SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.60 issue2Partnership between universities and the local healthcare system to benefit the town of Buriticupu, a poor community in the state of Maranhão, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Clinics

Print version ISSN 1807-5932On-line version ISSN 1980-5322

Clinics vol.60 no.2 São Paulo Apr. 2005

https://doi.org/10.1590/S1807-59322005000200001 

EDITORIAL

 

No fascículo de abril 2005 de CLINICS

 

 

Mauricio Rocha-e-Silva, Editor

Hospital das Clínicas, Faculty of Medicine, University of São Paulo – São Paulo/SP, Brazil. E-mail: mrsilva@incor.usp.br

 

 

Neste segundo fascículo do periódico oficial do Hospital das Clínicas, iniciamos uma nova série de revisões nas quais tentaremos uma abordagem mais complexa e profunda dos temas tratados. Nosso novo sistema de editoração eletrônica "on the web" (www.mdview.com.br/clinics) está operacional e convidamos futuros colaboradores a se cadastrarem e usarem este sistema. Acreditamos que a publicação será grandemente acelerada por este processo. Neste número de CLINICS o tempo entre aceitação de um artigo e seu aparecimento encolheu de 5½ para 4½ meses. Publicamos dez artigos sobre pesquisa original.

Xavier Vidal1 avaliou o processo reparativo de lesões miocárdicas ventriculares em 26 ratos portadores de hipertensão arterial experimentalmente induzida por bloqueio sistêmico de óxido nítrico. O bloqueio elevou a pressão arterial e o peso cardíaco, produzindo extensas áreas de infarto ventricular, espessamento da túnica muscular e da parede de artérias terminais e arteríolas, bem, como necrose fibrinóide sub-oclusiva destes vasos. A fibrose reparativa envolveu principalmente fibras colágenas e elásticas oxitalan, consideradas de grande importância no processo reparativo pós-infarto que ocorre nesta situação.

Wertzner e col.2 realizaram uma avaliação de 40 crianças com e sem distúrbios de emissão através do teste de Linguagem Infantil ABFW e de duas provas de fala espontânea. As crianças com diagnóstico de distúrbios fonológicos apresentaram freqüência mais elevada de distorções, e também maior variabilidade nos resultados. Os fonemas representados pelos símbolos /s, z, mostram as maiores freqüências de ocorrência.

Szachnowicz e col.3 estimaram a prevalência de adenocarcinoma em 297 pacientes portadores de esôfago de Barrett e em 13 pacientes submetidos a cirurgia para exame macro e microscópico detalhado. Testes imunohistoquímicos para p53 e Ki67 foram realizados, correlacionando-se o tipo de tumor com o epitélio adjacente. Em pacientes com esôfago de Barrett, a prevalência de adenocarcinoma foi de 5.7%. Ki67 testou positivo em todos os pacientes, enquanto que p53 foi negativo em 67% dos epitélios colunares adjacentes e em 42% dos tumores. Recomenda-se que pacientes com esôfago de Barrett sejam observados com vistas à possibilidade de desenvolvimento de malignidade.

Mataloun e col.4 estudaram os efeitos de corticosteróides em 38 prematuros com peso corporal muito baixo e dependentes de ventilação mecânica. Foram analisados os seguintes parâmetros: displasia broncopulmonar, duração de internação, mortalidade e curva de crescimento ponderal. Concluiu-se que o uso de corticosteróides não afeta a evolução respiratória, nem a ocorrência de displasia broncopulmonar, mas reduz a velocidade de crescimento.

Etchebehere e col.5 examinaram a relação entre procedimento cirúrgico e resultado para 23 pacientes portadores de condrosarcomas tipo I. Onze pacientes sofreram ressecção intralesional, nove ressecção ampla e três ressecção radical. O tempo de seguimento foi de 24 a 192 meses. Nenhum dos pacientes apresentou recorrência local ou metastática. Sete pacientes apresentaram complicações diferentes. O uso de procedimentos menos agressivos no tratamento de condrosarcomas tipos mais brandos é recomendado

Roxo Jr e col.6 mediram os níveis de complemento em 10 crianças brasileiras durante e depois de um episódio de meningite meningocócica para avaliar a atividade funcional das vias clássica e alternativa do complemento, bem como os níveis de C3, C4 e do Fator B durante o primeiro episódio da infecção e durante o período de convalescença. Foi observada uma diferença significativa de atividade lítica da via alternativa entre os períodos de doença e convalescença. Nenhuma outra diferença foi encontrada. Concluiu-se que esta diferença se deve à maior poder ativador da via alternativa exibida pela endotoxina meningocócica.

Okay e col.7 descrevem a freqüência de ocorrência da mutação de Df508 em 108 pacientes portadores de fibrose cística na cidade de São Paulo e os comparam a outras dados populacionais brasileiros. A fibrose cística é a primeira causa de moléstia genética na população caucasiana e a deleção do Df508 é a mais comumente associada à doença. Foram encontrados 44,5% de alelos afetados, um valor mais elevado que os 33% originalmente descritos em 1993, mas inferior aos 48% mais recentemente relatados. De qualquer modo estes dados corroboram o conceito de que a freqüência de ocorrência desta mutação é menor em comparação com as observadas nos Estados Unidos e na Europa (aproximadamente 70%). Esta diferença é atribuída à miscigenação mais intensa da população brasileira e deve ser levada em conta quando se fizer análises genéticas no Brasil.

Braz e col.8 examinam a qualidade de vida e incidência de depressão em pacientes submetidos a laringectomia. total (n = 14), ou parcial (n = 16). No grupo total, os efeitos adversos descritos pioraram em termos de função social e emocional (21.3%), olfação e paladar (85.6%), tosse (71.3%), dificuldade de fala (100%), e disfagia (64.3%). A maioria dos pacientes. (85.5%) avaliou sua qualidade de vida como razoável. No grupo parcial os efeitos adversos também sofreram piora, em termos de função emocional (71.4%), dificuldade de fala (100%), e disfagia (31.3%). No entanto, a maioria dos pacientes avaliou sua qualidade de vida como acima da media.

Millan e col.9 entrevistaram 60 "calouros" da Faculdade de Medicina da USP para determinar os motivos que os levaram a escolher a profissão médica bem como para verificar se existem diferenças entre os sexuais. A maioria dos entrevistados pertence à classe media, são católicos e tem familiares médicos. A escolha da profissão havia sido feita precocemente e foi observada uma clara consciência das dificuldades que os aguardavam. Observou-se intensa valorização dos aspectos humanísticos da medicina, uma disposição de encarar novas experiências e uma profunda identificação pessoal com a carreira. Foi também detectada uma ambição crítica de realização profissional e um desejo consciente ou inconsciente de ajudar pessoas e de serem reconhecidos por isto, sem traços de narcisismo. As estudantes do sexo feminino revelaram-se mais sensíveis e menos imaginativas, enquanto os do sexo masculino mostraram-se mais competitivos e ambiciosos.

Ide e col.10 compararam programas de treinamento respiratório aquático vs. Não aquático em 81 idosos saudáveis e concluíram que o exercício aquático melhora o desempenho de musculatura inspiratória, mas não afeta a musculatura expiratória.

Neste fascículo de Clinics publicamos ainda uma revisão sobre soluções hipertônicas11 e duas cartas aos editores.

 

REFERENCES

1. Xavier-Vidal R. Oxytalan elastic and collagen fibers during the repair process in experimental nitric oxide inhibition. Clinics 2005;60(2):85-92.

2. Wertzner HF, Sotelo MB, Amaro L. Analysis of distortions in children with and without phonological disorders. Clinics 2005;60(2):93-102.

3. Szachnowicz S, Cecconello I, Iriya K, Marson AG, Takeda FR, Gama-Rodrigues JJ. Origin of adenocarcinoma in Barrett's esophagus: p53 and Ki67 expression and histopathologic background. Clinics 2005;60(2):103-112.

4. Mataloun MMGB, Leone CR, Gibelli MAC, Vaz FAC. Effects of corticosteroids in very low birth weight newborns dependent on mechanical ventilation. Clinics 2005;60(2):113-120.

5. Etchebehere M, Camargo OP de, Croci AT, Oliveira CRCM, Baptista AM. Relationship between surgical procedure and outcome for patients with grade I chondrosarcomas. Clinics 2005;60(2):121-126.

6. Roxo Jr. P, Ferriani VPL, Teixeira JE, Barbosa JE. Complement levels in Brazilian children during and after meningococcal meningitis. Clinics 2005;60(2):127-130.

7. Okay TS, Oliveira WP, Raiz-Júnior R, Rodrigues JC, Del Negro GMB. Frequency of the Df508 mutation in 108 cystic fibrosis patients in São Paulo: comparison with reported Brazilian data. Clinics 2005;60(2):131-134.

8. Braz DSA, Ribas MM, Dedivitis RA, Nishimoto IN, Barros APB. Quality of life and depression in patients undergoing total and partial laryngectomy. Clinics 2005;60(2):135-142.

9. Millan LR, Azevedo RS, Rossi E, De Marco OLN, Millan MPB, Arruda PCV. de What is behind a student's choice for becoming a doctor? Clinics 2005;60(2):143-150.

10. Ide MR, Belini MAV, Caromano FA. Effects of an aquatic versus non-aquatic respiratory exercise program on the respiratory muscle strength in healthy aged persons. Clinics 2005;60(2):151-158.

11. Rocha-e-Silva M, Figueiredo LFP de. Small volume hypertonic resuscitation of circulatory shock. Clinics 2005;60(2):159-172.

12. Drager LF, Silva HB, Bortolotto LA. Increased arterial distensibility and renovascular hypertension in goldenhar syndrome. Clinics 2005;60(2):173-176.

13. Zilberstein B, Cleva R de, Testa RS, Sene U, Eshkenazy R, Gama-Rodrigues JJ. Cervical necrotizing fasciitis due to bacterial tonsillitis. Clinics 2005;60(2):177-182.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License