SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 suppl.1Sleep promoters and insomnia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Psychiatry

Print version ISSN 1516-4446On-line version ISSN 1809-452X

Rev. Bras. Psiquiatr. vol.27  suppl.1 São Paulo May 2005

http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462005000500001 

APRESENTAÇÃO

 

Sono, transtornos do sono e uso de hipnoindutores em Psiquiatria

 

 

Transtornos do sono são muito comuns em Psiquiatria, fazendo parte de critérios diagnósticos de determinados transtornos mentais nos manuais diagnósticos. Esse é o caso de transtornos de depressão, bipolar, ansiedade e esquizofrenia. Por vezes, a insônia, sintoma mais comum, pode até mesmo preceder o transtorno mental. Mais recentemente, o aumento da incidência de estresse pós-traumático tem chamado a atenção para a necessidade da abordagem diagnóstica e terapêutica do sono nesses pacientes. Por outro lado, os transtornos do sono são comorbidades conhecidas para a ocorrência de depressão, ansiedade e alterações cognitivas. Por exemplo, estudos mostram que insônia crônica é fator de risco para depressão e chegam a sugerir que a ocorrência de sintomas de depressão seria parte natural da evolução da insônia. Além disso, a Medicina do Sono é uma especialidade recente; portanto, muito se pretende conhecer sobre os mecanismos e funções do sono. Neste volume, procuramos incluir também alguns mecanismos básicos e alguns aspectos atuais sobre uso de hipnoindutores. Do mesmo modo, julgamos importantes os comentários sobre o sono da criança ao idoso e do paciente com demência, uma vez que, por questões ontogenéticas, o diagnóstico e suspeita de transtornos do sono nessas faixas etárias podem ocorrer de maneira distinta do adulto normal. Já a sonolência excessiva diurna, também contemplada neste volume, pode levar a alterações mentais importantes, sendo sintoma predominante em alguns transtornos do sono e mais raramente de transtornos psiquiátricos. Outra questão psiquiátrica atual e importante de difícil abordagem são os comportamentos violentos durante o sono. Tais eventos têm sido explorados em muitos países, porém, não existe um protocolo de abordagem médico-legal em tais casos. O artigo sobre violência e sono explora tais aspectos.

Por fim, reconhece-se a importância de um suplemento da Revista Brasileira de Psiquiatria incluindo alguns aspectos sobre o sono normal e anormal ao longo da vida.

 

Sergio Tufik
Dalva Poyares

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License