SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue6Investigation of erythrocyte blood group alleles in multitransfused patients from the northwest of Parana State, Southern Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia

Print version ISSN 1516-8484

Rev. Bras. Hematol. Hemoter. vol.32 no.6 São Paulo  2010

http://dx.doi.org/10.1590/S1516-84842010000600020 

IMAGENS EM HEMATOLOGIA CLÍNICA IMAGES IN CLINICAL HEMATOLOGY

 

Atividade peroxidásica em basófilos de Phrynops geoffroanus (Testudines Chelidae)

 

 

Maria Isabel Afonso da SilvaI; Maria Tercilia Vilela de Azeredo OliveiraII; Claudia Regina Bonini-DomingosII

IPrograma de Pós-Graduação em Genética, Centro de Estudos de Quelônios, Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" - UNESP - São José do Rio Preto (SP), Brasil
IIDepartamento de Biologia, Centro de Estudos de Quelônios, Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" - UNESP - São José do Rio Preto (SP), Brasil

Correspondência

 

 


RESUMO

As peroxidases, presentes nos peroxissomos e lisossomos, pertencem às oxidases e atuam como catalítico para o peróxido de hidrogênio (H2O2), posteriormente decomposto pela oxidação de cossubstratos, evitando danos celulares.(¹) Foi aplicada a técnica da peroxidase(2) em esfregaços sanguíneos de Phrynops geoffroanus, comparando com sangue humano, para avaliação da atividade e controle da reação. O esfregaço sanguíneo humano apresentou marcações em neutrófilos, fagócitos com muitos lisossomos e peroxissomos (Figura 1). Nos esfregaços sanguíneos de Phrynops geoffroanus, as marcações apresentaram-se nos basófilos (Figura 2), que representam de 10% a 25% dos leucócitos de quelônios e possuem grande número de granulações citoplasmáticas,(3) sugerindo a presença de grande quantidade de enzimas e organelas como lisossomos e peroxissomos, possivelmente associadas a sua participação em reações imunes. A atividade peroxidásica representa resposta do organismo a ações ambientais danosas, servindo como marcador biológico.

Descritores: Phrynops geoffroanus; Peroxidase/citoquímica; Basófilos


 

 

 

 

 

 

Referências

1. de Azeredo-Oliveira MT, Mello ML. Peroxidase activity in Malpighian tubules of Triatoma infestans Klug. Cytobios. 1998;93(373):83-92.         [ Links ]

2. Lison L. Histochemie et cytochimie animals: Principes et méthods. 3a ed. Paris: Gauthier-Villars; 1960.         [ Links ]

3. Goulart CE. Herpetologia, herpetocultura e medicina de répteis. Rio de Janeiro: L.F. Livros de Veterinária; 2004. p.21-56, 99-108, 131-44.         [ Links ]

 

 

Correspondência:
Maria Isabel Afonso da Silva.
Rua Cristóvão Colombo, 2265 - Jd. Nazareth
15054-000 - São José do Rio Preto (SP), Brasil
Tel.: (55 17) 3221-2392
E-mail: bebel_afonso@yahoo.com.br

Submetido: 4/8/2010
Aceito: 9/8/2010
Suporte financeiro: FAPESP, CNPq

 

 

Centro de Estudos de Quelônios, Departamento de Biologia, Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" - UNESP - São José do Rio Preto (SP), Brasil

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License