SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue3Risk factors for mortality of elderly with surgical site infectionFalls of institutionalized elderly: occurrence and associated factors author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia

Print version ISSN 1809-9823

Rev. bras. geriatr. gerontol. vol.13 no.3 Rio de Janeiro Sept./Dec. 2010

http://dx.doi.org/10.1590/S1809-98232010000300006 

Qualidade de vida de idosos institucionalizados

 

Quality of life of institutionalized elderly

 

 

Mariana Ayres Vilhena de Freitas; Marcos Eduardo Scheicher

Universidade Estadual Paulista. Departamento de Educação Especial, Curso de Fisioterapia. Marília, SP, Brasil

Correspondencia para

 

 


RESUMO

INTRODUÇÃO: a medida que a população envelhece, aumenta a procura por instituições para idosos, e o Brasil não está estruturalmente preparado para receber essa demanda. A institucionalização pode trazer inúmeras consequências, pois toda mudança implica fatores positivos ou negativos.
OBJETIVOS: avaliar e comparar a qualidade de vida (QV) de idosos institucionalizados.
MÉTODOS: foram avaliados 36 idosos institucionalizados da cidade de Avaré, SP, de três instituições, compondo três grupos. Foi utilizado o questionário SF 36 para avaliação da qualidade de vida.
RESULTADOS: o domínio Estado Geral de Saúde obteve valores semelhantes para as três ILPIs, porém com um escore baixo (22). O escore Aspectos Emocionais foi estatisticamente diferente das outras ILPI (p < 0,01). Os resultados do estudo apontam que a qualidade de vida de idosos institucionalizados da cidade de Avaré está baixa, mostrando a importância da avaliação da QV nessas instituições.

Palavras-chave: Qualidade de vida. Idosos. Idosos Institucionalizados.                 


ABSTRACT

INTRODUCTION: as the population ages increases, the search for institutions for elderly and Brazil is not structurally prepared to meet this demand. Institutionalization can bring countless consequences, because every change implies either positive or negative factors.
OBJECTIVES: to evaluate and to compare the quality of life (QL) in institutionalized elderly.
METHODS: 36 institutionalized seniors of the city of Avaré, SP, participated in the research of three institutions, forming three groups. The questionnaire used was the SF 36, to evaluate the quality of life.
RESULTS: the domain General of Health obtained similar values for the three long term care institutions, however with a low score (22). The score Emotional Aspects was significantly different from the other long term care (p < 0,01). The results of the study point that that the quality of life of institutionalized seniors of city of Avaré is low, showing the importance of the evaluation of QL in those institutions.

Key words: Quality of life. Elderly. Institutionalized Elderly.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

Referências

1. Ministério da Saúde(BR). Redes estaduais de atenção a saúde do idoso. Guia operacional e portarias relacionadas. Brasília ( DF). [Acesso em: 2009 abr 9 ] Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/redes_estaduais.pdf.         [ Links ]

2. Mendonça JA, Marques Neto JF. Qualidade de vida do idoso institucionalizado frente aos grupos de afecções crônicas. Rev. Ciênc. Méd. 2003;12 (4): 299 – 306.         [ Links ]

3. Ferreira PA. Qualidade de vida nas Instituições de Longa Permanência para idosos no Estado de Minas Gerais. [Acesso: 2010 mar 25 ]. Disponível em: www.mp.mg.gov.br/portal/public/interno/arquivo/id/7191.         [ Links ]

4. Pizarro RADS. A importância da atuação do profissional enfermeiro na qualidade de vida dos idosos institucionalizados. Uma avaliação qualitativa nas casas de repouso da cidade de São Paulo. [Dissertação ]. Universidade Federal de Santa Catarina: Florianópolis; 2004.         [ Links ]

5. Ferraz AF, Peixoto MRB. Qualidade de vida na velhice: estudo em uma instituição pública de recreação para idoso. Rev. Esc. Enfermagem USP. 1997; 31(2): 316-338.         [ Links ]

6. Ciconelli RM, Ferraz MB, Santos W, Meinão IM. Tradução para língua portuguesa do questionário de avaliação de qualidade de vida SF-36. Rev. Bras. Reumatol. 1999; 39 (3): 145-50.         [ Links ]

7. Ware JE. Comments on the use of health status assessment in clinical setting.  Med. Care. 1992;  30: MS205-MS209.         [ Links ]

8. Scheicher ME, Achá RES. Qualidade de vida e função cardíaca no infarto do miocárdio. Rev. Fisioterapia Univ. São Paulo. 2002 ; 9(2): 63-8.         [ Links ]

9. Ministério Público Federal (BR). Procuradoria Geral da República. Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão. [ Acesso em: 2009 abr 9 ]  Disponível em: <http://pfdc.pgr.mpf.gov.br/clipping/agosto-1/relatorio-aponta-superlotacao-e-falta-de-lazer-em-asilos/>         [ Links ].

10. Davim RMB, Torres GV, Dantas SMM, Lima VM. Estudo com idosos de instituições asilares no município de Natal/RN: características socioeconômicas e de saúde. Rev Latinoamericana de Enfermagem. 2004 maio-junho; 12(3):518-24.         [ Links ]

11. Brito FC, Ramos LR. Serviços de atenção à saúde do idoso. In: Papaléo M Netto. Gerontologia. São Paulo: Atheneu; 1996. p. 394-402.         [ Links ]

12. Ferreira PA. Qualidade de vida nas Instituições de Longa Permanência para idosos no Estado de Minas Gerais. [Acesso: 2010 abr 5 ]. Disponível em: www.mp.mg.gov.br/portal/public/interno/arquivo/id/7191.         [ Links ]

13. SF-36.org. A community for measuring health outcomes using SF tools. [Acesso em 2009 abr 17 ]. Disponível em http://www.sf-36.org/tools/sf36.shtml.         [ Links ]

14. Savonitti BHRA. Qualidade de vida dos idosos institucionalizados. São Paulo. [Dissertação ]. Escola de Enfermagem: Universidade de São Paulo; 2000. 139 p.         [ Links ]

15. Mazuim CR. Idoso institucionalizado: suporte, abrigo ou segregação? Canoas: Ulbra; 2005. 34p.         [ Links ]

16. Mincato PC, Freitas CLR. Qualidade de vida dos idosos residentes em instituições asilares da cidade de Caxias do Sul (RS). RBCEH, Passo Fundo; 2007; 4(1):127-138.         [ Links ]

17. Narciso FMS. Estudo comparativo dos índices plasmáticos de interleucina-6, força muscular de preensão manual e qualidade de vida em mulheres idosas da comunidade e institucionalizadas [dissertação ]. Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais; 2006. [Acesso em: 2010 abr 5 ]. Disponível em http://www.eef.ufmg.br/mreab/documentos_new/Dissertpdf/fabricianarciso.pdf.         [ Links ]

 

Correspondência / Correspondence
Marcos Eduardo Scheicher
Departamento de Educação Especial, Curso de Fisioterapia
Universidade Estadual Paulista, Campus de Marília
Av Hygino Muzzi Filho, 737, 17525-900, Marília, SP, Brasil
E-mail: mscheicher@marilia.unesp.br

Recebido: 12/8/2009
Revisado: 13/4/2010
Aprovado: 07/6/2010

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License