SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue6Kinanthropometric analysis of the volume and muscle percentage composition of the appendicular segments of Cuban elite dancerPositive diabetes family history alters chronotropic response to acute exercise author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • Have no similar articlesSimilars in SciELO

Share


Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Rev Bras Med Esporte vol.17 no.6 São Paulo Nov./Dec. 2011

http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922011000600002 

[ARTIGO RETRATADO] Consumo máximo de oxigênio em atletas de futebol por meio de diferentes métodos

 

 

Fabrício Azevedo VoltarelliI; Carlos Alexandre FettI; Christianne de Faria CoelhoI; Fabrício Cesar de Paula RavagnaniII

IUniversidade Federal de Mato Grosso (UFMT) - Departamento de Educação Física - Núcleo de Aptidão Física, Metabolismo e Saúde (NAFiMeS) - Cuiabá - MT
IICentro Universitário de Várzea Grande (UNIVAG) - Várzea Grande - MT

 

 

O motivo da retratação não adentra os motivos de plágio, uma vez que o texto foi confeccionado por todos os autores e não configura cópia de outro pré-existente; o mesmo foi baseado nos dados numéricos supostamente obtidos por meio de coletas de campo realizada, no ano de 2008, por graduandos os quais pertenciam a um grupo de pesquisa sob minha coordenação. Tal grupo de pesquisa não se formou na UFMT, uma vez que em 2008, ano das coletas, eu não havia, ainda, sido aprovado em concurso público e, portanto, trabalhava em uma Universidade Particular. Quando em Cuiabá, acessamos os dados (já tabulados, com estatística feita) e escrevemos o manuscrito, confiando plenamente nos dados numéricos. Vale ressaltar que não participei, in loco, das coletas efetuadas pelos alunos.

Devo destacar que os nomes dos alunos não foram incluídos no artigo submetido e aprovado pela RBME, pois, quando da oportunidade, os alunos não mostraram interesse na inserção, alegando que não pretendiam seguir carreira acadêmica e que nada somaria em suas vidas um artigo publicado. Dessa forma, fiz o convite aos outros colegas co-autores para efetuarmos a porção intelectual do trabalho.

Ano passado, requisitei a esses alunos, com os quais não mais mantenho contato presencial, os dados brutos dos valores contidos no artigo, pois, agregados aos mesmos, estavam outros dados (não utilizados) que usaríamos em outros trabalhos científicos visando publicação. No entanto, os ex-alunos disseram que os dados brutos não mais existiam, fato que causou estranheza e desconfiança de nossa parte, sendo que, a época, os dados haviam sido gravados no computador da Instituição. Como teriam sido apagado então? Essa foi a dúvida que pairou. Portanto, frente à essa situação, passei a não acreditar nos dados de nosso artigo publicado na RBME, uma vez que levantou-se a hipótese de que esses dados podem ter sido inventados. Tal prática não condiz com a ética e com os preceitos de nosso atual grupo. Dessa forma, para não permanecer sempre com dúvidas em relação aos dados contidos no artigo, decidi fazer a retratação e pedir a exclusão do artigo, pois, assim, acredito que dou minha parcela de contribuição para o meio acadêmico e, pricipalmente, para a RBME, uma vez que tal periódico é de elevada expressão acadêmica e respeitada por todos.

Atenciosamente,

Prof. Dr. Fabrício Azevedo Voltarelli
(Solicitante)