SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 número3Políticas educacionais, visões de mundo e a articulação em processos educativosUm ambiente multimídia e a resolução de problemas de física índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência & Educação (Bauru)

versão On-line ISSN 1980-850X

Ciênc. educ. (Bauru) vol.12 no.3 Bauru set./dez. 2006

http://dx.doi.org/10.1590/S1516-73132006000300005 

Oficinas pedagógicas de ciências: os movimentos pedagógicos predominantes na formação continuada de professores

 

Pedagogical Sciences workshops: influential pedagogical movements in teachers' training

 

 

Lucia Helena Pralon de SouzaI; Guaracira GouvêaII

IProfessora, Rede Municipal de Educação do Rio de Janeiro; Professora, curso de Pedagogia para os anos iniciais do Ensino Fundamental, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (PAIEF/UNIRIO/CEDERJ). E-mail: luciapralon2@yahoo.com.br
IIProfessora, Núcleo de Tecnologia Educacional para a Saúde, Universidade Federal do Rio de Janeiro (NUTES/UFRJ); Professora, UNIRIO. E-mail: guaracirag@uol.com.br

 

 


RESUMO

Nas últimas décadas os professores têm convivido com o discurso constante da necessidade de atualização permanente. Muitos estudos e pesquisas acadêmicas confirmam essa real necessidade. Nos grandes centros urbanos brasileiros não faltam oportunidades para cursos, mini-cursos e oficinas oferecidos pelos inúmeros espaços que atuam na formação continuada de professores. Neste trabalho apresenta-se parte de estudo sobre as Oficinas Pedagógicas de Ciências oferecidas para a formação continuada de professores no Rio de Janeiro nos últimos dez anos, recurso que tem desempenhado significativo papel na progressão profissional dos professores. Utilizando referenciais teóricos da Filosofia, da linguagem e da formação do professor de Ciências foram analisados títulos e ementas de 175 oficinas, textos que representam categoria particular de diálogo entre as instituições (pesquisa), os professores (escola) e a sociedade. O objetivo foi identificar as vozes que se fazem presentes e revelam os movimentos pedagógicos mais influentes no período em questão.

Palavras-chave: oficinas pedagógicas. formação continuada. ensino de Ciências.


ABSTRACT

Teachers have been living with an insistent discourse about their continuing development over the last decades. A great number of studies and researches reinforce this as a real necessity. In the great Brazilian urban centers teachers have many development opportunities in brief or long courses and workshops, offered by the training teacher establishments. In this work we present part of a study on Pedagogical Science Workshops offered in Rio de Janeiro, to teachers in training for the last ten years, considering this an important role in teachers’ professional development. Based on the philosophy of language and references to science teachers theoretical development we have analyzed the titles and descriptions of 175 science workshops, believing that these texts represent a particular dialogue category among institution (researches), teachers (school) and society. Thus we wish to identify the present voices that show us the most influential pedagogical movements throughout the period.

Keywords: work shop. teacher training. Science education.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

Referências

AMARAL, I. A. Oficinas de produção em ensino de Ciências: uma proposta metodológica de formação continuada de professores. In: TIBALLI, E. F. A.; CHAVES, S. M. (Orgs.). Concepções e práticas em formação de professores: diferentes olhares. Rio de Janeiro: DP&A, 2003. p. 147-164.         [ Links ]

BAKHTIN, M. M. (VOLOCHINOV). Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: Editora Hucitec, 1986.         [ Links ]

CHRISTOV, L. H. S. Educação continuada: função essencial do coordenador pedagógico. In: GUIMARÃES, A. A.; MATE, C. H.; BRUNO, E. B. G.; VILELA, F. C. B.; ALMEIDA, L. R.; CHRISTOV, L. H. S.; SARMENTO, M. L. M.; PLACCO, V. M. N. S. O coordenador pedagógico e a educação continuada. São Paulo: Loyola, 1998.         [ Links ]

COPELLO LEVY, M. I.; SANMARTÍ PUIG, N. Fundamentos de un modelo de formación permanente del professorado de Ciências centrado en la reflexión dialógica sobre las concepciones y las práticas. Enseñanza de las Ciencias, v. 19, n. 2, p. 269-283, 2001.         [ Links ]

ESTEVE, J. M. Mudanças sociais e função docente. In: NÓVOA, A. (Org.). Profissão professor. Porto: Porto Editora LDA, 1995. p. 93-124.         [ Links ]

GIL-PÉREZ, D. Formação de professores de ciências: tendências e inovações. Trad: Sandra Valenzuela. 7. ed. São Paulo: Cortez, 2003. (Coleção Questões da nossa época, v. 26).         [ Links ]

KRASILCHIK, M. O professor e o currículo das ciências. São Paulo: EPU, 1987.         [ Links ]

MARANDINO, M. O ensino de Ciências e a perspectiva da didática crítica. Rio de Janeiro, 1994. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação, PUC/RJ.         [ Links ]

MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 7.ed. Rio de Janeiro: Abrasco, 2000.         [ Links ]

NÓVOA, A. Os professores na virada no milênio: do excesso dos discursos à pobreza daspráticas. Revista Educação e Pesquisa, v. 25, n. 1, p. 11-20, 1999.         [ Links ]

PORLÁN, R.; RIVERO, A. El conocimiento de los profesores: el caso de la enseñanza de las Ciencias. Sevilha: Diada, 1998. (Série Fundamentos n. 9)        [ Links ]

PIMENTA, S. G. Formação de professores: identidade e saberes da docência. In: PIMENTA, S. G. (Org.). Saberes pedagógicos e atividade docente. São Paulo: Cortez, 1999. p. 15-33.         [ Links ]

RANJARD, P. Les enseignants persècutès. Paris: Robert Jauze, 1984.         [ Links ]

SELLES, S. E. Formação continuada e desenvolvimento profissional de professores de Ciências. Revista Ensaio, v. 2, n. 2, 209-229, 2000.         [ Links ]

WORTMANN, M.L.C. Currículo e Ciências – as especificidades do ensino de Ciências. In: COSTA, M. V. (Org.). O currículo nos limiares do contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2003. p. 129-157.         [ Links ]

VIANA, D. M.; CARVALHO, A. M. P. Formação permanente: a necessidade da interação entre a ciência dos cientistas e a ciência da sala de aula. Ciência & Educação, v. 6, n. 1, p.31- 42, 2000.         [ Links ]

 

 

Artigo recebido em fevereiro de 2006 e aceito em setembro de 2006