SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 issue1Increased serum levels of C3 and C4 in patients with schizophrenia compared to eutymic patients with bipolar disorder and healthyTratado de Psiquiatria Clínica 5. Ed: Hales, Yudofsky e Gabbard author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Psiquiatria

Print version ISSN 1516-4446

Rev. Bras. Psiquiatr. vol.34 no.1 São Paulo Mar. 2012

http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462012000100023 

BOOK REVIEW

 

Bases biológicas dos transtornos psiquiátricos: uma abordagem translacional

 

 

Dra Ligia Ribeiro Horta

Médica psiquiatra Hospital das Clínicas Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Universidade de São Paulo, Brasil

 

 

 

Kapczinski F, Quevedo J, Izquierdo I et al. Porto Alegre, Artmed, 2012

A psiquiatria biológica busca o entendimento dos transtornos mentais por meio da integração de conhecimento científico de diferentes áreas com genética, fisiologia e farmacologia. O livro Bases biológicas dos transtornos mentais, de Flavio Kapczinski, João Quevedo, Ivan Izquierdo e colaboradores vem exercendo a complexa tarefa de expor os conceitos mais importantes e atuais dessa área tão vasta, além de firmá-lo como referência ao seu público no Brasil. Desde a primeira edição em 2000, o livro ocupa um lugar importante, tanto pela qualidade técnica, quanto por reunir vários grupos de pesquisadores da área de diferentes centros brasileiros. São abordados, sucintamente, os aspectos de neurociência mais importantes em psiquiatria, de modo claro e objetivo, sendo uma boa fonte para psiquiatras como para quem esteja iniciando seu contato com a área.

A nova edição traz o subtítulo "uma abordagem translacional", mostrando a busca dos editores em aproximar o conhecimento básico da prática clínica, além da integração de novos conhecimentos de diferentes áreas, e da correlação desses com a Psiquiatria.

O livro é organizado em três seções: bases biológicas do funcionamento do sistema nervoso central, terapias biológicas e transtornos psiquiátricos. Estão ausentes duas seções que se encontravam na edição anterior - avaliação neuropsicológica e novos desenvolvimentos -, dando mais espaço para os temas fundamentais.

Na primeira seção são revisados aspectos básicos como neuroanatomia, neurofisiologia, assim como aspetos relacionados às técnicas nessa área, como modelos animais em psiquiatria e neuroimagem.

A segunda parte do livro é a menor e aborda as terapias biológicas que tem hoje papel bem definido na prática psiquiátrica: psicofarmacologia e eletroconvulsoterapia. A primeira dá uma visão geral sobre os principais psicofármacos enquanto que a segunda se destaca, principalmente, pela discussão dos possíveis mecanismos de ação da eletroconvulsoterapia.

A terceira parte reúne capítulos que traz os principais transtornos psiquiátricos, discutindo aspectos de genética, neurotransmissão e vias neurais relacionadas aos transtornos mentais, estudos de neuroimagem e modelos animais. Um ponto forte do livro é a inclusão de transtornos neuropsiquiátricos, com Doença de Parkinson, Transtornos do Sono e Epilepsia. Infelizmente, o capítulo sobre epilepsia, embora muito interessante, deixou de abordar especificamente os transtornos psiquiátricos associados a epilepsia, mantendo uma visão geral, assim como na edição anterior .

A concisão dos capítulos, de modo geral, ajuda o leitor que está procurando uma visão ampla sobre os temas mais importantes em psiquiatria biológica, embora, em alguns momentos, tem-se a impressão de que certos conceitos poderiam ser mais explorados. Há alguma desigualdade na consistência entre os capítulos, que é esperada, dado o grande número de colaboradores.

É um livro destinado a psiquiatras e outros profissionais da saúde mental, agradável de ser lido, que certamente contribuirá para melhor entendimento e consequente prática daqueles que se dispuserem a embarcar nessa interessante leitura.