SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número60Variáveis de contexto organizacional a serem consideradas no projeto de sistemas de recompensas orientados à inovação de produtosPerdas por imparidade: fatores explicativos e impactos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Gestão de Negócios

versão impressa ISSN 1983-0807versão On-line ISSN 1806-4892

Rev. bras. gest. neg. vol.18 no.60 São Paulo abr./jun. 2016

http://dx.doi.org/10.7819/rbgn.v18i60.2195 

Artigo

A dimensão ambiental no contexto da estratégia de operações de montadoras do ABC paulista

Gabriela Scur1 

Guilherme Heinz1 

1Centro Universitário FEI, Depto de Eng. de Produção, São Bernardo do Campo, SP, Brasil

Resumo

Objetivo:

O objetivo do artigo é analisar a inserção da dimensão ambiental na estratégia de operações de três montadoras do ABC paulista e como ela pode impactar o desempenho competitivo da área de operações.

Metodologia:

Estudo de caso múltiplo descritivo e exploratório.

Resultados:

Há um alinhamento entre as empresas, no que se refere aos indicadores de desempenho da dimensão ambiental e às prioridades competitivas. Observou-se uma preocupação ao aspecto social da sustentabilidade. As empresas estão projetando sistemas produtivos socialmente mais justos, em que a segurança do trabalho e a saúde ocupacional são vistas como um aspecto estratégico que contribuem para desempenho competitivo da área de operações.

Contribuições:

Uma contribuição sob o ponto de vista teórico, é a proposição de um modelo conceitual que visa preencher uma lacuna na literatura sobre a falta de alinhamento entre as teorias de estratégia de operações e de gestão ambiental, o que pode, por sua vez, dificultar ou mesmo subestimar o entendimento do papel da área de operações na busca da vantagem competitiva.

Palavras-chave: Estratégia de operações; prioridades competitivas; dimensão ambiental; indústria automobilística; indicadores de desempenho

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

Referências

Alfred, A. M., & Adam, R. F. (2009). Green management matters regardless. The Academy of Management Perspectives, 23(3), 17-26. [ Links ]

Angell, L. C., & Klassen, R. (1999). Integrating environmental issues into main stream: An agenda for research in operation management. Journal of Operation Management, 17(5), 575-598. [ Links ]

ABNT NBR ISO 14031, de 29 de março de 2004. Indicadores de desempenho ambiental operacional. São Paulo: Associação Brasileira de Normas Técnicas. [ Links ]

Barnes, D. (2001). Research methods for the empirical investigation of the process of formation of operations strategy. International Journal of Operations & Production Management, 21(8), 1076-1095. [ Links ]

Campos, L. M. D. S., & Melo, D. A. D. (2008). Indicadores de desempenho dos Sistemas de Gestão Ambiental (SGA): Uma pesquisa teórica. Production Journal, 18(3), 540-555. [ Links ]

Collis, J., Hussey, R., Crowther, D., Lancaster, G., Saunders, M., Lewis, P., & Johnson, P. (2003). Business research methods. New York: Palgrave Macmillan. [ Links ]

Gavronski, I. (2012). Resources and capabilities for sustainable operations strategy. Journal of Operations and Supply Chain Management, 1(1), 1-20. [ Links ]

Gil, A. C. (1999). Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas. [ Links ]

Govidan, K., Kaliyan, M., Kannan, D., & Haq, A. (2014). Barriers analysis for green supply chain management implementation in Indian industries using analytic hierarchy process. International Journal of Production Economics, 147(Part B), 555-568. [ Links ]

Gupta, M. C. (1995). Environmental management and its impact on the operations function. International Journal of Operations & Production Management, 15(8), 34-51. [ Links ]

Hayes, R. H., & Pisano, G. P. (1996). Manufacturing strategy: At the intersection of two paradigm shifts. Production and Operations Management, 5(1), 25-41. [ Links ]

Hayes, R. H., & Wheelwright, S. C. (1984). Restoring our competitive edge: Competing through manufacturing. New York: Wiley. [ Links ]

Hsu, C.-C., Tan, K. C., Zailani, S.-H. M., & Jayaraman, V. (2013). Supply chain drivers that foster the development of green initiatives in an emerging economy. International Journal of Operations & Production Management, 33(6), 656-688. [ Links ]

Jabbour, C., Teixeira, A., Jabbour, A., & Freitas, W. (2012). Verdes e competitivas? A influencia da gestão ambiental no desempenho operacional de empresas brasileiras. Ambiente & Sociedade, 15(2), 151-172. [ Links ]

Jacobs, B. W., Singhal, V. R., & Subramanian, R. (2010). An empirical investigation of environmental performance and the market value of the firm. Journal of Operations Management, 28(5), 430-441. [ Links ]

Jiménez, J., & Lorente, J. J. (2001). Environmental performance as an operations objective. International Journal of Operations & Production Management, 21(12), 1553-1572. [ Links ]

Lowson, R. H. (2003). The nature of an operations strategy: Combining strategic decisions from the resource-based and market-driven viewpoints. Management Decision, 41(6), 538-549. [ Links ]

Maia, J. L., Cerra, A. L., & Alves, A. G., Fº. (2005). Inter-relações entre estratégia de operações e gestão da cadeia de suprimentos: Estudos de caso no segmento de motores para automóveis. Gestão & Produção, 12(3), 377-391. [ Links ]

Sanches, C. S. (2000). Gestão ambiental proativa. Revista de Administração de Empresas, 40(1), 76-87. [ Links ]

Sarkis, J. (2001). Manufacturing’s role in corporate environmental sustainability-Concerns for the new millennium. International Journal of Operations & Production Management, 21(5/6), 666-686. [ Links ]

Silva, E. D. (2008). O relacionamento entre estratégia de manufatura, práticas de produção e desempenho operacional e de negócios: Uma survey em firmas do setor moveleiro (Tese de doutorado). Universidade de São Paulo, Escola de Engenharia de São Carlos UFSCar, São Carlos, SP, Brasil. [ Links ]

Skinner, W. (1969, May). Manufacturing - missing link in corporate strategy, Harvard Business Review, 139-145. [ Links ]

Slack, N., & Lewis, M. (2001). Operations strategy. New Jersey: Prentice-Hall. [ Links ]

Srivastava, S. (2007). Green supply-chain management: A state-of-the-art literature review. International Journal of Management Reviews, 9(1), 53-80. [ Links ]

Thomaz, J. C., & Brito, E. P. Z. (2010). Reputação corporativa: Construtos formativos e implicações para a gestão. Revista de Administração Contemporânea, 14(2), 229-250. [ Links ]

Ventura, M. M. (2007). O estudo de caso como modalidade de pesquisa. Revista da Sociedade de Cardiologia do Estado do Rio de Janeiro, 20(5), 383-386. [ Links ]

Voss, C. A. (1995). Alternative paradigms for manufacturing strategy. International Journal of Operations & Production Management, 15(4), 5-16. [ Links ]

Voss, C. A. (2005). Alternative paradigms for manufacturing strategy. International Journal of Operations & Production Management, 25(12), 1211-1222. [ Links ]

Voss, C., Tsikriktsis, N., & Frohlich, M. (2002). Case research in operations management. International Journal of Operations & Production Management, 22(2), 195-219. [ Links ]

Womack, J. P., & Jones, D. T. (2004). A máquina que mudou o mundo. Rio de Janeiro: Campus. [ Links ]

Yin, R. K. (2010). Estudo de caso: Planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman [ Links ]

2Processo de Avaliação: Double Blind Review

Contribuição por autor:

Recebido: 10 de Outubro de 2014; Aceito: 24 de Maio de 2016

Editor responsável: Prof. Dr. João Maurício Gama Boaventura

1

. Gabriela Scur, Doutora em Engenharia de produção, Universidade de São Paulo, Escola Politécnica, São Paulo, SP, Brasil. E-mail:gabriela@fei.edu.br.

2

. Guilherme Heinz, Mestre em Engenharia Mecânica, Centro Universitário FEI, São Paulo, SP, Brasil. E-mail: guilherme.heinz@me.com.

Creative Commons License Este é um artigo publicado em acesso aberto sob uma licença Creative Commons