SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.2 issue2Articulação pesquisa/ensino na universidade brasileira: o caso do Centro de Ciências Biológicas da Universidade Estadual de LondrinaEducação médica e saúde: limites e possibilidades das propostas de mudança author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Interface - Comunicação, Saúde, Educação

On-line version ISSN 1807-5762

Interface (Botucatu) vol.2 no.2 Botucatu Feb. 1998

http://dx.doi.org/10.1590/S1414-32831998000100018 

TESES

 

Aspectos pedagógicos em fundamentos de enfermagem: uma construção participativa

 

 

Maria Helena Dantas de Menezes Guariente

Tese de Mestrado, 1997. Orientadora: Profª Drª Neusi Aparecida N. Berbel. Faculdade de Educação/UEL

 

 

A presente dissertação constitui-se na descrição e análise dos aspectos pedagógicos no ensino da Disciplina Fundamentos de Enfermagem do Curso de Enfermagem da Universidade Estadual de Londrina, discutidos em um grupo formado a partir das enfermeiras-professoras desta área. O trabalho coletivo empreendido buscou propiciar ao grupo de professoras reflexões quanto à inquietação em como trabalhar os aspectos pedagógicos, numa construção participativa, visando à melhoria do ensino. Para tanto, utilizou-se a Metodologia da Pesquisa Participante, tendo como referencial teórico-metodológico impulsionador as etapas citadas por HAGUETTE (1987) e as fases para a construção do conhecimento descritas por PRADA (1996). A pesquisa foi desenvolvida em três etapas: 1- fase pré-processo participativo, com a realização de entrevista com as professoras participantes do grupo, para obtenção de informações sobre o saber e fazer didático-pedagógico na Disciplina. Nesta fase levantou-se também dados com os alunos sobre a Disciplina e o desempenho das professoras; 2- fase do processo participativo com a realização das reuniões do grupo participante, as quais foram gravadas e transcritas; 3- fase pós-processo participativo, com levantamento dos entendimentos e práticas docentes, decorrentes da vivência no grupo de pesquisa e novo levantamento de dados com os alunos quanto a percepção destes sobre a Disciplina e o desempenho das professoras. Das reflexões e discussões provenientes do processo participativo, que foram alicerçadas no referencial teórico da Pedagogia Histórico-Crítica da Educação, selecionaram-se as concepções e práticas pedagógicas mais relevantes, através da apresentação e discussão das categorias Objetivos, Conteúdos, Metodologia e Avaliação. Todo o trabalho realizado pelo grupo foi registrado e analisado a partir da literatura selecionada dentro da concepção educacional adotada. Constatou-se, pela triangulação dos dados obtidos nas três etapas, que: houve por parte das professoras esforço quanto a assiduidade e participação nas reuniões, conseqüentes do compromisso pessoal assumido com o grupo; as reflexões produzidas no e com o grupo sobre os aspectos pedagógicos repercutiram na concepção e no fazer docente das envolvidas, em grau e maneiras diferenciados; a Avaliação e o Conteúdo foram os aspectos pedagógicos de maior envolvimento e repercussão coletiva na prática do ensino da Disciplina; as vivências positivas e/ou negativas foram importantes para o crescimento e fortalecimento das participantes e do grupo; a tarefa de coordenar um grupo demanda algumas características essenciais para o bom desempenho do pesquisador-organizador; as dificuldades e contradições experimentadas durante o processo participativo demonstraram que na heterogeneidade de idéias e/ou ações também se constrói e aprende. Finalmente, concluiu-se que o processo coletivo deve ser contínuo para o aperfeiçoamento pedagógico dos professores, eternos aprendizes do ensinar a aprender, agentes educativos preocupados com a formação de futuros enfermeiros críticos e transformadores da realidade.