SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue3Educação escolar e letramento de surdos: reflexões a partir da visão de pais e professoresCarta ao editor author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia

On-line version ISSN 1982-0232

Rev. soc. bras. fonoaudiol. vol.14 no.3 São Paulo  2009

http://dx.doi.org/10.1590/S1516-80342009000300026 

RESUMO

 

Análise do conhecimento de professores acerca da conceituação de letramento

 

 

Claudiane Hornes Ferrari Antunes de Souza

Mestre, Professora do Colégio Estadual Ivanete Martins de Souza - São José dos Pinhais (SP), Brasil

Endereço para correspondência

 

 

Souza CHFA. Análise do conhecimento de professores acerca da conceituação de letramento [dissertação]. Curitiba, Faculdade de Ciências Biológicas da Saúde da Universidade Tuiuti do Paraná; 2008.

Esta dissertação tem como objetivo analisar o conhecimento de um grupo de professores acerca da conceituação de letramento, bem como as práticas pedagógicas desses profissionais relacionadas a tal conceito. Discute as tendências pedagógicas liberais e progressistas com enfoques na concepção de linguagem de cada tendência, na relação professor/aluno e nas práticas desenvolvidas relacionadas à apropriação de linguagem escrita; aborda também a formação dos professores das séries iniciais do ensino fundamental e os Parâmetros Curriculares Nacionais da língua portuguesa. Trata das relações e diferenças entre letramento e alfabetização e dos usos de práticas sociais que envolvem a leitura e a escrita. A pesquisa de campo foi realizada junto a 100 professores das 1ª e 2ª séries do Ensino Fundamental, todos da rede pública. Para a coleta de dados, primeiramente, realizou-se um questionário com questões voltadas à identificação e formação acadêmica dos respondentes, questionamentos sobre o entendimento de linguagem escrita e seu processo de apropriação, conhecimento de alfabetização e letramento como também as práticas pedagógicas desenvolvidas na perspectiva do letramento. Com base nas respostas fornecidas pelos professores, podemos afirmar que apenas 12% demonstram algum entendimento sobre letramento. A grande maioria, 87%, ainda não apresenta conhecimento sobre o termo letramento, apesar de 74% dos respondentes relatarem já ter lido sobre o tema e de 60% afirmarem ter frequentado eventos que tratam do assunto. Quanto às práticas pedagógicas desses professores, 86% deles afirmam desenvolver atividades que visam o letramento; porém, tais afirmações devem ser analisadas na medida em que o entendimento dos professores sobre a linguagem e seu processo de aprendizagem não dão conta de uma prática com a leitura e com a escrita em uma perspectiva de letramento.

 

 

Endereço para correspondência:
Claudiane Hornes Ferrari Antunes de Souza
R. Carlos Drumond de Andrade, 440
São José dos Pinhais (SP), Brasil, CEP: 83321-30.

 

 

Trabalho realizado na Universidade Tuiuti do Paraná para obtenção do título de Mestre em Distúrbios da Comunicação, sob orientação da Profa. Dra. Giselle Aparecida de Athayde Massi.