SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 issue6Natural occurrence of Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorok. on adults of the lesser mealworm (Alphitobius diaperinus) (Panzer) (Coleoptera: Tenebrionidae) in poultry houses in Cascavel, PR, BrazilPredacious mites in papaya (Carica papaya L.) orchards: in search of a biological control agent of phytophagous mite pests author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Neotropical Entomology

Print version ISSN 1519-566XOn-line version ISSN 1678-8052

Neotrop. Entomol. vol.33 no.6 Londrina Nov./Dec. 2004

http://dx.doi.org/10.1590/S1519-566X2004000600019 

SCIENTIFIC NOTE

 

Novos registros de moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) no estado do Rio de Janeiro

 

New records of fruit flies (Diptera: Tephritidae) in the Rio de Janeiro state, Brazil

 

 

Fernando A.A. FerraraI; Keiko UramotoII; Elen L. Aguiar-MenezesIII; Silvana A.S. SouzaI; Paulo C.R. CassinoIV

IColégio Técnico Agrícola Ildefonso Bastos Borges, UFF, Av. Dário Vieira Borges, 235 - Parque do Trevo 28360-000 Bom Jesus do Itabapoana, RJ, e-mail: ferrara@vm.uff.br
IIDepto. Biologia, Instituto de Biociências, USP, 05508-901 São Paulo, SP
IIIEmbrapa Agrobiologia, BR 465, km 7, C. postal 74505, 23890-000 Seropédica, RJ
IVCIMPUR "CRG", UFRuralRJ, BR 465, km 7, 23890-000 Seropédica, RJ

 

 


RESUMO

Este trabalho constitui o primeiro registro de Anastrepha barbiellinii Lima, A. bistrigata Bezzi, A. manihoti Lima, A. minensis Lima e A. zenildae Zucchi no estado do Rio de Janeiro, totalizando 26 espécies de Anastrepha registradas no estado.

Palavras-chave: Insecta, Anastrepha, ocorrência


ABSTRACT

This paper reports the first record of the following Anastrepha species in the state of Rio de Janeiro: A. barbiellinii Lima, A. bistrigata Bezzi, A. manihoti Lima, A. minensis Lima and A. zenildae Zucchi. The number of Anastrepha species recorded in this state increased to 26.

Key words: Insecta, Anastrepha, occurrence


 

 

No estado do Rio de Janeiro, existem poucos dados de distribuição geográfica e dinâmica populacional das moscas-das-frutas. Tais dados existem apenas para as cidades do Rio de Janeiro, Seropédica e Itaguaí. Em algumas outras cidades, há apenas registro de ocorrência. No estado estão registradas 21 espécies de Anastrepha, além de C. capitata (Aguiar—Menezes & Menezes 2000).

Este estudo visa apresentar os novos registros de espécies de Anastrepha para o estado do Rio de Janeiro. É parte do levantamento de moscas-das-frutas no noroeste do estado, região desprovida dessas informações (Aguiar—Menezes & Menezes 2000).

O estudo foi conduzido de fevereiro/2000 a janeiro/2002, em pomares comerciais de goiaba (Psidium guajava L.) e de laranja doce (Citrus sinensis Osbeck) e em pomares caseiros diversificados de quatro municípios da região noroeste fluminense: Bom Jesus do Itabapoana (21º11'15"S e 41º41'15"W), Italva (21º26'15"S e 41º41'15"W), Itaperuna (21º11'15"S e 41º56'15"W) e Natividade (21º03'45"S e 41º56'15"W).

Os levantamentos foram realizados utilizando-se frascos caça-moscas de plástico transparentes modelo McPhail, instalando duas armadilhas por localidade. As armadilhas foram examinadas a cada quinze dias, quando se coletavam os espécimes e se substituía o atrativo (solução aquosa de proteína hidrolisada a 5%, estabilizada com bórax em pH entre 8,5 e 9,0). As moscas-das-frutas foram acondicionadas em frascos de vidro, devidamente etiquetados, contendo álcool 70%. As identificações foram baseadas em Zucchi (2000). Espécimes-testemunha foram depositados na coleção "Ângelo Moreira Costa Lima", do Instituto de Biologia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, RJ (Seropédica, RJ).

Foram coletados 45.386 espécimes do gênero Anastrepha (27.621 fêmeas e 17.765 machos) e 40.188 C. capitata (29.909 fêmeas e 10.279 machos).

Dezesseis espécies de Anastrepha foram identificadas: A. barbiellinii Lima, A. bezzii Lima, A. bistrigata Bezzi, A. consobrina (Loew), A. distincta Greene, A. fraterculus (Wiedemann), A. grandis (Macquart), A. manihoti Lima, A. minensis Lima, A. montei Lima, A. obliqua (Macquart), A. pickeli Lima, A. pseudoparallela (Loew), A. serpentina (Wiedemann), A. sororcula Zucchi e A. zenildae Zucchi. Dentre estas, cinco espécies são registradas pela primeira vez no estado do Rio de Janeiro: A. barbiellinii, A. bistrigata, A. manihoti, A. minensis e A. zenildae, totalizando 26 espécies no estado.

 

Agradecimentos

À Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), pela concessão da bolsa de doutorado ao primeiro autor desse trabalho.

À Universidade Federal Fluminense, pela liberação de recursos para a construção do laboratório de proteção de plantas no Colégio Técnico Agrícola Ildefonso Bastos Borges, para a realização dos estudos de doutoramento e continuidade das pesquisas do primeiro autor.

 

Literatura Citada

Aguiar-Menezes, E.L. & E.B. Menezes. 2000. Rio de Janeiro, p.259-263. In A. Malavasi & R.A. Zucchi (eds.), Moscas-das-frutas de importância econômica no Brasil: Conhecimento básico e aplicado. Ribeirão Preto, FAPESP-Holos, 327p.        [ Links ]

Zucchi, R.A. 2000. Taxonomia, p.13-24. In A. Malavasi & R.A. Zucchi (eds.), Moscas-das-frutas de importância econômica no Brasil: Conhecimento básico e aplicado. Ribeirão Preto, FAPESP-Holos, 327p.        [ Links ]

 

 

Received 10/08/04. Accepted 14/08/04.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License