SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 issue3A humanizing approach towards more sustainable multifamily housing designCriteria for decision making in sustainable road works author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ambiente Construído

On-line version ISSN 1678-8621

Ambient. constr. vol.10 no.3 Porto Alegre July/Sept. 2010

http://dx.doi.org/10.1590/S1678-86212010000300009 

Cidades em (trans)formação: impacto da verticalização e densificação na qualidade do espaço residencial

 

Cities in (trans)formation: the impact of verticalization and densification on the quality of residential space

 

 

Maria Conceição Barletta ScusselI; Miguel Aloysio SattlerII

I Núcleo Orientado para a Inovação da Edificação, Departamento de Engenharia Civil, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Av. Osvaldo Aranha, 99, 3° andar, Farroupilha, Porto Alegre – RS – Brasil, CEP 90035-190, Tel.: (51) 3308-3518, E-mail: scussel@ufrgs.br
II Núcleo Orientado para a Inovação da Edificação, Departamento de Engenharia Civil, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Av. Osvaldo Aranha, 99, 3° andar, Farroupilha, Porto Alegre -RS - Brasil, CEP 90035-190, E-mail: sattler@ufrgs.br

 

 


RESUMO

Num contexto global de urbanização crescente e de transformações acentuadas no espaço das cidades, destacam-se os processos peculiares à dinâmica das grandes cidades brasileiras, que alteram substancialmente sua configuração, promovendo rupturas no tecido urbano consolidado e nas práticas de apropriação e uso desse espaço, comprometendo sua sustentabilidade. A partir dessa perspectiva, o objetivo do presente trabalho é analisar o impacto do processo de verticalização e adensamento na qualidade do espaço residencial de um bairro de Porto Alegre (RS), promovido por alterações na legislação urbanística. Mediante  estudo de caso, realizou-se análise comparativa de diferentes quarteirões, utilizando-se método de avaliação da Qualidade do Espaço Residencial (QER). Os procedimentos adotados incluem a análise de documentos, levantamentos a campo e observação direta. Apresentam-se os resultados da aplicação do método de avaliação QER, em termos de qualidade do espaço da habitação, qualidade do contexto da habitação, qualidade do espaço dos serviços, qualidade dos percursos casa / serviços, apontando diferenças significativas entre  quarteirões que sofreram verticalização acentuada e quarteirões que mantiveram a tipologia original.  A principal contribuição deste artigo reside em explorar o potencial de uso da ferramenta QER para  ilustrar o impacto da aplicação de legislação urbanística, instrumentando a discussão do modelo espacial de desenvolvimento da cidade.

Palavras-chave: Espaço residencial. Verticalização. Impacto ambiental. Sustentabilidade.


ABSTRACT

In a global context of growing urbanization and of marked transformations in cities, there are some processes that are peculiar to the dynamics of large Brazilian cities. Such processes substantially change the configuration of the cities, promoting a rupture of the consolidated urban fabric and of the practices of appropriation and use of that space, compromising its sustainability. From this perspective, the aim of this study is to analyze the impact of verticalization and densification promoted by urban legislation changes on the residential space quality (RSQ) in a neighborhood of Porto Alegre (RS). Based on a case study, a comparative analysis of different blocks was made, using a method of assessment of the Residential Space Quality (RSQ). The procedures employed include the analysis of documents, data collection and direct observation. The application of the RSQ assessment tool shows the quality of the dwelling, the quality of the dwelling context, the quality of services and the quality of the home-services pathways in the area, pointing to significant differences between blocks that have suffered sharp verticalization and blocks that have kept their original typology. The main contribution of this paper is to explore the potential use of the RSQ tool to illustrate the impact of the implementation of urban development legislation and support the discussion of the spatial model of development of the city.

Keywords: Residential space; Verticalization; Environmental impact; Sustainability.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

Referências

ALEXANDER, C. et al. A Pattern Language: un leguaje de patrones. Barcelona: Gili, 1977.         [ Links ]

BOHADANA, I.; SCUSSEL, M. C. B.; SATTLER, M. Estudo Comparativo de Verticalização e Densificação no Bairro Menino Deus. Trabalho desenvolvido na Disciplina de Gestão Ambiental Urbana. Porto Alegre: UFRGS/NORIE, 2005.         [ Links ]

BONORINO, C. H. Bairro Menino Deus: verticalização no espaço urbano a partir dos anos 90. Porto Alegre: UFRGS, 2002.         [ Links ]

CAMPOS FILHO, C. Cidades brasileiras: seu controle ou o caos, o que os cidadãos devem fazer para a humanização das cidades no Brasil. 2. ed. São Paulo: Studio Nobel, 1992.         [ Links ]

CAMPOS FILHO, C. Reinvente Seu Bairro: caminhos para você participar do planejamento de sua cidade. São Paulo: Editora 34, 2003.         [ Links ]

CORRÊA, R. L. Formas Simbólicas Espaciais e Política. In: CONFERÊNCIA INTERNACIONAL ASPECTOS CULTURAIS EN LAS GEOGRAFIAS ECONÓMICAS, SOCIAIS Y POLITICAS, 2007, Buenos Aires. Anais... Buenos Aires: UFF/ Universidad de Buenos Aires, 2007.         [ Links ]

DROEGE, P. The Renewable City: a comprehensive guide to an urban revolution. Londres: Wiley-Academy, 2008.         [ Links ] 

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo Demográfico 2000. Rio de Janeiro: IBGE, 2002a. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br>. Acesso em: 12 fev. 2003.         [ Links ]

KIEFER, F. Estudo de Verticalização da Cidade: o caso de um bairro de Porto Alegre. Relatório de Pesquisa. Porto Alegre: UNIRITTER, 2006.         [ Links ]

KOHLSDORF, M. Breve Histórico do Espaço Urbano como Campo Disciplinar. In: FARRET, R. (Org.) O Espaço da Cidade: contribuição à análise urbana. São Paulo: Projeto, 1985.         [ Links ]

LEITE, C. São Paulo: megacidade e redesenvolvimento sustentável, uma estratégia propositiva. Revista Brasileira de Gestão Urbana, São Paulo, v. 2, n. 1, p. 117-126, jan./jun. 2010.         [ Links ]

PORTO ALEGRE. Prefeitura Municipal. Secretaria do Planejamento Municipal. Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano. Porto Alegre: CORAG, 1979.         [ Links ]

PORTO ALEGRE. Prefeitura Muncipal. Secretaria do Planejamento Municipal. Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano Ambiental / PDDUA (Lei comentada). Porto Alegre: PMPA - Coordenação de Comunicação Social, 2000.         [ Links ]

PORTO ALEGRE. Prefeitura Muncipal. Secretaria do Planejamento Municipal. Lei Complementar n° 646, de 22 de julho de 2010 - Altera e inclui dispositivos, figuras e anexos na Lei Complementar n° 434, de 1° de dezembro de 1999; Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano Ambiental de Porto Alegre (PDDUA) e alterações posteriores, e dá outras providências.         [ Links ]

ROAF, S.; CRICHTON, D.; NICOL, F. Adapting Buildings and Cities for Climate Change: a 21st century survival guide. Oxford: Architectural Press, 2009.         [ Links ]

RUEDA, S. Modelos de Ordenación del Território Más Sostenibles. Barcelona: [s.l.], 2002.         [ Links ]

RYKWERT, J. A Sedução do Lugar: a história e o futuro da cidade. São Paulo: Martins Fontes, 2004.         [ Links ]

SALINGAROS, N. Connecting the Fractal City. Barcelona, Abril 2003. (Keynote speech, 5th Biennial of towns and town planners in Europe). Disponível em: <http://www.math.utsa.edu/sphere/salingar/contr.arch.html>. Acesso em: 13 ago. 2006.         [ Links ]

SATTERTHWAITE, D. Como as Cidades Podem Contribuir para o Desenvolvimento Sustentável. In: MENEGAT, R.; ALMEIDA, G. (Org.). Desenvolvimento Sustentável e Gestão Ambiental nas Cidades: estratégias a partir de Porto Alegre. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2004. p. 129-169.         [ Links ]

SCUSSEL, M. C. B. O Lugar de Morar em Porto Alegre: uma abordagem para avaliar aspectos de qualificação do espaço residencial, à luz de princípios de sustentabilidade. 2007. Tese (Doutorado em Engenharia Civil) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.         [ Links ]

SOCCO, C. et al. Indice di Qualità Ambientale dello Spazio Residenziale. Torino: Politecnico e Università di Torino, 2002. Disponível em: <http://www.ocs.polito.it>. Acesso em: 11 mar. 2002.         [ Links ]

SOMEKH, N. A Cidade Vertical e o Urbanismo Modernizador. São Paulo: Studio Nobel; FAPESP, 1997.         [ Links ]

SOMEKH, N.; LEITE, C. Implementing Urban Change. In: URBAN AGE SOUTH AMERICA CONFERENCE, 2008, São Paulo. Essays… Londres: London School of Economics, 2008. Disponível em: <http://www.urbanage.net/0_downloads/archive/_SA/17_NewsPaper_Essay_Somekh-Leite.pdf>. Acesso em: 25 jun. 2010.         [ Links ]

SOUZA, M. A. A identidade da Metrópole: a verticalização em São Paulo. São Paulo: EDUSP, 1994.         [ Links ]

VILLAÇA, F. Espaço Intra-Urbano no Brasil. São Paulo: Studio Nobel, 1998.         [ Links ]

 

 

Recebido em 15/04/10
Aceito em 02/09/10

 

 

1 A Região Centro, ou Região 16 do Orçamento Participativo de Porto Alegre, reúne 18 bairros, que constituem a região mais bem equipada e estruturada da cidade. Bairros como Rio Branco, Bela Vista, Petrópolis e Menino Deus têm concentrado interesse imobiliário.
2 A estrutura de avaliação adotada é, essencialmente, a mesma da composição do QSR, estabelecendo-se adaptações necessárias ao estudo de caso. As principais alterações introduzidas dizem respeito aos critérios de atribuição de valores na avaliação de cada indicador. Permaneceram aqueles que correspondem a referências técnicas consagradas, como é o caso dos raios de influência de equipamentos como escola fundamental e áreas verdes de vizinhança. Além disso, considerou-se que a estrutura, proposta por especialistas, seja uma aproximação otimizada, do ponto de vista técnico, dos requisitos de qualificação dos atributos analisados. No entanto, fez-se necessário conceber uma ordem de valores que refletisse a adequação dos padrões tecnicamente desejáveis à realidade local (SCUSSEL, 2007).
3 A avaliação foi realizada em outubro de 2008, durante a disciplina "Indicadores de sustentabilidade urbana", ministrada pela Prof.ª Maria Conceição B. Scussel no Curso de Especialização em Construção Civil do NORIE/PPGEC/UFRGS, contando com o trabalho dos alunos Cíntia G. Etges, Nice L. Marques, Tatiane R. M. Pereira, Fernanda R. Ely, Raquel V. Côrtes, Tiziano Filizola, Eliane Diesel, Letícia F. Hoch e Vanessa C. Lugo.
4 A Escola Estadual de Educação Básica Presidente Roosevelt e a praça Israel são os equipamentos sob cujo raio de influência se encontram os quarteirões analisados e que se localizam em quarteirões adjacentes, junto à área de estudo.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License