SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.44 issue4Mucoadhesion studies in the gastrointestinal tract to increase oral drug bioavailability author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas

Print version ISSN 1516-9332

Rev. Bras. Cienc. Farm. vol.44 no.4 São Paulo Oct./Dec. 2008

http://dx.doi.org/10.1590/S1516-93322008000400001 

EDITORIAL

 

 

Terminamos mais um ano e, com o presente fascículo, concluímos o volume 44 da Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas/Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences, com número expressivo, 79, de artigos. É com satisfação que registramos a participação de autores de todo o País, como se espera de um periódico de âmbito nacional. Por outro lado, a visibilidade internacional nos valeu a publicação de artigos de autores estrangeiros, entre eles, aqueles da Índia.

Os temas abrangeram a maior parte das Ciências Farmacêuticas, mas cabe realçar a significativa submissão de artigos na área de Atenção Farmacêutica, que se estrutura no País, impulsionada pelas novas diretrizes curriculares da área de Farmácia. Observa-se, assim, que a RBCF/BJPS realmente reflete as tendências não só da pesquisa desenvolvida no País, mas, também, do ensino que dela deve ser indissociável. Espera-se que, na medida da consolidação dessa área, se amplie a abrangência das pesquisas relacionadas, a geração do conhecimento e o seu rigor científico, refletindo, assim, a maior contribuição do farmacêutico em seu papel junto à Saúde no País.

O lugar de destaque entre os periódicos da área, conquistado pela RBCF/BJPS, tem nos movido a buscar mudanças mais profundas no periódico, visando ao seu reconhecimento por bases internacionais de prestígio no cenário atual da indexação das publicações científicas. Soma-se a esse fato, a celebração, no ano de 2009, de seus 70 anos de publicação e de 10 anos de reformulação editorial, o que nos impulsiona a alçar vôos mais altos.

Assim é que, no próximo ano, a RBCF/BJPS assumirá seu título em inglês, passando definitivamente a Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences e publicando apenas nesse idioma. Trata-se de aspiração de há muito manifestada pela comunidade que milita na área de Ciências Farmacêuticas ou em áreas afins. Pretende-se, dessa forma, aumentar a visibilidade da publicação, transcendendo seu alcance para além das fronteiras nacionais.

As medidas preparadas para o futuro próximo incluem, também, informatização do processo e a agilidade que esta representa, além das alterações de layout.

Temos certeza de que o periódico continuará merecendo a credibilidade com que vimos contando no presente por parte dos autores. Da importância que conferem ao seu trabalho científico e do rigor com que o desenvolvem depende a qualidade da publicação. Assim sendo, agradecemos pela contribuição inestimável, que constrói o nosso prestígio.

Agradecemos, também, aos revisores, pela disponibilidade em avaliar criteriosamente os trabalhos submetidos, em direção ao seu aprimoramento e, consequentemente, à qualidade da RBCF/BJPS.

Congratulo-me com a Comissão de Publicação, pelas ações e discussão profícua, que conduzem a novas idéias em benefício do periódico.

É imperativo agradecer a dedicação e o empenho da Editoria Executiva, em tornar possível a concretização das metas que estabelecemos para esse ano e, não raro, ultrapassá-las. Na pessoa da bibliotecária Leila Rangel de Carvalho Aranha, cumprimentamos toda a sua equipe.

Ao CNPq e à FAPESP devemos o apoio financeiro que distingue a RBCF/BJPS. A indexação no SciELO representa o reconhecimento da projeção da publicação na área.

Ao final, queremos cumprimentar os coordenadores do Instituto de Ciência e Tecnologia para Inovação Farmacêutica, Professores Ivan da Rocha Pitta e Dulcinéia Saes Parra Abdalla, pelo empenho em fortalecer a área de Farmácia. A dedicação à iniciativa foi premiada com a aprovação do projeto. Essa conquista, em nível nacional, traz em si a perspectiva de que a área crescerá ainda mais cientificamente e de forma integrada.

Esperamos que a RBCF saia, também, fortalecida com as publicações que certamente resultarão do trabalho conjunto, consolidando o periódico como o veículo principal de divulgação das Ciências Farmacêuticas produzidas no País.

 

Elizabeth Igne Ferreira
Editora Científica