SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 issue3Central neuropathic pain after traumatic spinal cord injury: functional capacity and social aspectsTransition to the professional exercise in nursing: an experience in surgical group author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Escola Anna Nery

Print version ISSN 1414-8145

Esc. Anna Nery vol.9 no.3 Rio de Janeiro Dec. 2005

http://dx.doi.org/10.1590/S1414-81452005000300009 

ARTIGOS DE PESQUISA

 

As interfaces do cuidado pelo olhar da complexidade: um estudo com um grupo de pós-graduandos de enfermagem

 

The interfaces of the care from the look of the complexity: a study with a group of post-graduation students in nursing

 

Las interfaces del cuidado desde la visión de la complejidad: un estudio con un grupo de estudiantes de posgrado en enfermería

 

 

Alacoque Lorenzini ErdmannI; Keyla Cristiane do NascimentoII; Gabriela MarcelinoIII; Juliana Aparecida RibeiroIV

IEnfermeira, Doutora em Filosofia da Enfermagem, Professora Titular da UFSC e docente do Programa de PG-Enfermagem da UFSC. Pesquisadora CNPq. Coordenadora do GEPADES (Grupo de Estudos e Pesquisas em Administração de Enfermagem e Saúde). E-mail: alacoque@newsite.com.br
IIMestranda em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. Bolsista CNPq/GEPADES. E-mail: keyla@nfr.ufsc.br
IIIAluna da 4ª fase de Enfermagem da UFSC. Bolsista IC CNPq/GEPADES
IVAluna da 6ª fase de Enfermagem da UFSC. Bolsista PIBIC CNPq/GEPADES

 

 


RESUMO

O cuidado é um processo interativo, dinâmico, solidário, técnico-científico, criativo, e caracteriza o trabalho da Enfermagem. Objetivou-se identificar o conceito de cuidado, os espaços onde o mesmo acontece, quem o pratica e quais as suas dimensões visualizadas por pós-graduandos em enfermagem de uma universidade federal. Trata-se de um estudo qualitativo, exploratório-descritivo. A coleta de dados foi realizada em outubro e novembro de 2004, mediante entrevista com 15 discentes de pós-graduação em enfermagem. Os dados foram submetidos à análise de conteúdo temática, interpretados ao olhar do referencial da complexidade. Os resultados mostram os tipos de cuidado, espaços de cuidado, seres humanos envolvidos no cuidado e as dimensões de cuidado visualizadas pelos sujeitos do estudo. Estes resultados apontam para um cuidar ora mais criativo, com responsabilidade e mais autonomia, e ora mais caritativo e solidário. A complexidade do cuidado é evidenciada nas relações, interações e associações dos seres humanos, nos diversos espaços sociais.

Palavras-chave: Cuidado de Enfermagem. Formação de Conceito. Estudantes de Enfermagem.


ABSTRACT

The care is an interactive, dynamic, solidary, technician-scientific, creative process, and characterizes the work of the Nursing. It was objectified to identify the care concept, the spaces where the same it happens, who practices it and which its dimensions, visualized by students of the post-graduation level in Nursing of a Federal University. It is about a qualitative study, exploratory-descriptive. The collection of data was realized in October and November of 2004, by means interview with 15 learning of after-graduation in nursing. The data had been submitted to the thematic content analysis, interpreted to the look of the complexity theory. The results show the types of care, spaces of care, involved human beings, and the dimensions of care visualized by the persons of the study. These results point a care however more creative, with responsibility and more autonomy, and however more charitable and solidarity. The complexity of the care is evidenced in the relations, interactions and associations of the human beings, in the diverse social spaces.

Keywords: Nursing Care. Concept Formation. Students Nursing.


RESUMEN

El cuidado es un proceso interactivo, dinámico, solidario, tecnico-cientifico, creativo, y caracteriza el trabajo de la Enfermería. Se objetivó identificar el concepto del cuidado, los espacios donde sucede el mismo, quien lo practica y cuales son sus dimensiones visualizadas por estudiantes de los cursos de postgrado en enfermería de una universidad federal. Se trata de un estudio cualitativo, exploratorico-descrictivo. La recoleccion de datos fue realizada en octubre y noviembre de 2004, por medio de entrevista con 15 alumnos de postgrado en enfermería. Los datos fueron sometidos al análisis de contenido temático, interpretados desde la visión de la complejidad. Los resultados demuestran los tipos de cuidado, los espacios implicados del cuidado, los seres humanos y las dimensiones del cuidado visualizadas por los sujetos del estudio. Estos resultados señalan para un cuidado más creativo, con responsabilidad y más autonomía, y sin embargo caritativo y solidario. La complejidad del cuidado se evidencia en las relaciones, las interacciones y las asociaciones de los seres humanos, en los espacios sociales diversos.

Palabras clave: Atención de Enfermería. Formación de Conceito. Estudiantes de Enfermería.


 

 

Referências

1. Leininger MM. Caring: an essential human need. Detroit (USA): Slack; 1991.         [ Links ]

2. Watson J. Enfermagem: ciência humana e cuidar uma teoria de enfermagem. Tradução de João Enes. Rio de Janeiro (RJ): Lusociência; 2002. 182p         [ Links ]

3. Silva AL. Cuidado como momento de encontro e troca. Anais do 50º Congresso Brasileiro de Enfermagem; 1998. p. 75 - 79.         [ Links ]

4. Reverby S. A caring dilemma: womanhood and nursing in a historical perspective. Nurs Res 1987; 36: 5-11.         [ Links ]

5. Collière MF. Promover a vida. Lisboa (PO): Sindicato dos Enfermeiros. Portugueses; 1989.         [ Links ]

6. Mayeroff M. A arte de viver e servir ao próximo para servir a si mesmo. Rio de Janeiro (RJ): Record; 1971.         [ Links ]

7. Heidegger M. Todos nós... ninguém. Tradução de Dulce Mara Cristelli. São Paulo (SP): Moraes; 1981.         [ Links ]

8. Hayashi AAM. O cuidado de enfermagem no CTI: da ação/reflexão a conscientização. [dissertação mestrado]. Florianópolis (SC): Curso de Pós-Graduação em Enfermagem/ UFSC; 2000. 112 p.         [ Links ]

9. Boff L. Saber cuidar: ética do humano, compaixão pela terra. Petrópolis (RJ): Vozes; 1999.         [ Links ]

10. Horta WA. Processo de Enfermagem. São Paulo (SP): EPU/EDUSP; 1979. p. 99.         [ Links ]

11. Erdmann AL. Sistema de cuidado de enfermagem. Pelotas (RS): Universitária/UFPel; 1996.         [ Links ]

12. Maia ARR. Elementos e dimensões do cuidado na perspectiva de clientes ambulatoriais. Texto&Contexto Enferm 1998; 7(2): 133-50.         [ Links ]

13. Morin, E. Introdução ao pensamento complexo. 2ª ed. Lisboa (PO): Instituto Piaget; 1995.         [ Links ]

14. Morin E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo (SP): Cortez; 2000.         [ Links ]

15. Morin E. A cabeça bem feita – repensar a reforma, reformar o pensamento. Rio de Janeiro (RJ): Bertrand Brasil; 1999.         [ Links ]

16. Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº196 de 10 de outubro de 1996. Diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisa envolvendo seres humanos. Bioética 1996; 5(2): 13-44.         [ Links ]

17. Erdmann AL. O sistema de cuidados de enfermagem: sua organização nas instituições de saúde. Texto& Contexto Enferm 1998; 7(2): 52-69.         [ Links ]

18. Castro ES, Mendes PW, Ferreira MA. A interação no cuidado: uma questão fundamental. Esc Anna Nery Rev Enferm 2005; 9(1): 39-45.         [ Links ]

 

 

Recebido em 09/06/2005
Reapresentado em 18/11/2005
Aprovado em 23/11/2005

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License