SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número40Transferencia de conocimientos y campo de representación en la visión de los profesionales de Salud de la Familia y del Programa de Educación por el Trabajo y para la SaludProcessos de criação e de escrita: a experiência das Exposições IN PACTO índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Interface - Comunicação, Saúde, Educação

versión impresa ISSN 1414-3283

Interface (Botucatu) vol.16 no.40 Botucatu enero/mar. 2012

https://doi.org/10.1590/S1414-32832012000100025 

TESES

 

O desenvolvimento do psiquismo e a educação escolar: contribuições à luz da Psicologia Histórico-cultural e da Pedagogia Histórico-crítica

 

The development of psiquism and the school education: contributions of the Historical-Cultural Psychology and the Historical-Critical Pedagogy

 

El desarrollo del psiquismo y la educación escolar: aportaciones de la Psicología Histórico-Cultural y de la Pedagogia Histórico-Critica

 

 

Lígia Márcia Martins

Psicóloga. Departamento de Psicologia, Faculdade de Ciências, Unesp, campus de Bauru

 

 

Este trabalho versa sobre o desenvolvimento psíquico consubstanciado na formação das funções psíquicas superiores em suas relações com a educação escolar, tomando como unidade mínima de análise a construção da imagem subjetiva da realidade objetiva. Visou-se a caracterizar o psiquismo humano como sistema interfuncional que se institui por apropriação dos signos culturais e, nessa direção, apontar o papel desempenhado pela escolarização em sua formação. Delimitou-se como hipótese desta investigação que, no cerne da proposição vigotskiana segundo a qual o desenvolvimento do psiquismo humano identifica-se com a formação dos comportamentos complexos culturalmente instituídos - com a formação das funções psíquicas superiores, radica a afirmação do ensino sistematicamente orientado à transmissão dos conceitos científicos, não cotidianos, tal como preconizado pela pedagogia histórico-crítica. À vista da verificação da referida hipótese, recorreu-se à epistemologia materialista histórico-dialética, a proposições da psicologia histórico-cultural e da pedagogia histórico-crítica, colocando em tela o desenvolvimento histórico-social do psiquismo; o psiquismo como sistema interfuncional; a caracterização dos processos funcionais e seu desenvolvimento e a interveniência da educação escolar no mesmo. Constatou-se que, de fato, tal hipótese se confirma e que o efetivo desenvolvimento psíquico demanda ações educativas intencionalmente orientadas para esse fim. Todavia, a consecução desse objetivo subjuga-se à qualidade da educação escolar, uma vez que não são quaisquer ações e conteúdos que corroboram a formação dos comportamentos complexos, ancorados nos processos funcionais superiores. Concluiu-se que o trabalho educativo é variável interveniente no desenvolvimento do psiquismo humano e que funções complexas não se desenvolvem na base de atividades que não as requeiram. Portanto, no âmbito da educação escolar, o grau de complexidade requerido nas ações dos indivíduos e a natureza das mediações disponibilizadas para sua execução condicionam a formação da imagem subjetiva da realidade e, a serviço dessa construção, impõe-se o ensino sistematizado e orientado por conteúdos não cotidianos, por conteúdos clássicos, historicamente sistematizados pelo gênero humano, na defesa do qual se aliam a psicologia histórico-cultural e a pedagogia histórico-crítica.

 

 

Palavras-chave: Desenvolvimento psíquico. Educação escolar. Funções psíquicas superiores. Psicologia histórico-cultural. Pedagogia histórico-crítica

Keywords: Psychic development. School Education. Higher psychic functions. Historical-Cultural Psychology. Historical-Critical Pedagogy

Palabras clave: Desarollo psiquico. Educación escolar.Funciones psiquicas superiores. Psicología Histórico-cultural. Pedagogia Histórico-Critica

 

 

Tese apresentada ao concurso público para obtenção de título de Livre-Docente em Psicologia da Educação junto ao Departamento de Psicologia da Faculdade de Ciências da Universidade Estadual Paulista, campus de Bauru.

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons