SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 issue3Illustrated key for the identification of the Brachyura zoeal stages from the estuarine and nearby coastal region of the Patos Lagoon (RS)The exotic invasive snail Achatina fulica (Stylommatophora, Mollusca) in the State of Rio de Janeiro (Brazil): current status author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

  • Portuguese (pdf)
  • Article in xml format
  • How to cite this article
  • SciELO Analytics
  • Curriculum ScienTI
  • Automatic translation

Indicators

Related links

Share


Biota Neotropica

On-line version ISSN 1676-0611

Biota Neotrop. vol.10 no.3 Campinas July/Sept. 2010

http://dx.doi.org/10.1590/S1676-06032010000300037 

SHORT COMMUNICATIONS

 

Espécies de Anastrepha Schiner (Diptera: Tephritidae), seus hospedeiros e parasitóides nos Estados do Acre e Rondônia, Brasil

 

Species of Anastrepha Schiner (Diptera: Tephritidae), its hosts and parasitoids in the States of Acre and Rondônia, Brazil

 

 

Júlia Daniela Braga PereiraI; Dayse Paes BuritiII; Walkymário de Paulo LemosIII; Wilson Rodrigues da SilvaIV; Ricardo Adaime da SilvaV, *

IUniversidade Federal do Amapá - UNIFAP, Rod. JK, Km 02, CEP 68902-280, Macapá, AP, Brasil
IIUniversidade Federal do Acre - UFAC, Rod. BR-364, Km 04, 6637, CEP 69915-900, Rio Branco, AC, Brasil
IIIEmbrapa Amazônia Oriental - EMBRAPA, Trav. Dr. Enéas Pinheiro, s/n, CEP 66095-100, Belém, PA, Brasil
IVSecretaria de Estado da Educação - SEED, Av. FAB, s/n, Centro, CEP 68906-970, Macapá, AP, Brasil
VEmbrapa Amapá - EMBRAPA, Rod. JK, Km 04, CEP 68902-280, Macapá, AP, Brasil

 

 


RESUMO

Durante o mês de março de 2009 foram realizadas amostragens de frutos carnosos nos Estados do Acre (municípios de Brasiléia, Bujari, Capixaba, Epitaciolândia, Rio Branco, Sena Madureira, Senador Guiomard e Xapuri) e Rondônia (Ariquemes, Candeias do Jamari, Itapuã do Oeste, Ouro Preto do Oeste e Porto Velho) visando ampliar o conhecimento sobre a diversidade de moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae), seus hospedeiros e parasitóides. Este trabalho constitui o primeiro registro de Anastrepha coronilli Carrejo & González (Tephritidae) para o Estado do Acre, e das espécies A. coronilli, A. distincta Greene (Tephritidae), e dos himenópteros Doryctobracon areolatus (Szépligeti) e Opius bellus Gahan (Braconidae) para Rondônia.

Palavras-chave: Amazônia, Braconidae, Hymenoptera, moscas-das-frutas, Tephritoidea.


ABSTRACT

In March of 2009, samplings of fleshy fruits were accomplished in the States of Acre (counties of Brasiléia, Bujari, Capixaba, Epitaciolândia, Rio Branco, Sena Madureira, Senador Guiomard and Xapuri) and in Rondônia (Ariquemes, Candeias do Jamari, Itapuã do Oeste, Ouro Preto do Oeste and Porto Velho), aiming to improve the knowledge on diversity of fruit flies (Diptera: Tephritidae), their hosts and parasitoids. The present work constitutes the first record of Anastrepha coronilli Carrejo & González (Tephritidae) for the State of Acre and A. coronilli, A. distincta Greene (Tephritidae), and the hymenopteran D. areolatus (Szépligeti) and O. bellus Gahan (Braconidae) for Rondônia.

Keywords: Amazon, Braconidae, Hymenoptera, fruit flies, Tephritoidea.


 

 

Introdução

O conhecimento sobre moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) na região Norte do Brasil aumentou consideravelmente desde a década de 1990, quando os estudos passaram a ser realizados com mais frequência e novos registros de espécies foram feitos na região por Silva (1993), Canal Daza et al. (1994, 1995), Leonel Junior et al. (1995), Ronchi-Teles (2000), Silva & Ronchi-Teles (2000), Carvalho (2002, 2003) e Carvalho & Malavasi (2003). No entanto, pesquisas relacionadas ao grupo concentraram-se somente em alguns estados, particularmente Amazonas e Amapá. Para os Estados do Acre e Tocantins, até o ano 2000 não havia registros de espécies de moscas-das-frutas.

Em 2003 foram realizados os primeiros registros de tefritídeos no Acre, em levantamento utilizando armadilhas (frascos caça-moscas) em pomares de citros e fruteiras tropicais. Cinco espécies foram identificadas: Anastrepha distincta Greene, A. leptozona Hendel, A. striata Schiner, A. obliqua (Macquart) e A. tumida Stone (Thomazini et al. 2003). No referido trabalho, não foi possível a identificação dos hospedeiros das espécies obtidas, visto que essa associação somente pode ser determinada por meio da amostragem de frutos (Nascimento et al. 2000).

No Estado de Rondônia, desde o ano 2000 não há incremento no número de espécies conhecidas, sendo registradas para esse estado as espécies A. atrigona Hendel, A. leptozona, A. obliqua, A. serpentina (Wiedemann) e A. striata, de acordo com Zucchi (2008). Dessa forma, o presente trabalho objetivou registrar a ocorrência de espécies de Anastrepha, seus hospedeiros e parasitóides em municípios dos Estados do Acre e Rondônia, Brasil.

 

Materiais e Métodos

Foram realizadas coletas de frutos carnosos, silvestres e cultivados, em diferentes formações vegetais, de 16 a 27/03/2009 no Acre, municípios de Brasiléia, Bujari, Capixaba, Epitaciolândia, Rio Branco, Sena Madureira, Senador Guiomard e Xapuri; e de 18/03 a 21/03/2009 em Rondônia, municípios de Ariquemes, Candeias do Jamari, Itapuã do Oeste, Ouro Preto do Oeste e Porto Velho. A amostragem foi realizada ao acaso, coletando-se frutos maduros ou em estado de maturação, diretamente das plantas ou do solo, quando estes estavam recém-caídos. Todos os pontos de coleta tiveram suas coordenadas geográficas registradas por GPS. As amostras foram acondicionadas em recipientes plásticos (vedados por tecido de malha fina), devidamente identificadas, pesadas e posteriormente foram transportadas para o Laboratório de Entomologia da Embrapa Acre, onde o experimento foi conduzido, segundo Silva et al. (2007).

Os exemplares de Tephritidae e Braconidae obtidos nas coletas estão depositados no Laboratório de Entomologia da Embrapa Amapá, onde uma coleção de referência está sendo estruturada.

 

Resultados e Discussão

No estado do Acre foram coletadas 88 amostras, totalizando 1.976 frutos (52,12 kg) (Tabela 1). Foram obtidos 723 pupários, emergindo desse total 267 tefritídeos e 5 parasitóides (Tabela 2), tendo sido os frutos de goiaba os mais infestados, com 263,6 pupários/kg. As espécies registradas foram A. coronilli, A. distincta, A. obliqua e A. striata (Tabela 3), sendo esta última a espécie mais frequente. Somente o parasitóide braconídeo Doryctobracon areolatus (Szépligeti) foi verificado associado a A. coronilli em frutos de goiaba-de-anta (Melastomataceae), totalizando 10,2% de parasitismo (Tabela 2). Os primeiros registros de parasitóides de Anastrepha para o Estado do Acre foram feitos recentemente, sendo Opius bellus Gahan, D. areolatus e Utetes anastrephae (Viereck) associados a A. obliqua em frutos de taperebá, no município de Bujari, e D. areolatus a A. obliqua em frutos de goiaba, na capital Rio Branco (Thomazini & Albuquerque 2009). Das cinco espécies de Anastrepha já registradas no Acre, capturadas com armadilhas, apenas A. leptozona e A. tumida não foram obtidas neste trabalho. Foi verificada a ocorrência de A. coronilli no município de Capixaba (Tabela 3), sendo este o primeiro registro da espécie para o Estado do Acre.

Em Rondônia foram coletadas 61 amostras nos cinco municípios amostrados, totalizando 1.402 frutos (51,70 kg) (Tabela 4). Foram obtidos 563 pupários, dos quais emergiram 78 tefritídeos e 21 parasitóides braconídeos (Tabela 5) das espécies D. areolatus e O. bellus (Tabela 6). Os frutos de araçá-goiaba foram os mais infestados (298,2 pupários/kg). D. areolatus foi o parasitóide predominante, com índice de parasitismo de 22,0% em amostras de carambola, no município de Ouro Preto do Oeste (Tabela 5). As espécies de moscas-das-frutas registradas foram A. atrigona, A. coronilli, A. distincta, A. obliqua e A. striata (Tabela 6), sendo A. striata a mais frequente, assim como observado nas coletas realizadas no Estado do Acre. A. coronilli foi associada a frutos de goiaba (Myrtaceae) e goiaba-de-anta (Melastomataceae) e A. distincta a frutos de ingá-cipó (Fabaceae). Os resultados obtidos caracterizam o primeiro registro dos tefritídeos A. coronilli e A. distincta e dos braconídeos D. areolatus e O. bellus para o Estado de Rondônia, Brasil. A ocorrência de A. coronilli já foi registrada para os Estados do Amazonas, Amapá, Roraima e Tocantins, sendo associada a hospedeiros das famílias Annonaceae, Dileniaceae, Memecylaceae e, preferencialmente, Melastomataceae (Zucchi 2008). Este trabalho relata o primeiro registro da família Myrtaceae como hospedeiro de A. coronilli. De acordo com Zucchi (2008), A. distincta estava distribuída em todos os Estados da região Norte, exceto Rondônia. A ocorrência dos parasitóides D. areolatus e O. bellus já foi reportada na literatura para o vizinho Estado do Amazonas, nas proximidades de Manaus, sendo este o local de ocorrência mais próximo de Rondônia (Costa et al. 2009).

 

Agradecimentos

Os autores agradecem a Carlos Alberto Moraes (Embrapa Amapá) e ao Sr. Claudir Vezu (Embrapa Acre), pelo auxílio nas coletas de frutos. Aos pesquisadores Murilo Fazolin e Givanildo Roncatto (Embrapa Acre), César Augusto Domingues Teixeira (Embrapa Rondônia) e Olzeno Trevisan (CEPLAC Rondônia), pela viabilização da logística dos trabalhos de campo.

 

Referências Bibliográficas

CANAL DAZA, N., ZUCCHI, R.A., SILVA, N.M. & LEONEL Jr., F.L. 1994. Reconocimento de las especies de parasitoides (Hym.: Braconidae) de moscas de las frutas Dip.: (Tephritidae) em dos municipios del estado de Amazonas, Brasil. Bol. Mus. Entomol. Univ. Valle 2(1/2):1-17.         [ Links ]

CANAL DAZA, N., ZUCCHI, R.A., SILVA, N.M. & SILVEIRA NETO, S. 1995. Análise faunística dos parasitóides (Hymenoptera: Braconidae) de Anastrepha (Dip., Tephritidae) em Manaus e Iranduba, Estado do Amazonas. Acta Amaz. 25(3/4):235-246.         [ Links ]

CARVALHO, R.S. & MALAVASI, A. 2003. Monitoramento de parasitóides nativos de moscas-das-frutas (Tephritidae) antes da liberação de Diachasmimorpha longicaudata na região Amazônica. Embrapa Mandioca e Fruticultura, Cruz das Almas, 8p. Embrapa Mandioca e Fruticultura, Comunicado técnico, 96.         [ Links ]

CARVALHO, R.S. 2002. Impacto da introdução do braconídeo exótico Diachasmimorpha longicaudata no Recôncavo Baiano, no Semi-árido e na Amazônia e seu potencial de uso no Brasil. In Anais do 19º Congresso Brasileiro de Entomologia. Sociedade Entomólogica do Brasil, Manaus. CD-ROM.         [ Links ]

CARVALHO, R.S. 2003. Estudos de laboratório e de campo com o parasitóide exótico Diachasmimorpha longicaudata Ashmead (Hymenoptera: Braconidae) no Brasil. Tese de Doutorado, Instituto de Biociências, Universidade de São Paulo, São Paulo, 182p.         [ Links ]

COSTA, S.G.M., QUERINO, R.B., RONCHI-TELES, B., PENTEADO-DIAS, A.M.M. & ZUCCHI, R.A. 2009. Parasitoid diversity (Hymenoptera: Braconidae and Figitidae) on frugivorous larvae (Diptera: Tephritidae and Lonchaeidae) at Adolpho Ducke Forest Reserve, Central Amazon Region, Manaus, Brazil. Brazil. J. Biol. 69(2):363-370.         [ Links ]

LEONEL Jr., F.L., ZUCCHI, R.A., WHARTON, R.A. 1995. Distribution and tephritidae host (Diptera) of braconidae parasitoids (Hymenoptera) in Brazil. Int. J. Pest Manag. 41(4)208-213.         [ Links ]

NASCIMENTO, A.S., CARVALHO, R.S. & MALAVASI, A. 2000. Monitoramento populacional. In Moscas-das-frutas de importância econômica no Brasil: conhecimento básico e aplicado (A. Malavasi & R.A. Zucchi, eds). São Paulo, Holos, p. 109-112.         [ Links ]

RONCHI-TELES, B. 2000. Ocorrência e flutuação populacional de espécies de moscas-das-frutas e parasitóides com ênfase para o gênero Anastrepha (Diptera: Tephritidae) na Amazônia Brasileira. Tese de Doutorado, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Universidade do Amazonas, Manaus, 156p.         [ Links ]

SILVA, N.M. & RONCHI-TELES, B. 2000. Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima. In Moscas-das-frutas de importância econômica no Brasil: conhecimento básico e aplicado (A. Malavasi & R.A. Zucchi, eds). São Paulo, Holos, p. 203-209.         [ Links ]

SILVA, N.M. 1993.Levantamento e análise faunística de moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) em quatro locais do Estado do Amazonas. Tese de Doutorado, Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 152p.         [ Links ]

SILVA, R.A., XAVIER, S.L.O., SOUZA FILHO, M.F., SILVA, W.R., NASCIMENTO, D.B. & DEUS, E.G. 2007. Frutíferas hospedeiras e parasitóides (Hym., Braconidae) de Anastrepha spp. (Dip., Tephritidae) na Ilha de Santana, Estado do Amapá, Brasil. Arq. Instit. Biol. 74:153-156.         [ Links ]

THOMAZINI, M.J. & ALBUQUERQUE, E.S. 2009. Parasitóides (Hymenoptera: Braconidae) de Anastrepha Schiner (Diptera: Tephritidae) no estado do Acre. Acta Amaz. 39(1):245-248.         [ Links ]

THOMAZINI, M.J., ALBUQUERQUE, E.S. & SOUZA-FILHO, M.F. 2003. Primeiro registro de espécies de Anastrepha (Diptera: Tephritidae) no estado do Acre. Neotrop. Entomol. 32(4):723-724.         [ Links ]

ZUCCHI, R.A. 2008. Fruit flies in Brazil - Anastrepha species and their hosts plants. http://www.lea.esalq.usp.br/anastrepha/ (último acesso em 20/01/2010).         [ Links ]

 

 

Recebido em 26/01/2010
Versão reformulada recebida em 07/04/2010
Publicado em 01/07/2010

 

 

* Autor para correspondência: Ricardo Adaime da Silva, e-mail: adaime@cpafap.embrapa.br

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License