SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.51 número32011 Consensus of the Brazilian Society of Rheumatology for diagnosis and early assessment of rheumatoid arthritis índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista Brasileira de Reumatologia

versión impresa ISSN 0482-5004

Rev. Bras. Reumatol. vol.51 no.3 São Paulo mayo/jun. 2011

http://dx.doi.org/10.1590/S0482-50042011000300001 

EDITORIAL

 

Considerações sobre o Consenso da Sociedade Brasileira de Reumatologia 2011 para o diagnóstico e a avaliação inicial da artrite reumatoide

 

 

Em 1897, Frederick Shattuck, professor de medicina da Harvard Medical School, proferiu a seguinte observação: "Especialidade é um resultado, natural e necessário, do crescimento do conhecimento preciso, inseparavelmente conectado com a multiplicação e a perfeição dos instrumentos de precisão. Tem seus inconvenientes e até absurdos... Alguns anos atrás, um ex-interno e recém-graduado pediu-me, aparentemente sério, que lhe desse o nome de um especialista em reumatismo. Permitimo-nos rir dessas coisas..."

Pouco mais de um século depois, a reflexão de Shattuck não se confirmou. A Reumatologia é um ramo da ciência médica bem consolidado. Nós, reumatologistas, somos ao mesmo tempo espectadores e protagonistas de notáveis avanços nos campos da fisiopatogenia, diagnóstico e tratamento de diversas afecções, sobretudo no que diz respeito à doença mais emblemática de nossa especialidade, a artrite reumatoide.

Os avanços terapêuticos são, contudo, limitados pela capacidade do diagnóstico. Somente diagnosticando precoce e corretamente a artrite reumatoide, é possível estabelecer o tratamento adequado, o que potencialmente muda a história natural da doença. Em uma era em que marcadores sorológicos e exames de imagem evoluem rapidamente, o diagnóstico da artrite reumatoide continua a depender essencialmente da história clínica: anamnese e exame físico cuidadosos devem ser a base para a suspeita diagnóstica e solicitação de exames complementares.1

A Sociedade Brasileira de Reumatologia, através de sua Comissão de Artrite Reumatoide, sintetiza recomendações para o manejo da artrite reumatoide no Brasil, com enfoque no diagnóstico e avaliação inicial da doença. O propósito de estabelecer tais recomendações é definir e embasar os reumatologistas brasileiros, utilizando evidências obtidas em estudos controlados para homogeneizar a abordagem diagnóstica da artrite reumatoide dentro do contexto socioeconômico brasileiro. As recomendações propostas foram, antes de tudo, elaboradas sob a premissa de não tolher ou limitar a individualidade, o bom senso e a autonomia da decisão médica - instrumento máximo que caracteriza a ciência da Medicina.2

O Consenso da Sociedade Brasileira de Reumatologia 2011 para o diagnóstico e a avaliação inicial da artrite reumatoide tem a finalidade de servir como um guia para reumatologistas, clínicos, generalistas, ortopedistas, fisiatras e outros especialistas correlatos na sistematização e uniformização da coleta de dados para o diagnóstico, muitas vezes tão complexo, da artrite reumatoide.

A medicina é a arte do momento certo
Ovídio (43 aC - 18 dC)

 

Licia Maria Henrique da Mota
Professora-Colaboradora de Clínica Médica;
Serviço de Reumatologia da Faculdade de Medicina da Universidade de Brasília FMUnB;
Doutora em Ciências Médicas pela FMUnB

 

REFERÊNCIAS

1. Villeneuve E, Nam J, Emery P. 2010 ACR-EULAR classification criteria for rheumatoid arthritis. Rev Bras Reumatol 2010;50(5):481-3.         [ Links ]

2. Mota LM, Cruz BA, Brenol CV, Pereira IA, Rezende LS, Bertolo MB et al. 2011 Consensus of the Brazilian Society of Rheumatology for diagnosis and early assessment of rheumatoid arthritis. Rev Bras Reumatol 2011;51:199-219.         [ Links ]