SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue12The DNA of Ciência & Saúde ColetivaThe power to make history by disseminating science author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123On-line version ISSN 1678-4561

Ciênc. saúde coletiva vol.25 no.12 Rio de Janeiro Dec. 2020  Epub Dec 04, 2020

http://dx.doi.org/10.1590/1413-812320202512.35202020 

EDITORIAL

25 anos de compromisso com a ciência e a saúde coletiva!

Gulnar Azevedo e Silva1  2 
http://orcid.org/0000-0001-8734-2799

1Instituto de Medicina Social, Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro RJ Brasil.

2 Presidência, Associação Brasileira de Saúde Coletiva. Rio de Janeiro RJ Brasil.


No dia 29 de setembro de 2019, a Abrasco completou 40 anos. A data foi comemorada na abertura do 8º Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde, em João Pessoa com a presença de 11 dos nossos 16 presidentes e de quatro secretários executivos. Relembramos a nossa história marcada pela trajetória de lutas pela diminuição das desigualdades sociais e para assegurar o direito universal à saúde a todas e todos os brasileiros. Não poderia ter sido mais emblemático o fato dessa comemoração acontecer na Paraíba, capital de um importante estado do Nordeste, região que tem se destacado pela força de resistência a todo o contexto de adversidade política que nosso país vem sofrendo por parte de um regime de austeridade e desmonte de políticas sociais conquistadas e construídas com muito trabalho e dedicação.

A Abrasco nasceu com o compromisso de fortalecer o campo da saúde coletiva se engajando firmemente na construção e no apoio aos programas de pós-graduação lato sensu e stricto sensu em todas as regiões do país1. A partir de 2010 também foi incluída em nossas causas a defesa dos cursos de graduação na área.

O fortalecimento de nossa área científica e a expansão da formação de profissionais comprometidos com a estruturação do campo de saúde coletiva têm marcado a nossa atuação. Acompanhamos o crescimento do número de formandos e da produção científica na área, a qual sempre mostrou o compromisso de fortalecer o nosso sistema universal de saúde. Dentro desta perspectiva que a revista Ciência & Saúde Coletiva, que neste ano completa 25 anos, surgiu e encarou essa missão de forma exemplar. Hoje nos orgulhamos de que a nossa revista é a que está em primeiro lugar de todas as revistas científicas brasileiras segundo os indicadores do Google Scholar e também tem se destacado no índice JCR1.

Não há dúvida de que essa conquista não ocorreu por acaso, mas sim por ser uma revista científica que dialoga com as três áreas que compõem o nosso campo - políticas de saúde, epidemiologia e ciências sociais e humanas - e que recebe todos os temas inerentes às causas sociais e suas interfaces. Sua linha editorial sempre zelou por incluir artigos de alta qualidade científica, mas abertos à cultura e aos saberes populares. Temos certeza de que a trajetória de nossa prestigiada revista se deu aliando divulgação ao respeito à vida, ao fim da violência e à defesa de todos os direitos humanos e liberdades fundamentais2,3.

Sabemos bem de todas as dificuldades que vêm sendo impostas não só aos que trabalham diretamente na revista, mas também aos nossos colaboradores e à nossa comunidade científica em função dos ataques diários à ciência e à educação que estamos vivenciando nos últimos anos; no entanto, com solidariedade e determinação, seguimos adiante. Agradecemos aos que com todas estas dificuldades mantêm viva a revista e continuam acreditando que este é o caminho para garantir o papel da ciência e a liberdade de expressão.

Neste ano em que a C&SC comemora seus 25 anos, o mundo vem sendo acometido pela pandemia de COVID-19. Mais uma vez a revista respondeu à sua missão e desde o mês de junho publicou três números especiais (dois suplementos e uma edição) sobre o tema. Foram mais de 50 artigos que mostraram a importância da nossa área no enfrentamento desta crise sanitária que é a mais grave do século.

Infelizmente, as consequências da pandemia no país têm tomado dimensões alarmantes e, no contexto de tão grave crise institucional e política em que se encontra o país, o quadro é muito preocupante. Temos, contudo, certeza de que estamos exercendo nosso papel ao difundir informação científica que incentiva o diálogo de nossa comunidade e a comunicação com a população.

Parabéns aos atuais editores, Cecilia Minayo, Romeu Gomes e Antônio Augusto Silva, e a todos os colaboradores e equipe de apoio que tornaram esta revista um patrimônio da saúde coletiva brasileira!

Continuaremos firmes na valorização da ciência e na luta pela democracia e pelo direito à saúde e à educação!

Referências

1 Conner N, Provedel A, Maciel ELN. Ciência & Saúde Coletiva: análise da produção científica e redes colaborativas de pesquisa. Cien Saude Colet 2017; 22(3):987-996. [ Links ]

2 Minayo MCS, Gomes R, Silva AAM. 25 anos de ciência para construção do SUS. Cien Saude Colet 2020; 25(3):780-780. [ Links ]

3 Nunes E. Fronteiras do Conhecimento e Saúde Coletiva. Cien Saude Colet 2019; 24(9):3179-3182. [ Links ]

Creative Commons License Este é um artigo publicado em acesso aberto sob uma licença Creative Commons