis (Lamarck, 1819) (Mollusca-Bivalvia) da Ilha da Restinga, estuário do Rio Paraíba do Norte, Brasil. In: ENCONTRO BRASILEIRO DE GERENCIAMENTO COSTEIRO, Fortaleza, 1985. Anais. Fortaleza, p.175-178.         [ Links ]

PETRAGLIA-SASSI, R. C. 1986. Moluscos do estuário do Rio Paraíba do Norte, Estado da Paraíba, Brasil: Taxonomia e algumas considerações ecológicas. Dissertação de mestrado. Universidade Federal da Paraíba. Centro de Ciências Exatas e da Natureza. 132 p.         [ Links ]

SANTOS, E. P. 1978. Dinâmica de populações aplicada à pesca e à piscicultura. São Paulo, Hucitec-EDUSP, 129 p.         [ Links ]

SANTOS, P. S. 1975. Tecnologia de argilas aplicada às argilas brasileiras. São Paulo, Edgard Blücher/EDUSP. 340 p.         [ Links ]

SASSI, R. & WATANABE, T. 1980. Estudos ecológicos básicos no estuário do Rio Paraíba do Norte, Paraíba, Brasil. Fitoplâncton e fatores hidrológicos. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE ECOLOGIA, 2., Belém,1980. Anais. Belém, v.3, p.305-313.         [ Links ]

SCHAEFFER-NOVELLI, Y. 1976. Alguns aspectos ecológicos e análise da população de Anomalocardia brasiliana (Gmelin, 1791) (Mollusca- Bivalvia), na praia do Saco da Ribeira, Ubatuba, Estado de São Paulo. Tese de doutorado. Universidade de São Paulo, Instituto de Biociências. 119 p.         [ Links ]

SIBAJA, W. G. & VILLALOBOS, C. R. 1986. Crecimiento del mejillón chora Mytella guyanensis (Bivalvia: Mytilidae), en el Golfo de Nicoya, Costa Rica. Revta Biol. trop., 35(2):231-236.         [ Links ]

SIEGEL, S. 1975. Estatística não paramétrica para as ciências do comportamento. São Paulo, McGraw Hill do Brasil. 350p.         [ Links ]

SOARES, H. A.; SCHAEFFER-NOVELLI, Y. & MANDELLI, E. J. 1982. Berbigão Anomalocardia brasiliana (Gmelin, 1791), bivalve comestível da região do Cardoso, Estado de São Paulo, Brasil: aspectos biológicos de interesse para a pesca comercial. Bolm Inst. Pesca, São Paulo, 9:21-38.         [ Links ]

SUGUIO, K. 1973. Introdução à sedimentologia. São Paulo, Edgard Blücher-EDUSP. p.317.         [ Links ]

THOMAS, M. 1951. Some tests of randomness in plant populations. Biometrika, 35:102-111.         [ Links ]

ZAR, J. H. 1984. Biostatistical analysis, 2ed. Englewood Cliffs, Prentice Hall, p.718.         [ Links ]

 

 

(Manuscript received 13 April 1994; revised 27 September 1994; accepted 11 February 1995)

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons