SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 issue3Michael Faraday: the road from the bookstore to the discovery of electromagnetic inductionThe false position method in history and in mathematics education author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência & Educação (Bauru)

On-line version ISSN 1980-850X

Ciênc. educ. (Bauru) vol.10 no.3 Bauru Sept./Dec. 2004

http://dx.doi.org/10.1590/S1516-73132004000300015 

ARTIGOS

 

Leitura crítica da história: reflexões sobre a história da matemática*

 

History's critical reading: reflexions on the history of mathematics

 

 

Sergio Nobre

Livre-Docente em História da Matemática. Docente do Departamento de Matemática da Unesp, campus Rio Claro, e do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática. Secretário Geral da Sociedade Brasileira de História da Matemática. Representante brasileiro na Comissão Internacional de História da Matemática. Editor da Revista Brasileira de História da Matemática

 

 


RESUMO

Muitos elementos que fornecem informações para a escrita da história apresentam direcionamentos representativos de uma forma de pensamento, seja ela política, filosófica ou de cunho social. Esses elementos são trabalhados para que se tenha uma visão específica da história. O objetivo deste texto é, por meio de alguns exemplos, discutir que existem diferentes formas de análise dos elementos que nos fornecem informações históricas, com destaque para a História da Ciência, especificamente para a História da Matemática. Quanto maior for a quantidade de informações sobre determinados acontecimentos históricos, maior é a possibilidade de se obter um encadeamento histórico, firmado em bases qualitativas, que sustente a informação adquirida. Se essas informações forem escassas, ou originárias de fontes duvidosas, as conclusões históricas referentes ao assunto tratado ficam frágeis e passíveis de diferentes e, muitas vezes, conflitantes interpretações. Neste texto, pretende-se apresentar alguns exemplos históricos onde, por conta de poucas informações, ou informações distorcidas, a interpretação histórica é passível de mudanças.

Unitermos: Historiografia da Matemática; Análise de dados históricos; Interpretação da História.


ABSTRACT

Many elements that supply information for the writing of history include directives, which are representative of a specific form of thought – be they of a social, political or philosophical stamp. These elements are elaborated upon in order to present a specific view of history. The objective of the present text is, through some examples, to discuss the fact that there are different forms of analysis of the elements that supply us historical information, with emphasis on the History of Science, specifically the History of Mathematics. The more information we have about any given historical events, the better able we are to make historical connections among them, on a qualitative basis, that supports the acquired information. If this information is scarce, or comes from doubtful sources, the historical conclusions about the subject under consideration will be fragile and susceptible to different and,frequently, conflicting interpretations. The present text intends to present some historical examples in which, due to a lack of information, or to distorted information, the historical interpretation is subject to differing interpretations.

Keywords: Historiography of Mathematics; Analysis of historical data; Interpretation of History.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

Referências

BORINGHIERI, P. (Ed.). La disputa Leibniz-Newton sull'analisi: enciclopedia di autori classici. Torino: [s.n], 1958. 239 p.         [ Links ]

BRENTJES, S. Variante einer Hajjaj-Version von Buch II der Elemente. In: HOGENDIJK, J. P. M. Folkerts (hrsg): vestigia mathematica. Amsterdam. Festschrift to H. L. L. Busard, 1993. p. 47-8.         [ Links ]

CANTOR, M. Vorlesungen über geschichte der mathematik. Leipzig: Teubner, 1880-1908. 4 v.         [ Links ]

DAUBEN, J. W. & SCRIBA, C. J. (Ed.). Writing the history of mathematics: its historical development. Berlin: Birkhäuser Verlag, 2002. v. 27.         [ Links ]

EDWARDS, A. W. F. Pascal's arithmetical triangle: the story of a mathematical idea. Baltimore: Johns Hopkins University Press, 2002.         [ Links ]

GASPAR, M. T. J. Aspectos do desenvolvimento do pensamento geométrico em algumas civilizações e povos e a formação de professores. 2003. Tese (Doutorado em Educação Matemática)-Instituto de Geociências e Ciências Exatas da Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2003.         [ Links ]

GILLISPIE, C. C. (Ed.). Dictionary of scientific biography. New York: Charles Scribner's Sons, 1970.         [ Links ]

GUEDJ, D. O teorema do papagaio. Tradução para o português de Eduardo Brandão. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.         [ Links ]

GUTHRIE, K. S. (Org.). The pythagorean sourcebook and library. Michigan: Phanes Press, 1987.         [ Links ]

HALL, R. Philosophers at war: the quarrel between Newton and Leibniz. London: Cambridge University Press, 1980.         [ Links ]

LAERTIUS, D. (Ed.). Lives of eminent philosophers. Tradução do grego para o inglês de R. D. Hicks. London: Harvard University Press, 1972. (Edição bilíngüe grego-inglês).         [ Links ]

OLIVEIRA, A. J. F. de. Anastácio da Cunha and the concept of convergent series. Archive for History of Exact Science, Berlin, v. 39. p.1-12, 1988.         [ Links ]

KATZ, V. J. A history of mathematics: an introduction, New York: Harper Collins, 1993.         [ Links ]

LAM, L. Y. & SHEN, K. S. The chinese concept of cavalieri's principle and its applications. Historia Mathematica. Duluth: Academic Press, v. 12, n. 3, p. 219-228, 1985.         [ Links ]

NESSELMANN, G. H. Die algebra der griechen. Berlin: Verlag von G. Reimer, 1842.         [ Links ]

NEUGEBAUER, O. The exact sciences in antiquity. Princeton, New Jersey: Princeton University Press, 1952.         [ Links ]

NOBRE, S. Elementos historiográficos da matemática presentes em enciclopédias universais. 2001. Dissertação (Livre Docente em Geociências)-Instituto de Geociências e Ciências Exatas da Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2001.         [ Links ]

______. Introdução à história da história da matemática: das origens ao século XVIII. Revista Brasileira de História da Matemática: an internationational journal on the History of Mathematics, Rio Claro: Sociedade Brasileira de História da Matemática, v. 2, n. 3. p. 3-43, 2002.         [ Links ]

PROKLUS, D. Kommentar zum ersten Buch von Euklids “elementen”. Tradução P. Leander Schönberger. Halle, Saale, 1946.         [ Links ]

QUEIRÓ, J. F. José Anastácio da Cunha: A forgotten forerunner. The Mathematical Intelligencer, Berlin, v. 10, n. 1. p. 38-43, 1988.         [ Links ]

REDONDI, P. Galilei: der Ketzer. Tradução Ulrich Hausmann. München: Beck. 1989.         [ Links ]

ROWLAND, W. Galileo's Mistake: a new look at the epic confrontation between Galileo and the Church. New York: Arcade Publishing. 2003.         [ Links ]

STRUIK, D. The historiography of mathematics from Proklos to Cantor. NTM – Schriftenr. Gesch. Naturwiss., Technik, Medicine, London, n. 17, p. 1-22. 1980.         [ Links ]

 

 

* Parte deste texto foi apresentada na mesa-redonda "Orientações filosóficas da Pesquisa Qualitativa e procedimentos metodológicos assumidos nas áreas das ciências exatas e humanas, da saúde e educação" durante o II Seminário Internacional de Pesquisa e Estudos Qualitativos. Bauru. Março de 2004.