SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 número3Estimulação elétrica transcutânea no alívio da dor do trabalho de parto: revisão sistemática e meta-análise índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Physical Therapy

versão impressa ISSN 1413-3555

Rev. bras. fisioter. vol.15 no.3 São Carlos maio/jun. 2011

https://doi.org/10.1590/S1413-35552011000300001 

EDITORIAL

 

International Conference on Perception and Action no Brasil

 

 

O Brasil vem recebendo grande atenção internacional nos últimos anos. A realização da Copa do Mundo, em 2014, e a das Olimpíadas, em 2016, são os melhores exemplos dessa atenção. Entretanto, essa notoriedade brasileira não está restrita a eventos esportivos. O aumento do número de revistas científicas indexadas internacionalmente e o do número de eventos internacionais realizados no Brasil é uma demonstração de que essa notoriedade brasileira também se estende à área científica. Nesse contexto, em 2011, será realizada no Brasil, pela primeira vez, a Conferência Internacional em Percepção e Ação (International Conference on Perception and Action - ICPA). A ICPA é um evento científico idealizado pela Sociedade Internacional de Psicologia Ecológica (International Society for Ecological Psychology - ISEP) e teve sua primeira versão em Storrs (Connecticut, Estados Unidos), no ano de 1981. A ICPA é realizada a cada dois anos, tendo sido sediada em diferentes países, como Estados Unidos, Suíça, Itália, Holanda, França, Canadá, Escócia, Austrália e Japão. Como um sinal de reconhecimento científico do Brasil, a décima sexta edição da ICPA será realizada na América do Sul, especificamente em Ouro Preto (Minas Gerais).

O principal objetivo da ICPA é promover um encontro científico de estudantes de pós-graduação e cientistas de diferentes formações e áreas de atuação para discussões de temas relacionados à percepção e ação. Tradicionalmente, a ICPA promove a oportunidade de apresentação de dados científicos, de desenvolvimentos metodológicos e de discussões teóricas sobre temas que envolvem a percepção baseada em informação, aprendizado perceptual, cognição, neurodinâmica, robótica, coordenação da ação e da fala, desenvolvimento perceptuo-motor, entre outros. A proposta do psicólogo experimental James Gibson de que o comportamento de sistemas biológicos nos seus mais diversos níveis (motor, perceptual, cognitivo ou social) é regido por leis naturais permeia os diversos temas que tradicionalmente têm sido abordados e discutidos na ICPA.

A ICPA-16 envolverá oito simpósios, cada um com três apresentações de pesquisadores sobre temas que incluem o papel da ação na percepção, inteligência física, coordenação, déficits na coordenação social em condições patológicas, aprendizagem na ação, dentre outros. Além dos simpósios, a conferência terá apresentações de temas livres seguidas de discussão e apresentação de trabalhos em forma de pôsteres. A décima sexta edição da ICPA já tem alcance internacional, uma vez que já estão confirmadas as participações de palestrantes não apenas do Brasil mas também da França, Japão, Holanda, Bélgica, Noruega e Estados Unidos.

A realização da ICPA no Brasil será uma oportunidade única para difundir e divulgar não apenas o evento a pesquisadores do nosso país como também os temas e referenciais teóricos adotados pelos diferentes participantes. Com isso, esperamos que a ICPA-16 possa contribuir para o crescimento e consolidação de pesquisas nas áreas de percepção e ação, as quais são realizadas em diferentes centros de pesquisas localizados no Brasil. A ICPA-16 ocorrerá de 6 a 10 de julho de 2011 em Ouro Preto.

Mais informações sobre os palestrantes e programação podem ser obtidas no site: www.icpa16.techlise.com.br.

 

Paula Lanna Pereira da Silva
Sérgio Teixeira da Fonseca
Juliana Melo Ocarino
Departamento de Fisioterapia, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG),
Belo Horizonte, MG, Brasil

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons