SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 issue3Neuropsychological development screening in child's educational institutions according to Denver II TestThe care with babies: the knowledge of the teenagers primiparas author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

  • Portuguese (pdf)
  • Article in xml format
  • How to cite this article
  • SciELO Analytics
  • Curriculum ScienTI
  • Automatic translation

Indicators

Related links

Share


Escola Anna Nery

Print version ISSN 1414-8145

Esc. Anna Nery vol.9 no.3 Rio de Janeiro Dec. 2005

http://dx.doi.org/10.1590/S1414-81452005000300004 

ARTIGOS DE PESQUISA

 

Fatores que contribuem para o desmame precoce

 

Factors that contribute to early weaning

 

Factores que contribuyen para el destete precoz

 

 

Mirella Teixeira JocaI; Shirley Katiussy Soares BarrosII; Rafaelle Lopes de OliveiraIII; Maria Adelane Alves MonteiroIV; Ana Karina Bezerra PinheiroV

IEnfermeira. Mestranda em Enfermagem pela UFC
IIAcadêmica de Enfermagem da UFC. Bolsista FUNCAP
IIIAcadêmica de Enfermagem da UFC. Bolsista CNPq
IVEnfermeira. Mestranda em Enfermagem pela UFC. Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica e Obstetrica. Enfermeira da Santa Casa de Sobral
VEnfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora da UFC

 

 


RESUMO

A interrupção prematura da amamentação pode acarretar perigos, pois os alimentos a serem utilizados são inadequados do ponto de vista nutricional, além de expor a criança a organismos infecciosos. Torna-se relevante investigar os fatores relacionados ao desmame precoce. Pesquisa exploratória e quantitativa, realizada no Centro de Desenvolvimento da Família (CEDEFAM), no período de maio a junho/2003, com 20 nutrizes, no qual foi aplicado um questionário contendo 12 questões sobre os motivos que as levaram a desmamarem precocemente. Os resultados foram agrupados em três segmentos: fatores de desmame relacionados com o perfil; a assistência pré-natal e o parto; e prática do aleitamento materno, e apresentados em forma de tabelas. Concluímos que os profissionais e a sociedade podem não estar preparados para favorecer a mulher no exercício da amamentação. Enquanto isso, a política de saúde não cria condições para que todos tenham acesso à educação, melhoria de renda e conscientização do planejamento familiar.

Palavras-chave: Aleitamento materno. Desmame. Nutrição Infantil


ABSTRACT

The premature interruption of breast-feeding can cause danger, as the food that is used is inadequate as to the nutritional point of view, besides exposing the child to infectious organisms. It becomes relevant to investigate the factors related to weaning. Exploratory and quantitative research, carried out in the Family Development Center (CEDEFAM) in the period from May to June/2003, with twenty mothers who answered a questionnaire containing twelve questions about the reasons that led them to wean early. The results were grouped into three categories, presented in the form of charts. We concluded that professionals and society may not be prepared to favor the woman in the exercise of breast-feeding. Meanwhile, health policies do not create the conditions so that everyone can have access to education, income rise and understanding of family planning.

Keywords: Breast Feeding. Weaning. Infant Nutrition.


RESUMEN

La interrupción precoz del destete puede resultar en peligros, pues los alimentos utilizados son considerados por los nuticionistas como inadecuados, además de exponer al niño a organismos infecciosos. Es muy importante investigar los factores relacionados al desmame. Investigación exploratoria y cuantitativa, realizada en una Unidad de Desarrollo de la Família (CEDEFAM), en el período de mayo hasta junio/2003, con 20 nutrices, cuando fue aplicado un cuestionardo com 12 cuestiones sobre los motivos que que las llevaron al destete precoz. Los resultados fueron agrupados en tres segmentos: factores de destete relacionados con el perfil; la asistencia prenatal y el parto; y práctica de la amamantación materna, y presentados en forma de tabelas. Concluimos que los profesionales y la sociedad pueden no estar preparados para faborecer la mujer en amamantación. Mientras eso ocurre, la política de salud no crea condiciones para que todos tengan acceso a la educación, mejoria de salario y conciencia de la planificación familiar.

Palabras clave: Lactancia Materna. Destete. Nutrición Infantil.


 

 

Referências

1. Silva IA. Reflexões sobre a prática do aleitamento materno. Rev Esc Enferm USP 1996 abr; 30(1): 58-72.         [ Links ]

2. Almeida JAG. Amamentação: um híbrido natureza-cultura. Rio de Janeiro (RJ): Ed FIOCRUZ; 1999.         [ Links ]

3. Rocha JM. Introdução à história da puericultura e pediatria no Brasil. Rio de Janeiro (RJ); Nestlé; 1996. 147 p.         [ Links ]

4. Bandinter E. Um amor conquistado: o mito do amor materno. Rio de Janeiro (RJ): Nova Fronteira; 1985.         [ Links ]

5. Costa JF. Ordem médica e norma familiar. Rio de Janeiro (RJ): Nova Fronteira; 1983. 140p.         [ Links ]

6. Goldenberg P. Representando a discriminação como questão social. Campinas (RJ): Cortez; 1989. 194p.         [ Links ]

7. Silva AAM. Amamentação: fardo ou desejo? Estudo histórico-social dos saberes e prática sobre aleitamento materno na sociedade brasileira. [dissertação de mestrado]. Ribeirão Preto(SP): Faculdade de Medicina / USP; 1990.         [ Links ]

8. Bezerra AK, Varela ZM. A mãe que desmama comete crime de negligência? In: Varela ZM, Silva RM, Barroso MGT. Dimensões do cotidiano: violência doméstica, saúde da mulher e desempenho no trabalho. Fortaleza (CE): Pós-Graduação/DENF/UFC; 1998. p.51-62.         [ Links ]

9. Araújo LDS. Querer/Poder amamentar: uma questão de representação? Londrina (PR): Ed Universidade Estadual de Londrina; 1997.         [ Links ]

10. Nakano MAS, Mamede MV. A prática do aleitamento materno em um grupo de mulheres brasileiras: movimento de acomodação e resistência. Rev Latino – Am Enfermagem 1999 jul; 7(3): 69-76.         [ Links ]

11. Ministério da Saúde (BR) Conselho Nacional de Saúde. Comissão Nacional de Ética em Pesquisa-CONEP. Resolução nº 196/96. Dispõe sobre pesquisas envolvendo seres humanos. Brasília (DF); 1998.         [ Links ]

12. Polit DF, Beck CT, Hingler B. Fundamentos de pesquisa em enfermagem: métodos, avaliação e utilização. 5ª ed. Porto Alegre (RS): Artmed; 2004.         [ Links ]

13. Pinheiro AKB. Depois do parto tudo muda: um novo olhar sobre adolescentes nutrizes.[tese de doutorado] Fortaleza (CE): Universidade Federal do Ceará; 2003.         [ Links ]

14. Ministério da Saúde (BR). Assistência Pré-natal. Manual Técnico. 3ªed. Brasília (DF): Secretaria de Políticas de Saúde/MS; 2000.         [ Links ]

15. Ministério da Saúde (BR). Parto, aborto e puerpério: assistência humanizada à mulher. Brasília (DF): Secretaria de Políticas de Saúde/MS; 2001.         [ Links ]

16. Progianti JM,Vargens OMC. As enfermeiras obstétricas frente ao uso de tecnologias não invasivas de cuidado como estratégias na desmedicalização do parto. Esc Anna Nery Rev Enferm 2004 ago; 8(2): 194-97.         [ Links ]

17. Joca MT. Desempenho do papel de nutriz: interação familiar e suporte de apoio.[trabalho de conclusão de curso] Fortaleza (CE): Universidade Federal do Ceará; 2004.        [ Links ]

 

 

Recebido em 15/04/2005
Reapresentado em 12/09/2005
Aprovado em 29/09/2005

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License