SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue3Diretrizes para a educação inicial em fonoaudiologiaDiscriminação fonêmica, processamento auditivo e reflexo acústico em crianças com desenvolvimento de fala normal e desviante author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia

Print version ISSN 1516-8034

Rev. soc. bras. fonoaudiol. vol.15 no.3 São Paulo  2010

http://dx.doi.org/10.1590/S1516-80342010000300027 

RESUMO

 

Análise do efeito imediato da aplicação de técnicas vocais

 

 

Eliane Cristina Pereira

Mestre, Fonoaudióloga da Prefeitura Municipal de Prudentópolis - Prudentópolis (PR), Brasil

Endereço para correspondência

 

 

Pereira EC. Análise do efeito imediato da aplicação de técnicas vocais [dissertação]. Curitiba (PR): Universidade Tuiuti do Paraná; 2009.

Técnicas vocais vêm sendo utilizadas na clínica fonoaudiológica com importantes resultados na reabilitação; porém poucos estudos visaram comprovar efetivamente seu uso e verificar quais efeitos são produzidos na voz e na laringe. O objetivo deste estudo é verificar o efeito imediato da aplicação de técnicas vocais: sons vibrantes, sons nasais e sobrearticulação, associadas. Participaram do estudo trinta e dois sujeitos do sexo feminino, com vozes normais a levemente alteradas, com média de idade de 28 anos. Foram realizadas análises perceptivo-auditiva, acústica, laringoestroboscópica e auto-perceptiva. Como resultados, verificou-se que houve diferença estatisticamente significativa pré e pós-aplicação de técnicas vocais na análise perceptivo-auditiva da vogal /ε/ nos parâmetros grau geral da qualidade vocal (p=0,006), rouquidão (p=0,028) e estabilidade (p=0,003); na fala espontânea no parâmetro articulação (p=0,020); na análise acústica nos parâmetros jitter em porcentagem (p=0,024), shimmer em porcentagem (p=0,021) e valor do harmônico superior (p=0,000) e no exame de laringoestroboscopia no aumento do número de sujeitos que passou a ter fechamento glótico completo (p=0,045), diminuição de sujeitos com fenda triangular médio posterior (p=0,006) e aumento do número de sujeitos com melhora da amplitude do movimento muco-ondulatória das pregas vocais (p=0,006). Dos relatos auto-perceptivos 30 sujeitos (93,7%) declararam sensações positivas em relação à voz ou à laringe. Como conclusão percebeu-se que a realização das técnicas vocais melhorou significativamente parâmetros da análise perceptivo-auditiva, acústica e laringológica com sensações auto-perceptivas positivas. Estas técnicas podem ser utilizadas na obtenção de melhora vocal imediata, em mulheres com vozes normais a levemente alteradas.

 

 

Endereço para correspondência:
Eliane Cristina Pereira.
R. Domingos Molinari, 127, Centro
Teixeira Soares (PR), Brasil. CEP: 84530-000.
E-mail: elianecp@visaonet.com.br

 

 

Trabalho apresentado ao Programa de Pós-graduação em Distúrbios da Comunicação Humana da Universidade Tuiuti do Paraná - UTP - Curitiba (PR), Brasil, para obtenção do título de Mestre em Distúrbios da Comunicação Humana, sob a orientação do Prof. Dr. Jair Mendes Marques e co-orientação da Profa. Dra. Kelly Cristina Alves Silvério.