SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.8 issue1Algunas consideraciones históricas, epistemológicas y didácticas para el abordaje de la teoría de la relatividad especial en el nivel medio y polimodalFormação dos educadores ambientais e paradigmas em transição author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência & Educação (Bauru)

Print version ISSN 1516-7313

Ciênc. educ. (Bauru) vol.8 no.1 Bauru  2002

http://dx.doi.org/10.1590/S1516-73132002000100006 

ARTIGOS

 

Natureza e naturezas na construção humana: construindo saberes das relações naturais e sociais

 

 

Mara Glacenir Lemes de Medeiros

Doutoranda em Ecologia de Ambientes Aquáticos Continentais - Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura do Departamento de Biologia, da Universidade Estadual de Maringá, Paraná, Brasil (e-mail: glacenir@uol.com.br)

 

 


RESUMO

A prática da educação ambiental, embora tenha se empenhado na "preservação da Natureza", parece ter dispensado os conhecimentos das diferentes ciências para a compreensão do conceito de Natureza que permeia nosso viver. Neste artigo, apresentamos um mosaico de idéias acerca do conceito de Natureza, composto sob vários pontos de interpretação, delineando parte da história de construção e reconstrução de um conceito que já foi diferente da atual concepção, que é hegemônica do pensamento do mundo ocidental.

Unitermos: Conceito de Natureza, educação ambiental, conhecimento biológico.


ABSTRACT

The practice of the environmental education, although it has pawned in the "preservation of Nature", it seems to have released the knowledge of the different sciences for the understanding of the concept of Nature that permeates our living. In this article, we present a mosaic of ideas and conceptions concerning the concept of Nature, composed under several interpretation points, delineating part of the construction and reconstruction history of a concept that it was already different from the current conception that is hegemonic of the western world thought.

Keywords: Concept of Nature, environmental education, biological knowledge.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

Referências Bibliográficas

ABRANTES, P.C.C. Imagens de natureza, imagens de ciência. Campinas: Papirus, 1998.         [ Links ]

ARENDT, H. Entre o passado e o futuro. São Paulo: Perspectiva, 1992.         [ Links ]

ATLAN, H. y BOUSQUET, C. Cuestiones vitales: entre el saber y la opinión. Barcelona: Tusquets, 1997.         [ Links ]

BARBOSA, L. N. de H. & DRUMMOND, J. A. Os direitos da natureza numa sociedade relacional: reflexões sobre uma nova ética ambiental. Estudos Históricos, v. 7, nº 14, p. 265 - 289, 1994.         [ Links ]

BELLINI, L.M. Ensaio sobre a face naturalista da pedagogia. São Carlos, 1985. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de São Carlos.         [ Links ]

BRANNIGAN, A. A base social das descobertas científicas. Rio de Janeiro, Zahar Editores 1984.         [ Links ]

CANGUILHEM, G. Ideologia e racionalidade nas ciências da vida. Edições 70, 1977.         [ Links ] CAPRA, F. O ponto de mutação. São Paulo: Cultrix, 1982.         [ Links ]

__________. A teia da vida: uma nova compreensão científica dos sistemas vivos. São Paulo: Cultrix, 1996.         [ Links ]

CHOMSKY, N. A lingüística como uma ciência natural. Revista Mana. Rio de Janeiro, v. 3, nº 2, p. 183 - 198, 1997        [ Links ]

COLLINGWOOD, R.G. Ciência e filosofia. 4. ed. Lisboa: Editorial Presença. (s.d). DARWIN, C. R. Viagem de um naturalista ao redor do mundo. Rio de Janeiro: SEDEGRA, v. 1. (s.d.         [ Links ]).

DEAN, W. A Ferro e fogo: a história e a devastação da mata atlântica brasileira. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.         [ Links ]

GERBI, A. O novo mundo: história de uma polêmica: 1750 - 1900. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.         [ Links ] GOETHE, J. W. Arte e Ciência. Trad. Marcelo da Veiga Greul. Universidade Federal de Santa Catarina, 1997 (mimeografado).         [ Links ]

____________. A metamorfose das plantas. Trad. introd., notas e apêndices de M. F. Molder. Imprensa Nacional Casa da Moeda, (s.d.         [ Links ]).

GRÜN, M. Uma discussão sobre valores éticos em educação ambiental. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 19, nº 2, p. 171 - 195, jul./dez. 1994.         [ Links ]

________. Ética e educação ambiental: a conexão necessária. Campinas: Papirus, 1996.         [ Links ] LOSSE, J. Introdução histórica à filosofia da ciência. Belo Horizonte: Itatiaia. 1979.         [ Links ]

LOVELOCK, J. Mother Earth: myth or science? In: From Gaia to selfish genes: selected writings in the life sciences. Massachusetts: Connie Barlow, Institute of Technology, 1991.         [ Links ]

MARTINS, L. A. C. Aristóteles e a geração espontânea. Cadernos de História e Filosofia da Ciência. Campinas: Série 2, v. 2, nº 2, p. 213 - 237, jul./dez. 1990a.         [ Links ]

MARTINS, R. de A. A teoria aristotélica da respiração. Cadernos de História e Filosofia da Ciência. Campinas: Série 2, v. 2, nº 2, p. 165 - 212, jul./dez.. 1990b.         [ Links ]

MATURANA, H. El sentido humano. Chile: Dolmen Ediciones, 1994.         [ Links ]

MAYR, E. Desenvolvimento do pensamento biológico: diversidade, evolução e herança. Brasília: Editora da UnB, 1998.         [ Links ]

MEDEIROS, M.G.L. de. Educação ambiental como educação científica: desafios para compreender ambientes sob impactos. Maringá, 2000. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) - Universidade Estadual de Maringá         [ Links ].

MORIN, E. O método III. O conhecimento do conhecimento. Portugal: Publicações Europa- América. 1986        [ Links ]

_________ . O método I. A natureza da natureza. 3. ed. Portugal: Publicações Europa- América, 1997a        [ Links ]

_________ . Meus Demônios. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1997b.         [ Links ]

_________ . Ciência com consciência. 2. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1998.         [ Links ]

PIAGET, J. Biologia e conhecimento: ensaio sobre as relações entre as regulações orgânicas e os processos cognoscitivos. Petrópolis: Vozes, 1973.         [ Links ]

_________. Introducción a la epistemologia genética: el pensamiento biológico, psicológico y sociológico. Buenos Aires: Paidós, 1978.         [ Links ]

RIBBECK, G. Tito Lucrécio Caro. 2. ed. São Paulo: Abril Cultural - Os Pensadores, 1980.         [ Links ]

RIGLER, F. H. & PETERS, R. H. Science and Limnology. In: Excellence in Ecology. Germany: Ecology Institute, 1995.         [ Links ]

ROBLES, J. A. R. Antropocentrismos persistentes: relendo a M. Foucault. Revista Praxis Costa Rica. Universidad Nacional, nº 49, p 51.62, fev. 1995.         [ Links ]

SACARRÃO, G. F. Biologia e sociedade - I: crítica da razão dogmática. Portugal: Publicações Europa-América, 1989.         [ Links ]

SAGAN, C. Bilhões e bilhões: reflexões sobre vida e morte na virada do milênio. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.         [ Links ]

TATON, R. A ciência moderna. São Paulo: Difusão Européia do Livro, v. 3. 1960.         [ Links ]

THOMAS, K. O homem e o mundo natural: mudanças de atitude em relação às plantas e aos animais, 1500 - 1800. São Paulo: Companhia das Letras, 1988.         [ Links ]

WOODGER, J. H. Biologia y lenguaje. Madrid: Editorial Tecnos, 1978.         [ Links ]

 

 

Artigo recebido em 18 de julho de 2000 e selecionado para publicação em 10 de maio de 2002.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License