SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 número1Efeito da aplicação de maturadores químicos na cultura da cana de açúcar (Saccharum spp.) variedade SP81-3250Lâmina ótima de irrigação do feijoeiro, com restrição de água, em função do nível de aversão ao risco do produtor índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Scientiarum. Agronomy

versão On-line ISSN 1807-8621

Acta Sci., Agron. vol.30 no.1 Maringá jan./mar. 2008

https://doi.org/10.4025/actasciagron.v30i1.1134 

PRODUÇÃO VEGETAL

 

Germinação de Aechmea nudicaulis (L.) Griseb. (Bromeliaceae) em diferentes substratos alternativos ao pó de xaxim

 

Germination of Aechmea nudicaulis (L.) Griseb. (Bromeliaceae) in different substracts as alternatives to Dicksonia sellowiana Hook

 

 

Adilson AnacletoI,*; Raquel Rejane Bonato NegrelleII; Henrique Soares KoehlerIII

IPrograma de Pós-graduação em Agronomia - Produção Vegetal, Universidade Federal do Paraná, Rua XV de novembro, 1299, 80060-000, Centro, Curitiba, Paraná, Brasil
IIDepartamento de Botânica, Laboratório Oikos, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, Paraná, Brasil
IIIDepartamento de Fitotecnia e Fitossanitarismo, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, Paraná, Brasil

 

 


RESUMO

Avaliou-se a germinação das sementes de Aechmea nudicaulis (L.) Griseb. (Bromeliaceae). As tentativas de produção desta espécie, a partir de sementes, têm ocorrido de forma empírica, utilizando-se substrato à base de pó de xaxim (Dicksonia sellowiana Hook.), que tem restrições de uso, por estar ameaçada de extinção. Foram testados cinco tipos alternativos de substratos de fácil acessibilidade: húmus de minhoca, areia, fibra de casca de coco, serapilheira e Plantmax®. O experimento foi realizado em delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições e 50 sementes por unidade experimental, à temperatura ambiente, em viveiro rústico, coberto com sombrite (70%). Leituras semanais foram efetuadas, durante 70 dias. A melhor performance, como substituto alternativo, foi a da serapilheira, que apresentou valores de germinação de 79,5% e sobrevivência de 97%, estatisticamente similares aos obtidos com xaxim (78%; 94,75%; Tukey, p < 0,05). Adicionalmente, este produto apresenta como características positivas, alta disponibilidade, baixo custo e fácil reciclagem.

Palavras-chave: bromélias, plantas ornamentais, produção vegetal, produtos vegetais não-madeiráveis, conservação ambiental.


ABSTRACT

For this study, the germination of Aechmea nudicaulis (L.) Griseb. (Bromeliaceae) was evaluated. Production attempts from seeds for this species have taken place in an empirical form, using substrate based on xaxim (Dicksonia sellowiana Hook.) powder, the use of which is currently restricted, as it is an endangered species. Five easily accessible alternative substratum were tested: worm humus, sand, coconut shell fiber, forest litter, and Plantmax®. The experiment was conducted using a completely randomized design, with four replications and 50 seeds per experimental unit, at room temperature in a rustic nursery covered with 70% shade cloth. Weekly readings were performed during 70 days. The best alternative as a substitute to xaxim was forest litter, due to its germinability of 79.5% and survival rates of 97%, significantly similar to xaxim (78%; 94.75%; Tukey p < 0,05). Additionally, this product features positive characteristics such as high availability, low cost, and easy recycling.

Key words: bromeliads, ornamental plants, plant production, non-timber forest products, environmental conservation.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

Referências

ANACLETO, A. Germinação de sementes e desenvolvimento de brotos de Aechmea nudicaulis (L) GRISEB (Bromeliaceae): subsídios à produção e extrativismo. 2005. Dissertação (Mestrado em Agronomia)-Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2005.         [ Links ]

ANDRIOLO, J.L. et al. Caracterização e avaliação de substratos para o cultivo do tomateiro fora do solo. Hortic. Bras., Brasília, v. 17, n. 3, p. 215-219, 1999.         [ Links ]

ANGERAMI, F,S. Estudo sobre produção e comercialização de bromélias nas regiões sul e sudeste do Brasil. 1999. Dissertação (Mestrado em Agronomia)-Universidade Estadual Paulista, Ribeirão Preto, 1999.         [ Links ]

AQUINO, A.M. et al. Utilização de minhocas na estabilização de resíduos orgânicos: vermicompostagem. Rio de Janeiro: Embrapa-CNPBS, 1992. (Comunicado técnico, n. 8).         [ Links ]

BOEGER, M.R.T. et al. Produção de serapilheira num gradiente sucessional em floresta ombrófila densa das terras Baixas, Mun. Itapoá, SC. Rev. Tecnol. Amb., Criciúma, v. 6, n. 2, p. 91-106, 2000.         [ Links ]

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Conselho Nacional de Meio Ambiente. Resolução Conama nº 278/2001 - "Dispõe contra corte e exploração de espécies ameaçadas de extinção da flora da Mata Atlântica" - Data da legislação: 24/05/2001 - Publicação DOU: 18/07/2001. Brasília, 2001.         [ Links ]

BRITEZ, R.M. Ciclagem de nutrientes minerais em duas florestas da planície litorânea da Ilha do Mel, Paranaguá, PR. 1994. Dissertação (Mestrado em Agronomia)-Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 1994.         [ Links ]

CARPENTIER, C.L. et al. Intensified production systems on western Brazilian Amazon settlement farms: could they save the forest? Agr. Ecosyst. Environ., Amsterdam, v. 82, p. 73-88, 2000.         [ Links ]

CARRIJO, O.A. et al. Fibra da casca do coco verde como substrato agrícola. Hortic. Bras., Brasília, v. 20, p. 533-535, 2002.         [ Links ]

CARVALHO, L.C.; ROCHA, C.F.D. Forma da bromélia depende da luz. Ciência Hoje, Rio de Janeiro, v. 26, n. 155, p. 72-74, 1999.         [ Links ]

CARVALHO, L.F.N. O cultivo da bromélia. São Paulo: TJV, 2002.         [ Links ]

CRIPPA, L. Plante bromélias a partir de sementes. Revista Natureza, São Paulo, ano 15, n. 7, p. 24-26, 2002.         [ Links ]

DEMATTÊ, J.A.M. Amostragem de solos para fins de fertilidade. Rev. Notesalq, Piracicaba, v. 5, n. 5, p. 4-5, 1996.         [ Links ]

EMBRAPA-Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Levantamento de reconhecimento dos solos do Estado do Paraná. Londrina: Embrapa; Iapar, 1984. Tomo I.         [ Links ]

EUCATEX. Plantmax®. Disponível em: <http://www.eucatex.com.br/eucatex/descrição>. Acesso em: 1 mar. 2005.         [ Links ]

FERMINO, M.H. et al. Caracterização física e química de materiais alternativos para composição de substratos para plantas: resíduos industriais e agrícolas. In: KAMPF, A.N.; FERMINO, M.H. (Ed.). Substratos para plantas: a base da produção vegetal em recipientes. Porto Alegre: Gênesis, 2000. cap. 1, p. 241-248.         [ Links ]

FONTENO. W.C. Growing media: types and physical/chemical properties. In: REED, D.W. (Ed.). A grower's guide to water, media, and nutrition for greenhouse crops. Batavia: Ball, 1996. p. 93-122         [ Links ]

KÄMPF, A.N. Bromélia. Revista da Sociedade Brasileira de Bromélias, Rio de Janeiro, v. 2, p. 1-10, 1995.         [ Links ]

KÄMPF, A.N. Produção comercial de plantas ornamentais. Guaíba: Agropecuária, 2000.         [ Links ]

KANASHIRO, S. Efeitos de diferentes substratos na produção da espécie Aechmea fasciata (Lindley) Baker em vasos. 1999. Dissertação (Mestrado em Agronomia)-Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", Universidade de São Paulo, Piracicaba, 1999.         [ Links ]

KNAPPER, F.U.C. A importância do vermicomposto na floricultura. In: ENCONTRO NACIONAL SOBRE FLORICULTURA E PLANTAS ORNAMENTAIS, 1988, Porto Alegre. Anais... Porto Alegre: Corag, 1988. p. 125.         [ Links ]

LEME, E.M.C.; MARIGO, L.C. Bromeliads in the Brazilian wilderness ("Bromélias na natureza"). Rio de Janeiro: Marigo Comunicação Visual: Banco da Bahia, 1993.         [ Links ]

LONGO, A.D. Minhoca: de fertilizadora do solo à fonte alimentar. São Paulo: Ícone, 1987.         [ Links ]

MARTIN, G.J. Ethnobotany: a methods manual. New York; London: Chapman and Hall, 1995.         [ Links ]

NAHOUM, P. Bromélia. Revista da Sociedade Brasileira de Bromélias, Rio de Janeiro, v. 1, p. 1-40, 1994.         [ Links ]

NEGRELLE, R.R.B. Exploração e comércio de produtos vegetais não-madeiráveis: o caso das plantas medicinais. In: LIMA, R.E. et al. (Org.). Meio ambiente e desenvolvimento no litoral do Paraná. Curitiba: UFPR; CNPq, 1998. p. 83-92.         [ Links ]

PAULA, C.C.; SILVA, H.M.P. Cultivo prático de bromélias. Viçosa: UFV, 2004.         [ Links ]

PINHEIRO, F.; BORGHETTI, F. Light and temperature requirements for germination of seeds of Aechmea nudicaulis (L) Grisebach and Streptocalyx floribundus (Martius ex Schultes F.) Mez (Bromeliaceae). Acta Bot. Bras., São Paulo, v. 17, n. 1, p. 27-35, 2003.         [ Links ]

PINTO, C.P. Contribuição de espécies arbóreas para a ciclagem de nutrientes em sucessão vegetal na floresta Ombrófila densa das terras baixas. 2001. Dissertação (Mestrado em Agronomia)-Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2001.         [ Links ]

RAUH, W. Bromeliads for home, garden and greenhouse. London: Blendford Press, 1979.         [ Links ]

ROCHA, P.K. Desenvolvimento de bromélias em ambientes protegidos com diferentes alturas e níveis de sombreamento. 2002. Dissertação (Mestrado em Agronomia)-Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2002.         [ Links ]

ROSA, M.F. et al. Caracterização do pó da casca de coco verde usado como substrato agrícola. Fortaleza: Embrapa Agroindústria Tropical, 2001. (Comunicado técnico, n. 54).         [ Links ]

SANTANA, D.G.; RANAL, M.A Análise estatística na germinação. Rev. Bras. Fisiol. Veg., Campinas, v. 12, p. 205-237, 2000.         [ Links ]

SBB-Sociedade Brasileira de Bromélias. Bromélias. Rev. Natureza, São Paulo, p. 1-66, 1998. (Ed. especial).         [ Links ]

SCHMITZ, J.A.K. et al. Propriedades químicas e físicas de substratos de origem mineral e orgânica para o cultivo de mudas em recipientes. Cienc. Rural, Santa Maria, v. 32, n. 6, p. 937-944, 2002.         [ Links ]

SILVA, G.J. Saibro peneirado uma nova opção de substrato. Revista da Sociedade Brasileira de Bromélias, Rio de Janeiro, v. 1, p. 1-40, 1994.         [ Links ]

SOKAL, R.R.; ROHLF, F.J. Biometry: the principles and practice of statistics in biological research. 3rd ed. New York: W. H. Freeman, 1995.         [ Links ]

 

 

Received on June 02, 2006.
Accepted on December 05, 2006.

 

 

*Autor para correspondência. E-mail: adilsonanacleto@onda.com.br

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons