SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue2Motor development of children with cerebral palsy: assessment and intervention author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • Have no similar articlesSimilars in SciELO

Share


Revista Brasileira de Educação Especial

Print version ISSN 1413-6538

Rev. bras. educ. espec. vol.14 no.2 Marília May/Aug. 2008

http://dx.doi.org/10.1590/S1413-65382008000200001 

EDITORIAL

 

 

Prezados sócios da ABPEE e demais leitores, o volume 14, número 2, apresenta 10 artigos de relatos de pesquisa e conta com o apoio financeiro do CNPq.

Os artigos publicados versam sobre vários temas, e os enfoques dos estudos se referem a pesquisas descritivas, avaliativas e de intervenção. Esses estudos têm como fonte de informação tanto seres humanos como documentos.

De cunho avaliativo, a artigo Avaliação das habilidades cognitiva e viso-motora em pessoas com Síndrome de Down, apresenta os resultados do uso dos testes TONI 3 - Forma A e Bender - Sistema de Pontuação Gradual (B-SPG). Para isso, foram recrutadas 51 pessoas com a Síndrome de Down, ambos os sexos, com idade cronológica variando entre 6 e 24 anos. Os resultados comparam as medidas de inteligência e as medidas de habilidades viso-motoras.

Dentro do enfoque de avaliação e intervenção, o artigo Desenvolvimento motor de criança com paralisia cerebral apresenta um estudo de caso demonstrando os ganhos com um programa de atividades motoras no meio aquático. Medidas são tomadas antes e depois da intervenção.

Sob o enfoque de intervenção, o artigo Acessibilidade em ambiente universitário: identificação de barreiras arquitetônicas no Campus da USP de Bauru apresenta as modificações estruturais decorrentes das ações da comissão de acessibilidade local. Os resultados demonstram que é possível a ocorrência de mudanças arquitetônicas no interior da universidade para receber alunos com deficiência.

Sob o enfoque da pesquisa descritiva, quatro estudos são apresentados. No artigo A construção da identidade de sujeitos deficientes no grupo terapêutico-fonoaudiológico, os autores descrevem e discutem sobre a formação/construção da identidade de jovens deficientes mentais que participavam de atendimento fonoaudiológico, realizado em grupo. É analisado o papel da linguagem no processo de construção da imagem que o sujeito faz de si mesmo.

O artigo Ensino itinerante para deficientes visuais teve como objetivo descrever as características profissionais, habilidades e condições de trabalho do professor itinerante de alunos com deficiência visual. Os dados foram coletados por meio de entrevistas com seis professores itinerantes.

O artigo Família de crianças com deficiência e profissionais: componentes da parceria colaborativa na escola teve como objetivo identificar e descrever os comportamentos de colaboração efetivos e bem sucedidos entre os profissionais da escola e os familiares de crianças com deficiência. Os participantes - profissionais e familiares - reuniram-se em grupos para discutir o assunto, que foi mapeado pelos autores.

No artigo A fonoaudiologia na relação entre escolas regulares de ensino fundamental e escolas de educação especial é focalizado o papel do fonoaudiólogo no que se refere ao processo de inclusão de crianças com necessidades especiais no Ensino Fundamental.

Três estudos utilizaram documentos, como fonte de informação, para investigar: as pesquisas em Educação Especial no Brasil; a concepção de deficiência mental em um periódico nacional; e o conceito de deficiência sob o olhar da Educação Física.

No estudo Analisando as pesquisas em educação especial no Brasil, os autores investigam a articulação entre o problema e a proposição teórico-metodológica das produções na área da Educação Especial, focando os seus pressupostos epistemológicos.

O artigo A deficiência mental na concepção da Liga Brasileira de Higiene Mental teve como objetivo investigar a concepção e as propostas de atendimento escolar destinado aos deficientes mentais segundo o ideário higienista e eugenista, difundido no periódico Arquivos Brasileiros de Higiene Mental.

Os autores do artigo Corpos deficientes, eficientes e diferentes: uma visão a partir da educação física analisaram como o conceito de corpo é focalizado na educação física tendo como dimensões o passado, o presente e o futuro.

A revista ainda traz duas resenhas dos livros: 1) Um retrato da comunicação alternativa no Brasil: relatos de pesquisas e experiências, volumes I e II, organizado por Leila Regina d'Oliveira de Paula Nunes, Miryam Bonadiu Pelosi e Márcia Regina Gomes. Rio de janeiro, Editora Quatro Pontos, 2007. 2) Inclusão: práticas pedagógicas e trajetórias de pesquisa. Organizado por Denise Meyrelles Jesus et al. Porto Alegre: Mediação, 2007.

 

Conselho Editorial deste número

Eduardo José Manzini
Maria Amélia Almeida
Soraia Napoleão Freitas
Lúcia de Araújo Ramos Martins
Maria Cristina Marquezine