SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 issue2Manganese-enhanced magnetic resonance imaging in the acute phase of the pilocarpine-induced model of epilepsyAdvances in stroke evaluation and treatment author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • Have no similar articlesSimilars in SciELO

Share


Einstein (São Paulo)

Print version ISSN 1679-4508

Einstein (São Paulo) vol.10 no.2 São Paulo Apr./June 2012

http://dx.doi.org/10.1590/S1679-45082012000200024 

APRENDENDO POR IMAGENS

 

Amnésia global transitória

 

 

Juliana Frota Guimarães; Cristiane Wosny; Alcino Alves Barbosa Junior

Departamento de Diagnóstico por Imagem, Hospital Israelita Albert Einstein – HIAE, São Paulo (SP), Brasil

Autor correspondente

 

 

Paciente masculino, 65 anos, sem antecedentes patológicos, queixa-se de perda súbita de memória, que durou cerca de 4 horas. Foi submetido à ressonância magnética (RM) de crânio, que não demonstrou alterações. Nova RM de controle, 48 horas após, demonstrou foco de restrição à difusão no hipocampo esquerdo, compatível com a hipótese clínica de amnésia global transitória (Figuras 1 e 2).

Amnésia global transitória (AGT) é uma síndrome caracterizada pela perda súbita de memória e incapacidade de adquirir novas informações, transitória, durando poucas horas. Remissão completa ocorre em 24 horas(1).

Estudos recentes sobre a técnica de difusão têm demonstrado lesões hiperintensas na região hipocampal ou em estruturas do sistema límbico em pacientes com AGT, comparável a pacientes com isquemia cerebral(2). Estudo publicado recentemente por Sedlaezek sugere que essas lesões geralmente não são visíveis até 48 horas após o início do quadro. Portanto, RMs realizadas precocemente, nas primeiras 24 horas, podem não detectar lesão(3,4).

Essas lesões hiperintensas hipocampais têm tamanho pequeno (1 a 2 mm), baixos coeficientes de difusão aparente (ADC) e geralmente remitem em 2 semanas(2,5). Porém, essas alterações de imagem em pacientes com AGT, apesar de encontradas em isquemias de origem arterial, não são específicas e podem ocorrer devido à atividade ictal prolongada, esclerose múltipla, hipoglicemia, trombose venosa, fenilcetonúria, estresse emocional, dor, intercurso sexual e atividade física(1,3).

Se a apresentação clínica for típica, nenhuma avaliação adicional é obrigatória. Em caso de dúvida, estudos de imagem podem ser necessários para excluir outros diagnósticos diferenciais(3). Deve-se considerar que amnésia pode ser parte do quadro de outras doenças, dificultando a distinção da AGT com base somente na apresentação clínica(6). Existem dados que sugerem hipoperfusão da região hipocampal como causa da doença e o estudo de imagem cerebral indicado deve ser a RM com técnica de difusão, ressaltando que, nas primeiras 24 horas, a lesão pode não ser detectada(3,5).

 

AGRADECIMENTO

Ao Dr. Ayrton Massaro, neurologista que assistiu este paciente.

 

REFERÊNCIAS

1. Quinette P, Guillery-Girard B, Dayan J, de la Sayette V, Marquis S, Viader F, et al. What does transient global amnesia really mean? Review of the literature and thorough study of 142 cases. Brain. 2006;129(Pt 7):1640-58.         [ Links ]

2. Godeiro-Junior C, de Miranda-Alves MA, Massaro AR. Diffusion magnetic resonance imaging in transient global amnesia. Arq Neuropsiquiatr. 2009; 67(1):130-1.         [ Links ]

3. Berli R, Hutter A, Waespe W, Bachli EB. Transient global amnesia - not so rare after all. Swiss Med Wkly. 2009;139(19-20):288-92.         [ Links ]

4. Sedlaezek O, Hirsch JG, Grips E, Peters CN, Gass A, Wöhrle J, et al. Detection of delayed focal MR changes in the lateral hippocampus in transient global amnesia. Neurology. 2004;62(12):2165-70.         [ Links ]

5. Tong DC, Grossman M. What causes transient global amnesia? New insights from DWI. Neurology. 2004;62(12):2154-5. Comments on: Neurology. 2004; 62(12):2165-70.         [ Links ]

6. Zukerman E, Andrade LA, Bertolucci PH. [Transient global amnesia: study of 26 cases]. Arq Neuropsiquiatr. 1985;43(1):39-47. Portuguese.         [ Links ]

 

 

Autor correspondente:
Juliana Frota Guimarães
Avenida Albert Einstein, 627/701 – Morumbi
CEP 05651-901 – São Paulo (SP), Brasil
Tel.: (11) 2151-1233
E-mail: juliana.guimaraes@einstein.br

Data de submissão: 27/3/2012
Data de aceite: 23/4/2012