SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue1Contribution of socio-demographic conditions for the perception of quality of life in the elderlyCognitive decline of aged and its association with epidemiological factors in the city of Viçosa, Minas Gerais author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

  • pdf in Portuguese
  • ReadCube
  • Article in xml format
  • Article references
  • How to cite this article
  • Curriculum ScienTI
  • Automatic translation
  • Send this article by e-mail

Indicators

Related links

  • Have no similar articlesSimilars in SciELO

Share


Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia

Print version ISSN 1809-9823

Rev. bras. geriatr. gerontol. vol.14 no.1 Rio de Janeiro Jan./Mar. 2011

http://dx.doi.org/10.1590/S1809-98232011000100011 

ARTIGOS ORIGINAIS ORIGINAL ARTICLES

 

Perfil socioeconômico-cultural de uma universidade aberta à terceira idade: reflexo da realidade brasileira?

 

Socio-economic and cultural profile in an open university of the third age: a reflection of the Brazilian reality?

 

 

Francelise Pivetta RoqueI; Briza Rocha VinhasII; Felipe Lima RebêloII; Helen Arruda GuimarãesI; Laís Záu Serpa de AraújoIII; Bárbara Niegia Garcia de GoulartIV; Brasília Maria ChiariV

I Faculdade de Fonoaudiologia. Programa de Extensão Interdisciplinar Pró-Idoso. Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL). Maceió, AL, Brasil
II Curso de Especialização em Geriatria e Gerontologia. Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL). Maceió, AL, Brasil
III Departamento de Patologia – Bioética. Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL). Maceió, AL, Brasil
IVUniversidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, RS, Brasil
V Universidade Federal de São Paulo, Departamento de Fonoaudiologia. São Paulo, SP, Brasil. Estudo desenvolvido em parceria entre o Departamento de Fonoaudiologia da Universidade Federal de São Paulo e o da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas

Correspondência / Correspondence

 

 


RESUMO

OBJETIVO: comparar os dados socioeconômicos e culturais de alunos de uma Universidade Aberta à Terceira Idade de uma instituição de ensino superior pública alagoana aos dados equivalentes do Estado de Alagoas da população brasileira de mesma faixa etária.
MÉTODO: estudo transversal comparativo, realizado com os 460 participantes das três primeiras turmas da Universidade Aberta à Terceira Idade (UATI) de uma universidade pública de Alagoas. Compararamse às populações do estado de Alagoas e do Brasil: sexo, idade, escolaridade, composição do domicílio, renda, profissão, estado civil, participação em atividades na comunidade, expectativas em relação à UATI e forma pela qual o aluno havia tomado conhecimento do programa UATI.
RESULTADOS: os estudantes da UATI diferem de forma estatisticamente significante da população alagoana e brasileira no que se refere à distribuição de sexo, idade, tipo de domicílio, escolaridade e ocupação (p ≤ 0,05). A maioria é casada, exerce atividades religiosas na comunidade, busca crescimento pessoal, além de lazer e distração, e tomou conhecimento da UATI por meio da televisão e amigos.
CONCLUSÕES: O perfil encontrado não reflete a realidade brasileira, ressaltando a necessidade de que as UATIs, enquanto programas de promoção à saúde, incluam os idosos de classes socioeconômicas e culturais menos favorecidas.

Palavras-chave: Idoso. Promoção da saúde. Universidades. Saúde do idoso. Envelhecimento.


ABSTRACT

AIM: to compare socio-economic and cultural data from participants of a University Open to Seniors of a university in the State of Alagoas to equivalent data from the Brazilian and Alagoas' state population of the same age group.
METHOD: A comparative cross-sectional study conducted with 460 participants from the three first classes of the University for the Third Age (UATI) of a public University in Alagoas. The participants were compared to the population of Alagoas state and Brazil by: sex, age, education, household composition, income and occupation, describing also the marital status, participation in community activities, expectations regarding UATI and the way the student had learned of the UATI program.
RESULTS: The students of this UATI show statistically significant difference as compared to the population of Alagoas and Brazil regarding the distribution of sex, age, type of residence, education and occupation (p≤ 0.05). Most are married, active in the religious community, seeking personal growth, and leisure and distraction in UATI and heard of UATI through television and friends.
CONCLUSIONS: the profile found does not reflect the Brazilian reality, stressing the need for UATIs, such as programs to promote health, including the elderly of socio-economic and cultural disadvantaged classes.

Key words: Aged. Promotion of health. Universities. Aging health,.Aging.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

REFERÊNCIAS

1.  Fundação Instituto de Geografia e Estatística . Síntese de Indicadores Sociais: Uma Análise das Condições de Vida da População Brasileira. Estudos e Pesquisas Informações Demográficas e Sócio-Econômica, 2007 (21) 149-177.         [ Links ]

2. Barreto KML, Carvalho EMF, Falcão IV, Lessa FJD, Leite VMM. Perfil sócio-epidemiológico demográfico das mulheres idosas da Universidade Aberta à Terceira Idade no estado de Pernambuco. Rev. Bras. Saude Mater. Infant.  [periódico na Internet]  2003  Set [Acesso em 9 Out 2007];  3(3): 339-354. Disponível em: http://www.scielo.br/scieloOrg/php/articleXML.php?pid=S1519-38292006000100004&lang=en        [ Links ]

3. World Health Organization. Envelhecimento ativo: uma política de saúde / World Health Organization; tradução Suzana Gontijo. Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde; 2005. 60.         [ Links ]

4. Organização Mundial de Saúde. Declaração Elaborada pelo Grupo de Trabalho da Qualidade de Vida da OMS: glossário de Promoção de Saúde da OMS de 1998.in: OMS/HPR/HEP/ 98.i Genebra: Organização Mundial da Saúde, 1994.         [ Links ]

5. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do IBGE. Um diagnóstico sócio-econômico do Estado de Alagoas a partir de uma leitura dos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do IBGE. Instituto de estudos do trabalho e sociedade; 2005.         [ Links ]

6. Gonçalves LHT, Alvarez AM, Sena ELS, Santana LWS, Vicente FR. Perfil da família cuidadora de idoso doente  fragilizado do contexto sociocultural de Florianópolis. Texto & contexto enferm [periódico na internet].  2006 Out/Dez [Acesso em 10 Out 2007 ]; 15(4):570-577. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072007000100026&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt        [ Links ]

7. Veras RP, Caldas CP. Promovendo a saúde e a cidadania do idoso: o movimento das universidades da terceira idade. Ciênc. saúde coletiva  [periódico na Internet]. 2004  Jun [Acesso em 16 Out 2007];  9(2): 423-432. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-81232004000200018&script=sci_abstract&tlng=pt        [ Links ]

8. Organização das Nações Unidas. Plano internacional de ação sobre o envelhecimento. Asemblea Mundial sobre El envejecimiento 2. Madrid; 2002.         [ Links ]

9. Teixeira-Salmela LF, Magalhães LC, Souza AC, Lima MC, Lima RCM, Goulart F. Adaptação do Perfil de Saúde de Nottingham: um instrumento simples de avaliação da qualidade de vida. Cad Saúde Pública  [periódico na Internet]. 2004  Ago [Acesso em 09  Out  ];  20(4): 905-14. Disponível em: http://www.lava.med.br/MESTRADO/VASCULAR/2005/Artigos_Revista/Modulo_XXXIV_Qualidade_de_vida/Adaptacao_do_Perfil_de_Saude_de_Nottingham.pdf.         [ Links ]

10.  Anderson MIP, Assis M, Pacheco LC, Silva EAS, Menezes IS, Duarte T, Storino F, Motta L. Saúde e qualidade de vida na terceira idade. Textos envelhecimento [periódico na internet]. 1998 Nov [Acesso em 12 Out]; 1(1): 23-43. Disponível em: http://bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&src=google&base=LILACS&lang=p&nextAction=lnk&exprSearch=291151&indexSearch=ID         [ Links ]

11. Assis M, Hartz ZMA, Valla VV. Programas de promoção da saúde do idoso: uma revisão da literatura científica no período de 1990 a 2002. Ciênc. saúde coletiva  [periódico na Internet]. 2004 Set  [acesso em 30 Out ];  9 (3): 557-581. Disponível em: http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232004000300010&lng=pt        [ Links ]

12. Leite VMM, Carvalho EMF, Barreto KML, Falcão IV. Depressão e envelhecimento: estudo nos participantes do Programa Universidade Aberta à Terceira Idade. Rev. Bras. Saude Mater. Infant.  [periódico na Internet]. 2006  Mar [Acesso em 09 Out 2007];  6(1): 31-38. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292006000100004&lng=pt&nrm=iso&tlng=PT        [ Links ]

13. Machado OG. Proposta de Implantação de Universidade Aberta para a Terceira Idade em Joinville. Tese [ doutorado] -- Universidade Federal de Santa Catarina; 2003.         [ Links ]

14. Fenalti RCS, Schwartz GM. Universidade aberta à terceira idade e a perspectiva de ressignificação do lazer. Rev paul Educ fís [periódico na internet] 2003 jul/Dez [Acesso 15 Out 2007 ]; 17(2):131-141. Disponível em: http://www.usp.br/eef/rpef/v17n22003/v17n2p131.pdf        [ Links ]

15. Venturi G . Idosos no Brasil: vivências, desafios e expectativas na terceira idade. Fundação Perseu Abramo; 2007.         [ Links ]

16. Santos SR, Santos IBC, Fernandes MGM, Henriques ME, Romero M. Qualidade de vida do idoso na comunidade: aplicação da Escala de Flanagan. Rev Latino-Am Enfermagem [periódico na Internet]. 2002  Dez [Acesso em 09  Out 2007 ];  10(6): 757-764. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-11692002000600002&lng=&nrm=iso&tlng=        [ Links ]

17. Tavares EL, Anjos LA. Perfil antropométrico da população idosa brasileira :resultados da Pesquisa Nacional sobre Saúde e Nutrição. Cad Saúde Pública [Periódico Internet], 1999 out-dez. [Acesso em 2007 out 27]  15(4):759-768. Disponível em: http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1999000400010        [ Links ]

18. Carneiro RS, Falcone EMO. Um estudo das capacidades e deficiências em habilidades sociais na terceira idade. Psicol. estud [periódico na internet]. 2004 jan/abr [Acesso em 13 Out 2007 ]; 9(1):119-126. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-73722004000100015&script=sci_arttext        [ Links ]

19.  Ramos LR. Fatores determinantes do envelhecimento saudável em idosos residentes em centro urbano: projeto Epidoso, São Paulo. Cad Saúde Pública [periódico na Internet]. 2003  Jun [Acesso em 09 Out 2007 ];  19(3): 793-797. Disponível em: http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0102-311X2003000300011&nrm=iso&tlng=pt        [ Links ]

20. Vecchia RD, Ruiz T, Bocchi SCM, Corrente JE. Qualidade de vida na terceira idade: um conceito subjetivo. Rev bras epidemiol  [periódico na Internet]. 2005  Set [Acesso em 09 Out 2007 ];  8(3): 246-252. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbepid/v8n3/06.pdf        [ Links ]

21. Pereira RJ , Cotta RMM . Contribuição dos domínios físico, social, psicológico e ambiental para a qualidade de vida global de idosos. Ver Psiquiatr Rio Gd. Sul [periódico na internet] 2006 jan/abr [Acesso em 22 Out 2007 ];28(1). Disponível em: http://www.revistapsiqrs.org.br/administracao/arquivos/contribuicao_dominios_fisicos_28_01_06.pdf        [ Links ]

 

 

Correspondência / Correspondence
Francelise Pivetta Roque
E-mail: franceliseroque@yahoo.com.br

Recebido: 07/4/2009
Revisado: 14/2/2010
Aprovado: 02/8/2010