SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.60 issue3Correlation of nutritional status and food intake in hemodialysis patients author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Clinics

Print version ISSN 1807-5932On-line version ISSN 1980-5322

Clinics vol.60 no.3 São Paulo June 2005

http://dx.doi.org/10.1590/S1807-59322005000300001 

EDITORIAL

 

No fascículo de junho 2005 de CLINICS

 

 

Mauricio Rocha-e-Silva, Editor

Hospital das Clínicas, Faculty of Medicine, University of São Paulo – São Paulo/SP, Brazil. E-mail: mrsilva@incor.usp.br

 

 

Neste terceiro fascículo de CLINICS, destacamos um estudo relativo à epidemiologia de AIDS especialmente dedicado à prevenção da transmissão vertical durante a gravidez. O Brasil tornou-se referência para o controle de AIDS entre os países em desenvolvimento e acreditamos que o trabalho destacado representa uma contribuição a este tema.

Nosso sistema eletrônico de edição on-line está em operação e encorajamos nossos futuros autores a se cadastrar e a submeter seus manuscritos on-line (www.mdview.com.br/clinics) já que nosso tempo de publicação foi drasticamente reduzido pelo sistema, de 5½ para 4 meses. Oito artigos de pesquisa original estão sendo publicados.

Beitune et al. estudaram os efeitos de medicamentos anti-retrovirais sobre a contagem de linfócitos CD4 e sobre os níveis de HIV-1 RNA de 45 grávidas HIV positivas, bem como sobre os parâmetros antropométricos de seus neonatos. As mães foram divididas em 2 grupos, as moderadamente infectadas que receberam zidovudine, e as intensamente infectadas que receberam zidovudine + lamivudine + nelfinavir (terapia tripla). A terapia tripla reduziu os níveis de HIV-1 RNA e aumentou a contagem de linfócitos CD4. Nenhum dos neonatos testou positivo para HIV e seus parâmetros antropométricos foram comparáveis aos de um grupo controle adequadamente pareado.

Morais et al. correlacionaram status nutricional (gordura corpórea total, medida por bio-impedância) e ingestão alimentar em 44 pacientes em hemodiálise. A desnutrição foi um achado freqüente, apesar de valores aceitáveis de índice de massa corpórea e albumina sérica. A ingestão de proteínas, carboidratos e lípides correlacionaram positivamente com a prega cutânea do tríceps, mas a ingestão de lípides foi o único marcador associado com a circunferência do braço, com o índice de massa corpórea e com a gordura corpórea total. Apesar de suas deficiências, o recordatório alimentar foi útil na avaliação destes pacientes de hemodiálise.

Wolosker et al. estudaram os efeitos de tratamento endovascular de 62 (dentre 1380) pacientes com claudicação intermitente que não se beneficiaram de tratamento clínico. Submetidos a tratamento endovascular, foram acompanhados por até 120 meses. O tratamento cirúrgico resultou em remissão duradoura da condição isquêmica num número significativo de pacientes com excelentes níveis de patência e deveria ser considerado como uma boa alternativa para pacientes selecionados.

Mattei et al. avaliaram retrospectivamente 55 portadores de meningioma e correlacionaram o edema peritumoral medido através de tomografia computadorizada e ressonância magnética com a classificação histológica da OMS. A intensidade de edema revelada por CT e MRI mostrou-se importante fator preditivo para a tipagem histológica dos meningiomas.

Cunha et al. propõem um modelo de isquemia quente e reperfusão de membro inferior de ratos para estudar os efeitos de agentes sobre a viabilidade do membro previamente submetido à isquemia prolongada, questão de vital importância para o sucesso de re-implantes. Foram testados a estreptoquinase, o alopurinol, ou sua combinação após 6 horas de isquemia, com significativa melhora de viabilidade sem diferenças entre os agentes e sem potenciação de seus efeitos. O modelo proposto é simples apresenta baixo índice de complicações, e confiável e adequado para o estudo de isquemia, de reperfusão, e do fenômeno de "no-reflow" apresentando uma resposta tipo tudo-ou-nada.

Deheinzelin et al. compararam 56 pacientes portadores de câncer com 85 controles pareados através do Inventário Beck para Depressão, para diagnóstico de estados depressivos e através do Questionário Fagerström, usado para determinar o grau de dependência à nicotina. O escore do questionário Fagerström superou 7 em 73.2% dos casos de câncer versus 43.5% dos controles. Pacientes depressivos representaram 37.5% dos portadores de câncer vs. 17.6% dos controles. Um escore Fagerström > 7 foi identificado como fator de risco para câncer em fumantes com níveis comparáveis de consumo de cigarros.

Rocha e Silva et al. compararam evolução em curto prazo de cirurgias eletivas vs. Cirurgias de emergência de revascularização coronária em 47 pacientes usando a artéria torácica interna esquerda e a artéria radial. Todos apresentavam estenose coronária crítica (e"70%) em todos os vasos afetados. Pacientes eletivos e de emergência revelaram-se adequadamente pareados para número médio de artérias acometidas, duração de estada na UTI e de pós-operatório. A mortalidade de 30 dias foi zero e não se observaram casos de choque cardiogênico pós-operatório; foram registrados 1 IAM no grupo eletivo e 5 no grupo de emergência. A revascularização com artéria torácica interna esquerda e artéria radial revelou-se segura e eficiente quando executada em pacientes de emergência com resultados comparáveis aos obtidos em pacientes eletivos.

Stabenow et al. examinaram a angiogênese como indicador de potencial metastático no carcinoma papilar de tireóide e sugerem que a angiogênese é mais intensa entre os tumores metastáticos dos subtipos clássico e de células altas. Isto indica que a contagem de microvasos pode ser um indicador de potencial metastático nestes subtipos de carcinoma papilar tireóide.

Publicamos também 2 revisões, uma de autoria de Scalco et al. sobre Hipertensão e depressão e outra de autoria de Vasconcelos e Silva et al. sobre a identificação e controle de famílias de alto risco para câncer colo-retal hereditário não polipose.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License