SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 issue3The first Brazilian Consensus for Standardization of ANA in HEp-2 CellsRelationship between gross and microscopic findings in 200 consecutive autopsies: cost/benefit value of the histopathological study of all organs and systems author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial

On-line version ISSN 1678-4774

J. Bras. Patol. Med. Lab. vol.38 no.3 Rio de Janeiro July 2002

http://dx.doi.org/10.1590/S1676-24442002000300009 

CARTA AO EDITOR
LETTER TO EDITTOR

 

Discordância entre testes sorológicos para sífilis em pacientes HIV-positivos: perda de anticorpos treponêmicos?

Discrepancy between serological tests for syphilis in HIV-positive patients: absence of treponemal antibodies?

 

Michel F.S. Fonseca1
Maria L. Silva2
Suzane P.F. Neves3

 

Recebido em 17/04/01
Aceito para publicação em 06/05/02

 

 

As doenças sexualmente transmissíveis constituem um grande problema de saúde pública em todos os países. A relação entre a sífilis e a infecção pelo HIV é bem conhecida. O próprio comportamento sexual de risco é fator para a aquisição da doença, bem como para a infecção pelo HIV. Também as ulcerações genitais causadas pela sífilis ou outras DSTs, levando à ruptura das barreiras mucosas, predispõem à infecção pelo HIV. A prevalência desta doença é maior em pacientes homossexuais HIV-positivos, quando comparados com homossexuais HIV-negativos. Além disto, muitos estudos mostram um curso clínico mais rápido e agressivo em pacientes co-infectados, podendo a doença evoluir mais precocemente e, em maior percentual, para o acometimento do sistema nervoso central (SNC), além de maior falha no tratamento ou recaída da infecção. Outro aspecto relevante são as alterações em testes sorológicos para sífilis, relacionados tanto à soro-reativação (por ativação policlonal inespecífica de linfócitos induzida pelo HIV) quanto à soro-reversão (por falha na produção dos anticorpos antitreponêmicos devido ao comprometimento progressivo da função imune). Neste estudo, realizado entre janeiro de 1998 e abril de 2000, avaliamos os resultados dos testes sorológicos para sífilis de 90 pacientes HIV-positivos atendidos no Ambulatório de Doenças Infecto-Parasitárias (CTR-DIP) do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), cujas amostras foram processadas no setor de soro-imunologia do Laboratório Central desta instituição. Todas as amostras positivas para o VDRL foram confirmadas com um teste treponêmico, a hemaglutinação indireta (HAI). Deste total, 12 pacientes apresentaram HAI negativa (13,3%). Uma vez que dados da literatura mostram que 1,7% dos resultados de VDRL é falso-positivo em pacientes infectados pelo HIV, o grande percentual de discordância entre o VDRL e a hemaglutinação observado neste estudo alerta para a possibilidade de perda de anticorpos antitreponêmicos no decorrer da infecção pelo vírus. Além disto, 11 dos 12 pacientes que apresentaram HAI negativa mostravam VDRL menor ou igual a 1/32, sendo que este é, segundo alguns autores, um dos fatores de risco associado à perda de anticorpos antitreponêmicos ao longo da infecção pelo HIV. Desta forma, deve-se avaliar com cautela um resultado treponêmico negativo sempre que houver evidência de infecção sifilítica prévia ou atual.

 

Referências

1. Janier, M. et al. A prospective study of the influence of HIV status on the seroreversion of serological tests for syphilis. Dermatology, 198: 362-9, 1999.

2. Malone, J.L. et al. Syphilis and neurosyphilis in a human immunodeficiency virus type-1 seropositive population: evidence for frequent serologic relapse after therapy. Am. J. Med., 99: 55-63, 1995.

3. Seliati, T.J. et al. Virulent Treponema pallidum, lipoprotein, and synthetic lipopeptides induce CCR5 on human monocytes and enhance their susceptibility to infection by human immunodeficiency virus type 1. J. Infect. Dis., 181: 283-93, 2000.

4. Yinnon, A.M. et al. Serologic response to treatment of syphilis in patients with HIV infection. Arch. Intern. Med.,156: 321-5, 1996.

 

 

Endereço para correspondência

Laboratório Central do Hospital das Clínicas ¾ UFMG
Av. Professor Alfredo Balena 110 ¾ Santa Efigênia
CEP 30130-100 ¾ Belo Horizonte-MG
e-mail: suzane@medicina.ufmg.br

 

 

1. Médico residente em Patologia Clínica do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (HC/UFMG).
2. Bioquímica do Setor de Soroimunologia do Laboratório Central do HC/UFMG.
3. Médica patologista clínica; chefe do setor de Soroimunologia do Laboratório Central do HC/UFMG.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License