SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.2 número1INFLUÊNCIA DE DIVERSOS TEMPOS E TEMPERATURAS DE PRENSAGEM EM COMPENSADOS FENÓLICOS DE Pinus taeda: EFEITOS SOBRE A RESISTÊNCIA DA COLAGEM AO ESFORÇO DE CISALHAMENTOPRODUÇÃO DE MADEIRA E CASCA DE ACÁCIA-NEGRA (Acacia mearnsii De Wild) EM DIFERENTES ESPAÇAMENTOS índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Florestal

versão impressa ISSN 0103-9954versão On-line ISSN 1980-5098

Ciênc. Florest. vol.2 no.1 Santa Maria jan./dez. 1992

https://doi.org/10.5902/19805098269 

Artigos

RELAÇÃO ENTRE A CONCENTRAÇÃO E O TEOR DE UMIDADE EM MADEIRA DE Pinus elliottii, EM VÁRIOS ÂNGULOS DE GRÃOS

RELATIONSHIP BETWEEN SHRINKAGE AND WOOD MOISTURE OF Pinus elliottii and Pinus taeda PINE IN DIFFERENT GRAIN ANGLES

Sidon Keinert Jr1 

Emmanuel C. E. Rozas M2 

José Alfredo Esturion3 

Dirce Kinue Matsunaga2 

Mário Alberto Miguel Alberto2 

Carlos Roberto Rincoski2 

1Engenheiro Florestal, Ph.D., Professor Titular do Departamento de Engenharia e Tecnologias Rurais, Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, Av. Pref. Lothário Meissner, 632, CEP 80210-170, Curitiba (PR), Brasil.

2Engenheiro Florestal, Mestrando pelo Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, Av. Pref. Lothário Meissner, 632, CEP 80210-170, Curitiba (PR), Brasil.

3Engenheiro Florestal, MSc., Doutorando pelo Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, Av. Pref. Lothário Meissner, 632, CEP 80210-170, Curitiba (PR), Brasil.


RESUMO

Duas espécies de Pinus (Pinus elliottii e Pinus taeda) foram utilizadas para realizar o presente estudo. Procurou-se correlacionar através de uma equação de regressão linear, o teor de umidade e a contração da madeira, considerando três ângulos de grã (30°, 45° e 90°). Existe para as duas espécies uma alta correlação entre a concentração e o teor de umidade da madeira, entre o P.S.F e o % de umidade, para os diferentes ângulos estudados. As equações de regressão linear encontradas para ambas as espécies podem ser usadas sem maiores erros de cálculos para a determinação da contração da madeira a diferentes teores de umidade.

Palavras-chave: Pinus elliottii; Pinus taeda; contração; umidade

ABSTRACT

Two species of Pinus (Pinus elliottii and Pinus taeda) were utilized for the present study. Regression equations were adjusted in function of moisture content and shrinkage values in three different grain angles (30°, 45° and 90°). High correlation coefficients were found between shrinkage and moisture content from P.S.F. to 0% on the different grain angles. The adjusted equations can be used for the estimation of shrinkage (radial and tangential) for similar situations.

Keywords: Pinus elliottii; Pinus taeda; shrinkage; moisture

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

COMSTOCK, G. L. Shrinkage of coast-type Douglas-Fir and old-growth Redwood Boars Research Paper. Madison, Wis. U.S. Forest Service. Forest Product Laboratory. 1965. 19p. [ Links ]

GALVÃO, A. P. M., JANKEWSKY, I. P. Secagem racional de madeira. São Paulo, 1985. 111p. [ Links ]

GREEN, W. O. Moisture content and the shrinkage of lumber. Research Paper FAL-ap-489. Forest Products Laboratory, 1989. 11p. [ Links ]

NOCK, H. P., RICHTER, H. G., BURGER, L. M. Tecnologia da madeira. Curitiba: UFPr, [ s.d], 202p. [ Links ]

SKAAR, A. S. Water in wood. New York: Syracuse University Press, 1972. 218p. (Syracouse wood science series, 4). [ Links ]

STAMM, A. S. Woodend cellulose science. New York: The Ronald Press, 1964. 549p. [ Links ]

TOMASELLI, I. Comparação da qualidade da matéria de Araucaria angustifolia e Pinus sp. produzida em reflorestamentos. Curitiba, 1979. Convênio FINEP, UFPR, n.18/79 - Anexo: Relatório final. [ Links ]

1

2

3

Creative Commons License Este é um artigo publicado em acesso aberto sob uma licença Creative Commons