SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.44 issue3Structural proteomics: high-throughput methodsModelling micoorganisms in food author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas

Print version ISSN 1516-9332

Rev. Bras. Cienc. Farm. vol.44 no.3 São Paulo July/Sept. 2008

http://dx.doi.org/10.1590/S1516-93322008000300026 

PUBLICAÇÕES NOVAS NEW PUBLICATIONS

 

 

Prof. Moacyr Aizenstein

Departamento de Farmacologia ICB/USP

 

 

 

BRONCHUD, M. H.; FOOTE, M.; GIACCONE, G.; OLOPADE, O.; WORKMAN, P. (Eds.). Principles of molecular oncology. Totowa: Humana Press Inc., 2008. 418p.

Os autores inicialmente abordam de uma forma bastante didática, os antigos conceitos de carcinogênese em que o início da doença ocorreria num local em que células poderiam se multiplicar rapidamente e atingir grande número, à custa de suas vizinhas. Nestes termos a evolução do câncer pode ser vista como resultado da teoria da seleção natural darwiniana entre populações de células. Por outro lado, os conceitos atuais, segundo os autores, baseiam-se em teorias genéticas em que células cancerígenas ocorrem como resultado de vários fatores (entre eles mutações) que possam ter ocorrido em algum momento entre a concepção e a vida presente do paciente. Nas formas mais comuns de câncer este tempo pode variar entre 3 e 30 anos. Em sua terceira edição, oncologistas moleculares apresentam em 20 capítulos os últimos avanços no estudo desta doença, objetivando o emprego de fármacos eficazes e seguros no seu tratamento e na sua prevenção. Muito embora a "revolução molecular" esteja na sua quarta década, e bastante avançado o conhecimento da biologia dos tumores malignos, o desenvolvimento de procedimentos e produtos clinicamente úteis no seu tratamento deverá atingir grande progresso somente nas próximas décadas, devido ao altíssimo custo no seu desenvolvimento e utilização. É analisada, em vários capítulos, a importância dos diversos marcadores tumorais, como os genéticos, teciduais e celulares epigenéticos e circulatórios, para a prevenção, diagnóstico, prognóstico e acompanhamento desta morbidade. Com base em estudos da predisposição hereditária são apresentados outros marcadores, ainda em desenvolvimento, que poderão ser extremamente úteis no prognóstico das neoplasias e na previsão da resposta terapêutica (ou tóxica) a agentes anticancerígenos. Na abordagem do conhecimento atual e nas projeções sobre os futuros cenários para o tratamento desta doença, a obra é bastante útil para estudantes e profissionais que atuam na pesquisa e tratamento do câncer.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License