SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 issue1Atividade física e envelhecimento: aspectos epidemiológicos author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Rev Bras Med Esporte vol.7 no.1 Niterói  2001

http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922001000100001 

EDITORIAL

 

Indexação da Revista Brasileira de Medicina do Esporte

 

 

José Kawazoe Lazzoli; Antonio Claudio Lucas da Nóbrega

Editor-Chefe

 

 

Nos primeiros dias deste ano recebemos uma notícia muito esperada: a de que a Revista Brasileira de Medicina do Esporte havia sido selecionada pela Bireme para indexação na Base de Dados LILACS. Isso a coloca na elite entre os periódicos da área de saúde na America Latina e Caribe. O trabalho da Bireme de seleção de periódicos a serem indexados tem caráter exclusivamente técnico e é do mais alto nível; as críticas realizadas são sempre construtivas e têm como objetivo o aprimoramento do periódico.

Não diríamos que este é o ápice de uma trajetória porque planejamos conquistas ainda maiores para a RBME. Entretanto, não podemos deixar de comemorar o fato, que consideramos conseqüência do trabalho que vem sendo realizado nos últimos anos. Vários leitores mais atentos têm comentado conosco sobre o crescimento progressivo e consolidado do periódico oficial da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte.

Há pouco mais de três anos regularizamos a periodicidade de publicação da RBME, fundamental para qualquer periódico que pretenda manter um alto padrão de qualidade. O número e a qualidade dos artigos submetidos vêm aumentando continuamente, com uma participação cada vez maior de artigos originais. Os principais grupos de pesquisa brasileiros nas áreas de Medicina do Exercício e do Esporte e Ciências do Esporte já publicaram e continuam publicando na RBME. No ano passado implantamos o processo de revisão pelos pares (peer-review), essencial em publicações científicas periódicas que gozam de bom conceito junto à comunidade acadêmica; este processo tem como objetivo muito mais o de servir como estímulo ao aperfeiçoamento do que propriamente o de ser um controle de qualidade. Contamos com um Conselho Editorial e com revisores ad-hoc de altíssima qualidade profissional, com membros que estão entre os melhores profissionais do Brasil e vários de renome internacional. Outro ponto positivo que muito se comenta é a qualidade da composição e impressão da RBME, que decorre do trabalho minucioso, perfeccionista e extremamente sério da equipe da Redprint Editora na montagem e na distribuição da RBME, conferindo-lhe um altíssimo padrão de qualidade editorial.

E é por essas e várias outras razões que encaramos essa conquista com naturalidade, considerando-a mais um passo na trajetória da RBME, que acreditamos estar seguindo um caminho irreversível de crescimento.