SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número4ALTURA DO IPÊ-ROXO ( Tabebuia avellanedae ) NOS MANEJOS CONVENCIONAL E DE PRECISÃO, ANALISADA PELA GEOESTATÍSTICA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Florestal

versão impressa ISSN 0103-9954versão On-line ISSN 1980-5098

Ciênc. Florest. vol.17 no.4 Santa Maria out./dez. 2007

https://doi.org/10.5902/198050981961 

Artigos

CRESCIMENTO DE PLANTAS JOVENS DE AÇOITA-CAVALO EM QUATRO DIFERENTES SUBSTRATOS

THE GROWTH IN SEEDLINGS OF AÇOITA-CAVALO (Luehea divaricata) IN FOUR DIFFERENT SUBSTRACTS

Fernanda Grave1 

Elcí Terezinha Henz Franco2 

Jardel Pizzatto Pacheco3 

Sidney Rodrigues Santos3 

1. Bióloga, MSc., Centro de Educação Superior Norte do Rio Grande do Sul (CESNORS), UFSM, Campus de Frederico Westphalen, CEP 98.400-000, Frederico Westphalen (RS). fernandagrave@yahoo.com.br

2. Bióloga, Dra., Professora Associada da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ). Rua São Francisco, 501, Bairro São Geraldo, CEP 98700-000, Ijuí (RS). elcifranco@smail.ufsm.br

3. Biólogo, Mestrando pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal, Centro de Ciências Rurais, Universidade Federal de Santa Maria, Av. Roraima, 1000, Campus, CEP 97.105-900, Santa Maria (RS).


RESUMO

A espécie Luehea divaricata Mart. & Zucc., da família Malvaceae, possui madeira de alta qualidade, que tem sido empregada principalmente na confecção de móveis vergados, razão pela qual se encontra atualmente dizimada. A reposição em matas remanescentes bem como a sua utilização em projetos de reflorestamento necessitam da produção de mudas em larga escala. O objetivo deste estudo foi avaliar o crescimento de plântulas de Luehea divaricata obtidas por semente, cultivadas em quatro substratos. Foram colocadas quatro sementes por tubete nos substratos Plant Max®, turfa, casca de arroz carbonizada e Mec Plant®. Aos 25 dias após a semeadura, foi efetuada a repicagem das mudas dentro de cada tratamento e, aos 50 dias, foi efetuado o desbaste. Avaliaram-se: percentagem de germinação das sementes, massa seca das raízes (g), massa seca da parte aérea (g), diâmetro do colo (cm), altura da parte aérea (cm) e número médio de folhas. O delineamento adotado foi o inteiramente casualizado, os dados foram submetidos à análise da variância, e as médias comparadas ao teste de Duncan. As plantas cultivadas no substrato Plant Max® apresentaram quatro vezes mais massa seca das raízes e da parte aérea aos 180 dias. O crescimento das plântulas em turfa e casca de arroz foi menor em todos os parâmetros analisados. A propagação de Luehea divaricata a partir de sementes é tecnicamente viável nos substratos Plant Max® e Mec Plant®, os quais proporcionaram maior crescimento e qualidade às mudas.

Palavras-chave: sementes; mudas; crescimento; substrato

ABSTRACT

The species Luehea divaricata Mart. & Zucc., from the Malvaceae family, has its wood used mainly in the manufacturing of curved furniture. Due to the wood quality interest, it is observed, as main result, the species deforestation. The purpose of this study was evaluate the growth of Luehea divaricata seedlings coming from seeds in four substrates. Four seeds were put in the tested substracts: Plant Max®, black peat (mineralized), carbonizated rice hulls and Mec Plant®. After 25 days, the seedlings were transplanted inside each treatment and, after 50 days, the seedlings were pruned. It was used the completely randomized experimental, the data underwent the variety analysis, and the averages were compared to Duncan’s Test. The following parameters were considered: the percentage of seeds germination, dry weights of the root (g), dry weights of the stem (g), the stem diameter (cm), the height of stem (cm) and number of leaves. The cultivated plants in the Plant Max® substract showed four times more root dry mass and aerial part on the 180 th day. Black peat and carbonizated rice hulls were less effective in the growing of the seedlings in the all analyzed parameters. The propagation of Luehea divaricata from seeds is technically viable, it is one alternative for seedlings production of the species and the substract Plant Max® and Mec Plant® was the best growth.

Keywords: seeds; seedlings; growth; substract

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BORDÁS, J.M.C.; BACKES, M.A.; KÄMPF, A.N. Características físicas e químicas dos substratos comerciais. In: CONGRESSO FLORESTAL ESTADUAL, 6., 1988, Nova Prata. Anais... Nova Prata: Prefeitura Municipal, 1988. p.427-435. [ Links ]

CARVALHO, P. E. R. Espécies florestais brasileiras : recomendações silviculturais, potencialidades e uso da madeira. Brasília : EMBRAPA-CNPF/SPI, 1994. [ Links ]

CUNHA, R.L. et al. Avaliação de substratos e tamanhos de recipientes na formação de mudas de cafeeiros (Coffea arabica L.) em tubetes. Ciência Agrotécnica, v.26, n.1, p.7-12, 2002. [ Links ]

DUTRA, L.F.; KERSTEN, E. Efeito do substrato e da época de coleta dos ramos no enraizamento de estacas de ameixeira (Prunus salicina Lindl.). Ciência Rural, v.26, n.3, p.361-366, 1996. [ Links ]

FOWLER, J.A.P. Superação de dormência e armazenamento de sementes de espécies florestais. In: GALVÃO, A.P.M. (Ed.). Reflorestamento de propriedades rurais para fins produtivos e ambientais. Brasília: EMBRAPA, 2000. p.77-100. [ Links ]

GRAVE, F. et al. Germinação das sementes de açoita-cavalo (Luehea divaricata Martius). In: ENCONTRO ESTADUAL DE BOTÂNICA, SOCIEDADE DE BOTANICA DO BRASIL, 12., 2004. Anais... Canoas : ULBRA, 2004, 1 CD-ROM. [ Links ]

HOFFMANN, A. et al. Efeito dos substratos na aclimatização de plantas micropropagadas do porta-enxerto de macieira ‘marubakaido’. Ciência Agrotécnica , v.25, n.2, p.462-467, 2001. [ Links ]

LEMAIRE, F. Physical, chemical, and biological properties of growing medium. Acta Horticulturae, n. 396, p.273-284, 1995. [ Links ]

LORENZI, H. Árvores brasileiras: manual de identificação de plantas arbóreas nativas do Brasil. 2. ed. São Paulo: Editora Plantarum, v.1, 1998. p.388. [ Links ]

PAOLI, A.A.S. Morfologia e desenvolvimento de sementes e plântulas de Luehea divaricata Mart. & Zucc. (Tiliaceae). Revista Brasileira de Sementes, v.17, n.1, p.120-128, 1995. [ Links ]

REITZ, R.; KLEIN, R. M.; REIS, A. Projeto Madeira do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Secretaria da Agricultura e Abastecimento, 1983. 524p. [ Links ]

SALVADOR, E.D.; MINAMI, K. Avaliação de diferentes substratos no cultivo de grama-esmeralda (Zoysia japônica Steud.) em bandejas. Ciência Agrotécnica , v.26, n.2, p.232-236, 2002. [ Links ]

SALVADOR, E.D.; PASQUAL, M.; SPERA, M.R.N. Efeito de diferentes substratos no crescimento de samabaia- matogrossense (Polypodium aureum L.). Ciência Agrotécnica , v.25, n.4, p.1006-1111, 2001. [ Links ]

SAMÔR, O.J.M. et al. Qualidade de mudas de angico e sesbânia, produzidas em diferentes recipientes e substratos. Revista Árvore, v.26, n.2, p.209-215, 2002. [ Links ]

SCALON, S.P.U. et al. Crescimento inicial de mudas de espécies florestais nativas sob diferentes níveis de sombreamento. Revista Árvore , v.26, n.1, p.1-5, 2002. [ Links ]

SENA, C.M.; GARIGLIO, M.A. Sementes florestais: colheita, beneficiamento e armazenamento. Natal, 1998. 27p. [ Links ]

STURION, J.A.; ANTUNES, J.B.M. Produção de mudas de espécies florestais. In: GALVÃO, A.P.M. Reflorestamento de propriedades rurais para fins produtivos e ambientais . Brasília : EMBRAPA, 2000. cap.7, p.125-150 [ Links ]

Recebido: 20 de Outubro de 2005; Aceito: 29 de Agosto de 2007

Creative Commons License Este é um artigo publicado em acesso aberto sob uma licença Creative Commons