SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 issue3Intraocular malignant teratoid medulloepithelioma: case report and review of the literature author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

Share


Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial

Print version ISSN 1676-2444

J. Bras. Patol. Med. Lab. vol.38 no.3 Rio de Janeiro July 2002

http://dx.doi.org/10.1590/S1676-24442002000300013 

PADRONIZAÇÃO
STANDARDIZATION

 

Classificação da Organização Mundial de Saúde para as neoplasias dos tecidos hematopoiético e linfóide: proposta de padronização terminológica em língua portuguesa do grupo de hematopatologia da Sociedade Brasileira de Patologia

World Health Organization Classification of Haematopoietic and Lymphoid Tissues Tumors: a proposal for the Portuguese language terminology standardization from the hematopathology group of the Brazilian Society of Pathology

 

Roberto A. Pinto Paes1
José Vassallo2
Antônio Correia Alves3
Yara Menezes4
Sheila A.C. Siqueira4
Vera L. Aldred40
Fernando Soares5
José C. Moraes6

 

Recebido em 05/12/01
Aceito para publicação em 17/12/01

 

 

Novos conhecimentos da biologia dos processos linfoproliferativos, como conseqüência de estudos multidisciplinares, imunológicos, moleculares e genéticos, associados à melhor compreensão da clínica e ao quadro morfológico, permitiram, nos últimos anos, grande avanço no entendimento da natureza destes processos, contribuindo muito para uma classificação das entidades clinicopatológicas.

Esta classificação deveria incluir entidades clinicamente relevantes, associando-se o comportamento clínico com características morfológicas e imunogenéticas.

Em 1994, um grupo de patologistas autodenominado International Lymphoma Study Group propôs uma nova classificação das neoplasias linfóides (1). Consistia em uma lista de entidades clinicopatológicas reconhecidas e obedecia quase sempre à terminologia existente. Baseava-se, portanto, em entidades reais definidas por uma combinação de aspectos morfológicos, imunofenotípicos, genéticos e clínicos. Os autores batizaram-na com o nome de Real (Revised European-American Classification of Lymphoid Neoplasms). Estas neoplasias estão divididas em três categorias principais: neoplasias de células B, neoplasias de células T e NK e linfoma de Hodgkin.

A classificação da Organização Mundial de Saúde (OMS), publicada em 2001 (2), para os tumores dos tecidos linfóides e hematopoiéticos, é fruto de um projeto colaborativo entre a European Association for Haematopathology e a American Society for Haematopathology. Após o lançamento da Real a pedido da OMS, em 1995, foi formada uma comissão com membros de ambas as sociedades, que propôs uma lista consensual de neoplasias mielóides, linfóides e histiocíticas, com descrições dos principais aspectos histológicos e imunológicos e critérios para diagnóstico. A classificação da OMS está baseada nos princípios definidos pela Revised European-American Classification of Lymphoid Neoplasms, com algumas modificações incorporadas para atualizá-la, estendendo-se os mesmos princípios para a construção e expansão da classificação, incluindo também as neoplasias mielóides, histiocíticas e mastocíticas (2).

A classificação da OMS/2001 baseia-se em critérios morfológicos e imunoistoquímicos bem difundidos entre nós e comprovadamente associados a elevada concordância interobservadores, havendo também forte fundamentação biológica, incluindo-se as mais atuais evidências da genética molecular e, em especial, marcada utilidade clínica (3).

 

Referências

1. Harris, N.L. et al. A revised European-American classification of lymphoid neoplasms: a proposal from the International Lymphoma Study Group. Blood, 84: 1361-92, 1994.         [ Links ]

2. Jaffe, E.S. et al. (Ed.) World Health Organization classification of tumours: pathology and genetics of tumours of haematopoietic and lymphoid tissues. Lyon: IARC Press, 2001.         [ Links ]

3. Harris, N.L. et al. (1999) The World Health Organization classification of neoplastic diseases of the hematopoietic and lymphoid tissues: report of the Clinical Advisory Commitee Meeting, Airlie House, Virginia, November, 1997. Annals of Oncology, 10: 1419-32, 1997.         [ Links ]

 

 

Endereço para correspondência

Roberto Antonio Pinto Paes
Departamento de Patologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo
Rua Dr. Cesário Motta Júnior 112
CEP 01277-900 ¾ São Paulo-SP

 

 

1. Professor associado do Departamento de Patologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.
2. Professor associado do Departamento de Patologia da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Campinas.
3. Professor adjunto do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de São Paulo.
4. Médica patologista do Departamento de Patologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.
5. Médico patologista do Departamento de Patologia do Hospital do Câncer (A.C. Camargo).
6. Professor doutor do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro.