SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue4Comparison between two experimental protocols to promote osteoporosis in the maxilla and proximal tibia of female rats author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Pesquisa Odontológica Brasileira

Print version ISSN 1517-7491

Pesqui. Odontol. Bras. vol.17 no.4 São Paulo Oct./Dec. 2003

http://dx.doi.org/10.1590/S1517-74912003000400001 

EDITORIAL

 

O assessor: personagem central na publicação científica

 

 

Esther Goldenberg Birman

Editora Científica

 

 

Neste ano, esperamos aprimorar as nossas publicações contando com o importante papel dos nossos "referees" (assessores) na avaliação da produção enviada, bem como em sua adequação.

Editor, assistentes e conselheiros também colaboram com a qualificação dos trabalhos, sendo muito importante sua atenção e opinião, avaliando a confiança científica e a relevância clínica ou biomédica nos trabalhos submetidos.

O trabalho dos assessores de avaliação dos vários aspectos dos artigos apresentados não precisa, necessariamente, concluir apenas com os veredictos "aceitação" ou "rejeição". Seu julgamento final deve ser bem fundamentado para contribuir com o aprimoramento dos trabalhos, atuais e futuros. Ressalte-se, nesse relacionamento, a importância do anonimato mútuo entre autores e assessores.

O senso de responsabilidade dos "referees" tem sido aprimorado, e as sugestões de modificações têm tido o intuito de colaborar e aperfeiçoar. Assim, muitos assessores gastam horas produzindo críticas construtivas para os autores, sempre objetivando melhores resultados.

Na nossa atuação, não contamos só com um único "referee", mas sim um segundo e às vezes até um terceiro. A análise da forma apropriada dos trabalhos apresentados é muito importante e tem um caráter construtivo, embora possa muitas vezes ser mal interpretada.

Temos sentido a necessidade de recrutar mais assessores treinados, inclusive a colaboração de profissionais em regime "full-time". O Editor coordena o trabalho dos assessores, avaliando-o juntamente com os editores assistentes.

Uma inovação útil seria a avaliação especializada das análises estatísticas, conferindo confiabilidade aos resultados obtidos.

Além disso, o Editor é responsável por todas as etapas envolvidas na rotina de uma publicação científica, incluindo aspectos adminstrativos e técnicos, sempre visando à qualidade do periódico. A assessoria possui membros da comunidade científica que são requisitados para avaliar os trabalhos da comunidade nacional. Estamos consolidando também a internacionalização da POB, com o estabelecimento de vários intercâmbios em língua inglesa, e a natureza de uma instituição como a SBPqO – que é responsável pela revista – garante o rigor do seu controle de qualidade.

Assim, a manutenção da identidade e do caráter eminentemente científico da POB contribui para garantir sua periodicidade, regularidade e a qualidade do seu conteúdo.

Em suma, procuraremos neste ano aumentar e "profissionalizar" a contribuição dos assessores que, conjuntamente com o editor e seus assistentes, deverão elevar a excelência da comunicação científica da nossa publicação.