SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue3The nurse-being dealing with the care to the child in the immediate post-operative cardiac surgeryThe profile of the puerperal adolescents treated in a referenced maternity in Fortaleza-Ceará author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • Have no similar articlesSimilars in SciELO

Share


Escola Anna Nery

Print version ISSN 1414-8145

Esc. Anna Nery vol.16 no.3 Rio de Janeiro Sept. 2012

http://dx.doi.org/10.1590/S1414-81452012000300008 

PESQUISA

 

Cuidados com a pele do recém-nascido: análise de conceito

 

Skin care of the newborn: concept analysis

 

Cuidados con la piel del recién nacido: análisis del concepto

 

 

Fernanda Cavalcante FonteneleI; Lorita Marlena Freitag PagliucaII; Maria Vera Lúcia Moreira Leitão CardosoIII

IDoutoranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Ceará (UFC). Membro do Projeto de Pesquisa Saúde do Binômio Mãe-Filho/SABIMF/UFC. Fortaleza-CE. Brasil. E-mail: fernanda.fontenele@oi.com.br
IIDoutora em Enfermagem. Professora Titular do Departamento de Enfermagem da UFC. Pesquisadora do CNPq. Fortaleza-CE. Brasil. E-mail: pagliuca@ufc.br
IIIDoutora em Enfermagem. Professora Associada do Departamento de Enfermagem da UFC. Pesquisadora do CNPq. Coordenadora do projeto de pesquisa "Saúde do Binômio Mãe-filho/SABIMF/UFC". Fortaleza-CE. Brasil. E-mail: cardoso@ufc.br

 

 


RESUMO

O foco do enfermeiro é o cuidado ao ser humano e, em neonatologia, o cuidar da pele do recém-nascido é prioridade. Objetivou-se analisar o conceito de cuidado com a pele do recém-nascido. Referencial teórico metodológico utilizado: Modelo de Análise de Conceito de Rodgers, que permitiu analisar os antecedentes, atributos e consequentes do conceito estudado. Identificaram-se os antecedentes: prematuridade, risco de infecção, monitorização, fatores ambientais, alterações fisiológicas, antissépticos, assistência intensiva, procedimentos invasivos, lesão, exame físico e baixo peso. Atributos: contínuo, individualizado, dinâmico, eficaz, criterioso, delicado, humanizado, seguro, integral, prioridade, imediato e padronizado. Consequentes: previne lesões, mantém a pele íntegra, melhora a condição da pele, o quadro clínico e a circulação, controla as perdas de água, previne infecção e proporciona conforto.. Este método oferece um suporte na consolidação do conhecimento. O conceito analisado revelou importante associação com a prematuridade e risco de infecção, relacionando-se com as características ao longo do tempo.

Palavras-chave: Formação de conceito. Cuidados de enfermagem. Recém-nascido. Pele.


ABSTRACT

The focus of nursing care is the care to human beings. In neonatology, taking care of skin of newborns is priority. The objective was to analyze the concept of skin care to newborns. Theoretical and methodological framework used: Rodgers' Concept Analysis Model which allowed analyzing background, attributes and consequences of the concept studied. The backgrounds identified were: prematurity, infection risk, monitoring, environmental factors, physiological changes, antiseptics, intensive care, invasive procedures, injury, physical examination and low weight. The attributes were: continuous, individualized, dynamic, efficient, careful, gentle, humane, safe, full, priority, immediate, and standardized. Consequences: prevents injuries, maintains healthy skin, improves skin condition, the clinical and circulation status, water loss control, prevents infection and provides comfort. This method offers a support to consolidate the knowledge. The concept analysis revealed significant association with premature birth and risk of infection, regarding the characteristics over time.

Keywords: Concept formation. Nursing care. Infant, newborn. Skin.


RESUMEN

El foco de enfermero es la atención al ser humano. En neonatología, la atención a la piel del recién nacido debe ser prioridad. El objetivo de esta investigación fue examinar el concepto del cuidado con la piel del recién nacido. El marco teórico metodológico fue el Modelo de Análisis Conceptual de Rodgers, que permitió analizar antecedentes, atributos y consecuentes del concepto estudiado. Se identificaron los antecedentes: prematuridad, riesgo de infección, vigilancia, factores ambientales, cambios fisiológicos, antisépticos, cuidados intensivos, procedimientos invasivos, lesión, examen físico y bajo peso. Atributos: continuo, individualizado, dinámico, eficaz, sensato, suave, humanizado, seguro, integral, prioridad, inmediato y estandarizado. Consecuentes: previene lesiones, mantiene la piel sana, mejora la condición de la piel, el cuadro clínico y la circulación, control de las pérdidas de agua, evita infección y promueve confort. Este método proporciona soporte en la consolidación del conocimiento. El concepto analizado reveló asociación significativa entre prematuridad y riesgo de infección, correlacionándose a las características a lo largo del tiempo.

Palabras clave: Formación de concepto. Cuidados de enfermería. Recién nacido. Piel.


 

 

INTRODUÇÃO

O foco principal do enfermeiro é o cuidado ao ser humano, que consiste na essência da profissão e se dá no contexto de suas experiências. É fundamental a compreensão de sua natureza e como está sendo descrito na literatura na visão dos diversos profissionais que cuidam. O cuidado de enfermagem, para dar conta da complexidade e dinamicidade das questões que envolvem o estar saudável e o estar doente de indivíduos e/ou grupos populacionais, precisa abranger, além dos aspectos técnico científicos, os preceitos éticos, estéticos, filosóficos, humanísticos e culturais.1 Configura a mais antiga prática da história do mundo.

Quando se particulariza a Enfermagem em neonatologia, o cuidado voltado à pele do recém-nascido (RN) tem se tornado uma preocupação na Unidade de Internação Neonatal (UIN), devendo então ser primazia nas ações do enfermeiro, pois a pele é uma barreira protetora dos órgãos internos contra agentes externos. Manter a integridade da pele é um fator necessário para o desempenho de suas funções, e alguns fatores, como traumatismos, queimaduras, dermatites, úlceras, imunidade diminuída, dentre outros, prejudicam esta membrana.2 Habilidades de raciocínio crítico constituem ferramentas essenciais neste contexto, principalmente para tomada de decisões, competência intrínseca do enfermeiro em todas as áreas de atuação.

Explicita-se aqui uma preocupação com esta membrana ainda em desenvolvimento no RN, dotada de características peculiares, e de excessiva sensibilidade, podendo ter suas funções prejudicadas diante de sua condição. Ainda no primeiro mês de vida, a pele do RN sofre várias modificações visando adaptar-se à vida no meio exterior. As alterações cutâneas verificadas neste período compreendem desde processos temporários causados por mecanismos fisiológicos até quadros permanentes decorrentes de enfermidades graves.3

A North American Nursing Diagnosis Association Internacional 4 cita como fatores de risco: radiação, imobilização física, adesivos que arrancam os pelos, pressão, contenção, distermias, umidade, substâncias químicas, excreções, secreções, medicações e extremo de idade. Considerando todos os procedimentos realizados na admissão dos recém-nascidos na UN, atenta-se para as alterações que podem surgir na pele destes, isto porque muitos procedimentos terapêuticos indicados, inevitavelmente, acabam por expô-los a situações de agravos à sua delicada e sensível pele.

Acredita-se no valor que tem o perfeito estado da pele para um satisfatório desenvolvimento do organismo e um eficaz restabelecimento funcional, assumindo um compromisso de desenvolver um comportamento de proteção à saúde do RN, por meio do cuidado com sua pele. Por isso, a importância de se analisar o conceito de cuidado com a pele do RN, considerando este conceito fundamental para realização de uma assistência de melhor qualidade.

Observa-se, nos últimos anos, considerável atenção ao desenvolvimento do conhecimento na enfermagem. Os conceitos são construídos ao longo da história, trazendo contribuições significativas à construção do conhecimento, mas para que possam melhorar a qualidade da assistência, é necessário que sejam esclarecidos e definidos na perspectiva de serem utilizados com mais coerência e compreensão de seu significado.

A definição clara de conceitos para solucionar possíveis problemas de entendimento vem a cada dia se tornando preocupação de doutores nas academias, que tentam fazer emergir este interesse nos profissionais de enfermagem. A ênfase na análise de conceitos é necessária, pois estes desempenham um papel importante no desenvolvimento e aplicação do conhecimento na prática.

O uso continuado do método de análise de conceito assegura a exploração, a análise crítica dos fundamentos filosóficos e as implicações do método, que é atualmente empregado em enfermagem. Desta forma, a clarificação dos conceitos promove a organização da experiência, facilitando a comunicação entre os indivíduos. Logo, quando a definição ou os atributos de um conceito não são claros, sua capacidade para auxiliar nas tarefas fica prejudicada.5 Por este motivo é necessário o interesse pelo desenvolvimento do tema pelos enfermeiros, para que se possa esclarecer ao máximo o grau desejado de clareza dos conceitos de interesse.

O propósito de uma análise é definir o conceito de interesse em termos de seus atributos essenciais ou essência. Essa essência normalmente é apresentada como um conjunto de condições que são necessárias e suficientes para delinear o domínio e os limites do conceito. O ato de clarificar um conceito não significa um ponto final, mas um passo crítico no processo de desenvolvimento do conhecimento relacionado aos conceitos de interesse em enfermagem, considerando-o dinâmico e dependente do contexto em que está inserido.

Para este estudo adotou-se um Modelo da Análise de Conceito5-6 que afirma que um conceito é uma ideia ou construção mental elaborada acerca de um fenômeno, sendo essencial no desenvolvimento de pesquisas, assim como na construção de teorias. Compreende atributos abstratos da realidade e, consequentemente, representa mais do que palavras ou imagens mentais, pois estas não capturam a natureza complexa dos conceitos. O autor sugere os passos para desenvolvimento simultaneamente: Identificar o conceito de interesse e expressões associadas; Identificar e selecionar um campo apropriado para coleta de dados; Coletar dados para identificar os antecedentes, atributos do conceito e termos substitutos relacionados e consequentes; Analisar os dados identificando as características do conceito; Identificar um modelo de conceito adequado e identificar hipóteses e implicações para o desenvolvimento de outros estudos.

Na leitura de estudos sobre o cuidado com a pele, tentou-se verificar como os autores definem o conceito, as características a ele atribuídas e as ideias que discutem a condição do cuidado do RN, uma vez que os atributos essenciais expressam a natureza do conceito, tendo surgido alguns questionamentos: O autor define o conceito de cuidado a pele? Que características (atributos) são apontadas por ele? Quais as ideias que o autor discute sobre o conceito de cuidado com a pele do RN?

Deste modo, esta pesquisa que enfoca a análise de conceito de cuidado com a pele do RN contribuirá para clarificar os pressupostos dos profissionais que atuam nesta área, otimizando a qualidade do cuidado com a pele. Busca-se compreender este conceito em uma visão direcionada ao cuidado do recém-nascido, como medida de promoção da saúde. Com isso, objetivou-se analisar o conceito de cuidado com a pele do recém-nascido, descrevendo seus antecedentes, atributos e consequentes.

 

METODOLOGIA

Desenvolveu-se um estudo documental. O referencial teórico-metodológico utilizado foi o Modelo de Análise de Conceito de Rodgers, tendo sido desenvolvidas as seguintes etapas: Identificar o conceito de interesse e expressões associadas; identificar e selecionar o campo de coleta de dados e identificar antecedentes, atributos e consequentes.

Para seleção do material bibliográfico, realizou-se a busca nas bases de dados SCOPUS; National Library of Medicine (PubMed), Cumulative Index of Nursing and Allied Health Literature (CINAHL) e Cochrane Collaboration, por serem consideradas importantes e que dão visibilidade ao que é publicado na área de Enfermagem.7 Não foi estipulado período de delimitação das publicações visando a apreensão de toda a publicação possível sobre o tema.

Para identificação dos trabalhos, utilizaram-se diferentes descritores (controlados e não controlados): Indexterms, MeSH Terms, TX All Text e Key Word: nursing care; newborn; skin; atención de enfermeria; recién nacido; piel; cuidados de enfermagem; recém-nascido e pele. Definiram-se como critérios de inclusão: artigos de enfermagem na íntegra, publicados em português, inglês e espanhol, que abordassem o cuidado de enfermagem com a pele do recém-nascido. Excluíram-se: Editoriais e Cartas ao editor. Ressalta-se que os artigos repetidos em mais uma base de dados foram analisados apenas em uma base.

Para coleta de dados foi utilizado um instrumento contendo a identificação do artigo original: título, base de dados, conceito, antecedentes, atributos e consequentes. Conseguinte à identificação dos artigos nas bases de dados, foram feitas leituras dos títulos para eliminação dos artigos repetidos e dos que não correspondessem aos critérios estipulados. Em um segundo momento, realizou-se a leitura dos resumos para uma maior delimitação da amostra e purificação do material pré-selecionado. Uma vez de posse dos artigos selecionados, realizaram-se várias leituras exploratórias rigorosas, para identificação dos itens existentes no formulário e confirmação da adequação do artigo. A coleta e análise dos dados ocorreram no período de junho a outubro de 2010. Após a análise, os resultados foram apresentados em forma de tabelas, discutidos de forma descritiva e comparados com a literatura, permitindo uma melhor compreensão dos mesmos.

 

RESULTADOS

Com o conceito de interesse bem definido, desenvolveu-se a etapa seguinte, que foi a seleção do campo apropriado para coleta de dados, para identificar os antecedentes, atributos e consequentes do conceito. No processo de seleção dos artigos, inicialmente foram identificados 576 artigos conforme a Tabela 1.

 

 

Foram localizados 576 artigos, após a leitura dos títulos e resumos, foram excluídos 482. Dos 94 artigos, 48 não estavam disponíveis on line, e 28 foram excluídos por já estarem contidos em outra base de dados, contabilizando ao todo 18 artigos para serem analisados na íntegra.

Dentro do contexto da prática da enfermagem neonatal, favorecendo assim a definição das atribuições dos enfermeiros, na etapa de análise é fundamental identificar e explorar os atributos do conceito cuidado com a pele, para esclarecer e elucidar o significado e a natureza deste. Nela se identificam as características do conceito que aparecem repetidamente quando este é definido ou descrito.

Entende-se por antecedentes as situações, eventos ou fenômenos que precedem um conceito de interesse. Auxiliam a compreensão do contexto social, no qual o conceito é geralmente usado, como também favorecem o refinamento do mesmo e são úteis para identificar pressupostos subjacentes.6,8

Nos textos analisados identificaram-se os seguintes antecedentes: prematuridade, risco de infecção, monitorização, fatores ambientais, alterações fisiológicas, assistência intensiva, procedimentos invasivos associados ao uso de antissépticos, lesão e exame físico.

O atributo do conceito constitui uma definição real, em oposição a uma definição nominal ou dicionário que meramente substitui uma expressão sinônima para outra. É o conjunto de atributos que torna possível a identificação da situação subtendida no conceito.6 Atributos identificados: contínuo, individualizado, dinâmico, eficaz, criterioso, delicado, humanizado, seguro, integral, prioridade/primazia, imediato e padronizado.

Os eventos consequentes referem-se a situações resultantes da condição crônica de saúde, evidenciáveis na aplicação efetiva do conceito, e são úteis para determinar ideias negligenciadas, as variáveis ou relações fecundas para novos rumos da pesquisa.6,8 Consequentes identificados: previne lesões, mantém pele íntegra, melhora a condição da pele, o quadro clínico e a circulação, controla as perdas de água, previne infecção e proporciona conforto.

Tem-se um melhor entendimento da relação destes componentes na Figura 1.

 

 

DISCUSSÃO

O uso de análise de conceito tem auxiliado no esclarecimento da natureza do conceito e tem potencialmente formado um modelo crítico e desafiador na prática de enfermagem,9 em um movimento de busca de níveis crescentes de qualidade e complexidade.

Identificando os antecedentes

De acordo com os textos analisados, no que concerne ao cuidado com a pele do RN, observam-se eventos ou fenômenos antecedentes, entre eles, a prematuridade e a sobrevida do RN, mediante tantos avanços tecnológicos. Estes estão diretamente relacionados a imaturidade dos órgãos e a seu funcionamento ainda em desenvolvimento, configurando a necessidade do cuidado individualizado. Sabe-se que o risco de sepse é inversamente proporcional à idade gestacional.10 Isso porque, quanto menor a idade gestacional do RN, maior o risco deste a vir a desenvolver lesões e infecções de pele.

Alterações fisiológicas são evidenciadas nestes clientes, que passam por importantes modificações adaptativas necessárias para sua sobrevivência, sendo muitas vezes agressivas mediante as condições a que está exposto. Os recém-nascidos devem ser submetidos à adaptação do ambiente no útero para o meio ambiente aeróbio após o parto. As alterações cutâneas verificadas neste período compreendem desde processos temporários causados por mecanismos fisiológicos até quadros permanentes decorrentes de enfermidades graves.3 Durante este processo, sua pele auxilia no processo de termorregulação, funciona como uma barreira. Preservar a integridade da pele é um importante aspecto da assistência de enfermagem neste período neonatal de transição.11

A assistência intensiva na UTIN contrapõe-se à necessidade do manuseio mínimo para melhorar a qualidade de vida dos RN, principalmente quando da realização de procedimentos invasivos. Estes, associados ao uso de antissépticos, às vezes excessivos, porém sempre importantes para a terapêutica dos RN, podem muitas vezes ser potenciadores do surgimento de lesões, reafirmando a pertinência do cuidado individualizado.

Destaca-se também o exame físico inicialmente realizado na admissão do RN e repetido diariamente, para se ter uma avaliação contínua e fidedigna. Por meio do exame físico, pode-se direcionar o cuidado mais adequado ao cliente e a confirmação da necessidade de uma monitorização contínua para a informação de dados fidedignos imprescindíveis sobre o estado clínico do RN. Por mais simples e rotineiro que possa parecer o cuidado dispensado, durante sua permanência na unidade neonatal, o RN é submetido a uma série de manuseios, utilizando dispositivos de apoio à vida, como a utilização de sensores, eletrodos para monitorar os parâmetros vitais.2

Também os aspectos ambientais foram considerados neste contexto. Após o nascimento, fatores significantes do meio ambiente e comportamental podem afetar a estrutura e função da pele. Esses fatores incluem mudanças na temperatura do ambiente, alterações no ressecamento e umidade da superfície da pele e o contato intermitente com a fricção das roupas, cobertores e fraldas.12

Finalmente tem-se a lesão de pele como uma realidade na UTIN entre RN. Um estudo realizado em 2005 na cidade de Fortaleza/Ceará, com prematuros, identificou que os RN que mais apresentaram lesões pesavam menos de 1.000g; nasceram entre 30 e 35 semanas, sendo a área corporal de maior ocorrência a face.2 Foi indicado um cuidado preventivo destas complicações.

Observa-se que os antecedentes direcionam o processo, desenvolvendo uma relação fundamental na formulação do conceito em estudo.

Conhecendo os atributos

É relevante destacar aqui os atributos identificados tidos como essenciais na construção do conceito: O cuidado com a pele do RN deve ser prioritário, contínuo e dinâmico, durante toda sua permanência na unidade, quer seja cuidado direto ou indireto com o cliente. Para assegurar uma assistência adequada de enfermagem ao RN, é fundamental atender a necessidades como nutrição, higiene, mudança de decúbito, medicações, estimulação que requerem contato direto e contínuo, os quais estão imbricadas ao cuidado primordial da pele.

Para que o cuidado seja eficaz, é imprescindível que seja individualizado, humanizado e seguro. O cuidado humanizado também diz respeito a capacitação dos profissionais de enfermagem para apreender as necessidades singulares de cada bebê, e é muito importante que os procedimentos e cuidados de rotina, dolorosos e invasivos, sejam empregados de forma individualizada e singular. Um dos primeiros passos nesse sentido é a observação acurada das respostas comportamentais e fisiológicas do bebê, visando à diminuição do estresse e da dor, contribuindo para o seu conforto, segurança e desenvolvimento.13

O cuidado criterioso deve, ao mesmo tempo, ser delicado, integral, imediato e padronizado. Este processo exige habilidade, capacitação e tomada de decisão do cuidador. A enfermagem tem papel relevante na manutenção das condições da vitalidade dos RNs de risco, devendo fundamentar suas ações em conhecimentos científicos. Cabe ao enfermeiro da UTIN organizar o ambiente, planejar e executar os cuidados de enfermagem de acordo com a necessidade individualizada e resposta de cada criança, exercendo assim, uma assistência integral de qualidade e humanizada.14

Definindo os consequentes

Os eventos consequentes são úteis para fornecer novas ideias às pesquisas, pois permitem investigação mais ampla de todas as facetas do conceito em estudo.8 Após haver definido os antecedentes e atributos, como resultantes da ocorrência do conceito, tem-se explicitado como eventos consequentes: previne lesões e infecções, melhora das condições da pele, do quadro clínico e da circulação, mantém pele íntegra, controla a perda de água e proporciona conforto. Manter a sua integridade é algo especial, uma vez que preserva as funções de proteção e diminui os riscos de infecções decorrentes da hospitalização.12

É pertinente que os cuidados que preservem a integridade da RN sejam prioritários durante a internação em UIN. Um cuidado que apresenta os atributos anteriormente citados consequentemente previne lesões de pele e também infecções oriundas destas lesões, mantendo a pele íntegra, proporcionando conforto ao RN.

Todos estes conceitos resgatam a necessidade do repensar o cuidado com a pele do RN, tendo o conceito uma definição da realidade da prática desse cuidado. Evidencia-se que a construção de um conceito é um processo complexo, a longo prazo, em constante reformulação, e não apenas a descrição de uma simples expressão ou de uma atividade qualquer.

Formando o conceito

Com base nos resultados anteriormente citados, tem-se a formação de um conceito de cuidado com a pele: É uma intervenção de enfermagem de forma contínua, dinâmica, eficaz, individualizada, criteriosa e humanizada, visando a promoção, manutenção ou recuperação da integridade da pele do recém-nascido, considerando os aspectos fisiológicos, ambientais e da assistência.

 

CONCLUSÕES

A análise do conceito, orientada pela perspectiva evolucionária, descreve etapas para identificar os atributos essenciais que o caracterizam, reconhecer os eventos que o antecedem e sucedem e os conceitos relacionados. O conceito de cuidado com a pele do recém-nascido apresentou uma relação com a prematuridade e o risco de infecção, determinando as características deste cuidado ao longo do tempo. O conhecimento da dinâmica complexa das modificações fisiológicas que ocorrem na pele do RN é imprescindível para os profissionais de saúde, pois, poderá subsidiar e conduzir práticas que valorizem o intercâmbio de saberes dos diferentes campos disciplinares.

Percebe-se, na enfermagem, a necessidade do aprofundamento de conceitos que utiliza em sua prática. O método de análise de conceito realmente oferece um suporte na consolidação do conhecimento, entretanto vale ressaltar que não é um processo fácil de ser desenvolvido. Requer dedicação e determinação do enfermeiro na obtenção de seus objetivos para reconhecer os problemas e tomar as decisões pertinentes, considerando suas contribuições e limitações, reconhecendo os pontos fortes e fracos que merecem ser trabalhados.

Como limitação do estudo, tem-se o percentual de artigos selecionados nas bases de dados que estavam indisponíveis de forma gratuita e on-line, não atendendo a um dos critérios de inclusão, o que reduziu significativamente o tamanho da amostra.

As informações geradas nesse estudo podem ser utilizadas pelos profissionais como subsídios para a prática profissional, consolidando suas estratégias de cuidar da pele do RN, motivando-os a ir mais além, na busca de um cuidado consciente, baseado em dados científicos, agregando teoria e prática. Os resultados da análise instigam implicações para o desenvolvimento da Enfermagem, pois a organização do conhecimento sobre o conceito de cuidado com a pele do RN favorece o entendimento de situações ligadas à sua prática, evitando falsos conceitos.

Espera-se que este estudo estimule os profissionais que atuam em neonatologia a reconhecer o conceito de cuidado da pele do recém-nascido, visando redirecionar os planos de cuidado, para o atendimento das necessidades reais destes clientes.

 

REFERÊNCIAS

1. Schaurich D, Crossetti MGO. Produção do conhecimento sobre teorias de enfermagem. Esc Anna Nery. 2010 jan-mar; 14(1): 182-88.         [ Links ]

2. Fontenele FC, Cardoso MVLML. Lesões de pele em recém-nascidos prematuros internados na unidade de terapia intensiva neonatal. Rev RENE. 2005 maio/ago; 6(2): 88-95.         [ Links ]

3. Sampaio SAP, Rivitti EA. Dermatologia. 3ªed. São Paulo: Artes Médicas; 2007.         [ Links ]

4. North American Nursing Diagnosis Association -NANDA. Nursing diagnoses: definitions & classification- 2009-2011. Oxford: Wiley-Blackwell; 2008.         [ Links ]

5. Rodgers BL. Concepts, analysis and the development of nursing knowledge: the volutionary cycle. J Adv Nurs. 1989 apr; 14(4): 330-35.         [ Links ]

6. Rodgers BL, Knafl, KA. Concept development in nursing - foundations, techniques, and applications. Philadelphia: WB Saunders Company; 2000.         [ Links ]

7. Erdmann AL, Marziale MHP, Pedreira MLG, Lana FCF, Pagliuca LMF, Padilha MI, et al. Evaluation of scientific periodicals and the brazilian production of nursing articles. Rev Latino-am Enfermagem. 2009 maio/jun; 17(3): 403-09.         [ Links ]

8. Walker LO, Avant KC. Concept analysis. In: Walker LO, Avant KC. Strategies for theory construction in nursing. 4th ed. New Jersey: Pearson Prentice Hall; 2005.         [ Links ]

9. Sahlsten MJM, Larsson IE, Sjöström B, Plos KAE. An analysis of the concept of patient participation. Nurs Forum. 2008 Jan/Mar; 43(1): 2-11.         [ Links ]

10. Mussi-Pinhata MM, Rego MA. Immunological peculiarities of extremely preterm infants: a challenge for the prevention of nosocomial sepsis. J Pediatr. 2005; 81(1supl): 59-68.         [ Links ]

11. Lund CH, Kuller J, Lane AT, Lott JW, Raines DA, Thomas KK. Neonatal skin care: evaluation of the AWH0N"RI research-based practice project on knowledge and skin care practices. J Obstet Gynecol Neonatal Nurs. 2001 2001 Jan/Feb; 30(1): 30-40.         [ Links ]

12. Nepomuceno LMR, Kurcgant P. Uso de indicador de qualidade para fundamentar programa de capacitação de profissionais de enfermagem. Rev Esc Enferm USP. 2008 dez; 42(4): 665-72.         [ Links ]

13. Reichert APS, Lins RNP, Collet N. Humanização do cuidado da UTI neonatal. Rev Eletr Enferm. [on-line]. 2007 jan/abr; [citado 2010 jul 13]; 9(1): 200-13. Disponível em: http://www.fen.ufg.br/revista/v9/n1/v9n1a16.htm.         [ Links ]

14. Scochi CGS, Riul MJS, Garcia CFD, Barardas LS, Pileggi SO. Cuidado individualizado ao pequeno prematuro: o ambiente sensorial em unidade de terapia intensiva neonatal. Acta Paul Enferm. 2001 jan/abr; 14(1): 9-16.         [ Links ]

 

 

Recebido em 22/08/2011
Reapresentado em 09/03/2012
Aprovado em 09/04/2012